Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 22 de março de 2017

Cine Dica: Em Cartaz: Com os Punhos Cerrados



Sinopse: Os amigos Joaquim, João e Eugenio vivem em Fortaleza e usam suas vozes como armas em uma rádio pirata. Eles invadem as transmissões de outras rádios, causando a fúria de poderosos da cidade, que dão uma recompensa pelas cabeças dos três.

Não tenho dúvida alguma que vivemos atualmente num tempo em que nosso país se encontra dividido, entre aqueles que defendem o capitalismo, ou socialismo, ou até  aqueles que  fecham os olhos e não desejam se ver em nenhum dos lados. Uma vez que o povo não deseja enxergar o que os poderosos, ou até mesmo determinada mídia queira realmente passar para eles, se tem então o nascimento de pequenos grupos, cujo objetivo é irem contra a maré e protestar perante essa falsa e plástica  realidade imposta na vida das pessoas. Com os Punhos Cerrados, é um filme simples, mas que a sua metáfora ecoa em nossa realidade cada vez mais afogada em meias verdades.
Dirigido por Luiz e Ricardo Pretti e Pedro Diogenes (Monstros) acompanhamos a cruzada de três amigos, Joaquim, João e Eugenio, cujo objetivo deles é passar os seus pensamentos através de uma rádio clandestina, para que assim as pessoas da cidade possam ouvir. O problema é que a população se encontra afogada em meio a mentiras e uma realidade plástica confortável e da qual elas não conseguem desvencilhar. Os poderosos e donos da cidade decidem então capturar o trio custe o que custar.
Assim como, por exemplo, Branco sai e preto fica, esse longa metragem possui uma linguagem que transita entre ficção e documentário, já que os próprios protagonistas sendo interpretados pelos cineastas, não se desvencilham muito do que eles são na realidade. Com isso, temos um filme em que retrata um determinado e sombrio futuro, mas que sintetiza a nossa realidade atual, da qual cada vez mais se afunda graças a artimanhas de uma mídia sensacionalista e a serviço de poderosos que pagam melhor quantia. No decorrer do filme, os discursos do trio fazem então todo o sentido, mesmo quando suas mensagens não causem o efeito desejado.
Embora aparente um orçamento curto, o filme é engenhoso ao usar uma fotografia escura, cujo seu teor sombrio combina com o cenário meio que opressor e nada acolhedor. Ao mesmo tempo, o início e o final do filme se desvencilham do principal conteúdo da trama, cujo cenário expandido de um deserto cheio de luz se torna então o único lugar acolhedor para aqueles que buscam fugir de uma sociedade presa por correntes invisíveis. Mas se a luta não é ganha e um deserto se torna o único meio de fuga para onde iremos então?
Com ainda participação da talentosa e bela atriz Samya De Lavor (Boi Neon), Com os Punhos Cerrados, é um pequeno filme que tem muito a dizer, mas que infelizmente muitos irão se fechar em querer não ouvir a sua mensagem e aceitar de bom grado as mentiras vindas de um sistema manipulador e hipócrita de nosso país.  

Nenhum comentário: