Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 6 de julho de 2010

Cine Dicas: Lançamento em DVD: O Livro de Eli

A PRIMEIRA VISTA UM FILME DE AÇÃO FUTURISTICO, MAS COM UMA LIÇÃO DE FÉ NAS ENTRELINHAS
Sinopse: Denzel Washington (O Gangster) estrela esse filme dirigido pelos irmãos Allen e Albert Hughes (Do Inferno). Num mundo pós-apocalíptico Eli (Denzel) é um homem solitário que tem de proteger um livro sagrado que pode conter a resposta para salvação da humanidade, mas como todo herói tem seu algoz nessa história não é diferente e para poder obter o livro, um tirano prefeito de uma pequena cidade (Gary Oldman) fará de tudo, mesmo que para isso tenha de matar Eli.

Os irmãos Albert e Allen Hughes (Do Inferno) criam aqui uma verdadeira mistura de filmes de Mad Max com os velhos filmes de faroeste para criar um simples filme sobre a fé cega mas valida, em meio a efeitos e explosões. Não faltam elementos típicos de ação  como lutas bem coegrafadas, fotografia clarissima e montagem bem elegante para retratar um ambiente inseguro e perigoso na jornada de Eli (Washington otimo como sempre) em meio a pessoas perigosas lideradas por um tirano (Gary Oldman perfeito como vilão caricato).Com momentos imprevisiveis do inicio ao meio do filme (a cena do tiroteio da casa sem cortes de cena é a minha preferida), o filme se entrega ao previsível no seu ato final, mas com pequenos elementos que o tornam seu final um tanto genuíno e que faz desse filme a ser lembrado após a sessão e com isso não me admira se o filme se torne o mais novo cult do momento.

Um comentário:

Cristiano Contreiras disse...

Ansioso pra conferir este, adoro a composição de Denzel! abraço