Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Cine Dica: PROGRAMAÇÃO DE 11 A 17 DE MAIO DE 2017 na Casa de Cultura Mario Quintana

 CLASH

SEGUNDA-FEIRA NÃO HÁ SESSÕES
SALA 1 / PAULO AMORIM

15h30 – DOLORES – UMA MULHER, DOIS AMORES
(Dolores - Brasil/Argentina, 100min, 2017). Direção de Juan Dickinson, com Emilia Attías, Guillermo Pfening, Roberto Birindelli. Fenix Filmes, 12 anos. Drama romântico.
Sinopse: Ambientado na Argentina durante a Segunda Guerra Mundial, o filme gira em torno de Dolores, que viveu durante anos na Escócia e está de volta à fazenda da família, no interior do país. Sua irmã morreu e Dolores quer ficar perto do sobrinho, Harry. Ao mesmo tempo, ela reencontra o cunhado, por quem foi apaixonada durante a adolescência, e se sente atraída por Octavio Brand, um rico fazendeiro filho de alemães.

17h30 – O FILHO DE JOSEPH
(Le Fils de Joseph - França, 2016, 110min). Direção de Eugène Green, com Victor Efenzis, Mathieu Amalric e Maria de Medeiros. Supo Mungam Filmes, 12 anos. Comédia dramática.
Sinopse: Vincent é um adolescente que vive com a mãe em Paris e tem um cotidiano típico de qualquer jovem da sua idade. Tudo muda quando ele resolve conhecer seu paí - que a mãe diz que não existe -, o que o leva ao encontro de um editor famoso e muito cínico. Tudo é muito rico e detalhista no cinema de Eugène Green, que, neste filme, faz uma sátira de cânones das artes e dos textos sagrados.

19h30 – CLASH
(Clash - França/Egito, 100min, 2017). Direção de Mohamed Diab, com Nelly Karim, Tarek Abdel Aziz, Ahmed Malek. Imovision, 14 anos. Drama.

Sinopse: O filme acompanha um dia de manifestações no Cairo, a capital do Egito, em 2013, mostrando a tensão entre os apoiadores do presidente Mohamed Morsi, derrubado por um golpe militar, e os adeptos do novo regime. O diretor mostra este universo de uma maneira bem peculiar: de dentro de um caminhão-cela, que aos poucos vai se enchendo com os detidos pelos policiais. A partir deste pequeno número de presos, o filme dá conta das ideologias e sentimentos de cada personagem. O filme foi indicado pelo Egito ao Oscar de melhor longa estrangeiro. 

PROGRAMAÇÃO DE 11 A 17 DE MAIO DE 2017
SEGUNDA-FEIRA NÃO HÁ SESSÕES
SALA 2/ EDUARDO HIRTZ

 
15h e 19h15 – CENTRAL – O FILME
(Brasil, 90min, 2017). Documentário de Tatiana Sager. 14 anos.
Sinopse: Baseado no livro "Falange Gaúcha", do jornalista Renato Dornelles, o filme mostra a realidade do Presídio Central de Porto Alegre, que já foi considerado o pior cárcere do Brasil. A partir de depoimentos de policiais, representantes do judiciário, de presos e seus familiares, o filme mostra uma realidade que passa por galerias superlotadas, o controle das facções (inclusive financeiro) e as decisões governamentais para evitar tragédias.
* Não haverá a sessão das 19h15 no dia 16, terça-feira, devido ao lançamento do DVD “Sobre Anjos e Grilos”.
 16h45 – A CRIADA
(Agassi - Coréia do Sul, 2016, 140min). Direção de Park Chan-Wook, com Kim Min-Hee, Kim Tae-Ri e Ha Jung-Woo. Mares Filmes, 18 anos. Drama e suspense.
Sinopse:  Durante a ocupação japonesa na Coréia do Sul, na década de 1930, a jovem orfã Hideko vive sob a proteção de um tio autoritário. Ela está prestes a herdar uma grande fortuna, o que atrai a cobiça de dois vigaristas: Sookee, que vai trabalhar na casa como empregada, e Fujiwara, um conde fajuto que tenta seduzir a orfã rica. Este jogo de intrigas tem vários pontos de vista e é temperado por histórias eróticas, um dos passatempos preferidos do tio da protagonista.
  
PROGRAMAÇÃO DE 11 A 17 DE MAIO DE 2017
SEGUNDA-FEIRA NÃO HÁ SESSÕES
SALA 3 / NORBERTO LUBISCO

15h – INSUBSTITUÍVEL
(Médecin de Campagne - França, 2017, 100min). Direção de Thomas Lilti, com François Cluzet e Marianne Denicourt. CineArt Filmes, 12 anos. Drama.
Sinopse: Jean-Pierre é um médico dedicado que trabalha há anos numa região do interior da França. A comunidade acredita que ele é insubstituível e o médico se sente bem com o respeito das pessoas. Mas esta relação começa a mudar com chegada de Natalie, uma jovem recém-formada que vem de Paris para tentar ajudar o médico veterano.

17h – JOAQUIM
(Brasil, 2017, 100min). Direção de Marcelo Gomes, com Júlio Machado, Nuno Lopes, Rômulo Braga. Imovision, 16 anos. Drama histórico.
Sinopse: Pouco se sabe a respeito de Tiradentes antes de ele se tornar o mártir da Inconfidência Mineira e um herói brasileiro. O filme investiga esta parte da história e mostra a tomada de consciência política de Joaquim José da Silva Xavier, que era um funcionário da coroa portuguesa e se transformou em rebelde. O longa participou da seleção oficial do Festival de Berlim em 2017.

19h – OS BELOS DIAS DE ARANJUEZ
(Les Beaux Jours d'Aranjuez - França/Alemanha, 100min, 2017). Direção de Wim Wenders, com Reda Kateb, Sophie Semin, Jens Harzer. Imovision, 14 anos. Drama.

Sinopse: Baseado na peça teatral do mesmo nome, de autoria de Peter Hanke, o longa acompanha o encontro entre um casal que conversa sobre temas diversos, das lembranças de infância às viagens, do sexo à filosofia. Tudo vai se transformando em livro, conforme a imaginação do autor que trabalha na casa ao lado.
Nossas  redes sociais:

Nenhum comentário: