Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Cine Dicas: Em Blu-Ray, DVD, Netflix e locação via TV a Cabo:


Designated Survivor



Sinopse: O Presidente dos E.U.A. é vitimado durante um ataque a bomba durante o discurso do Estado da União, no capitólio, e todos os outros membros do governo que estavam presentes morrem também. Tom Kirkman (Kiefer Sutherland), o secretário de habitações e desenvolvimento urbano, funcionário público de mais alto escalão ainda vivo, vira presidente do dia para noite. Uma conspiração parece se desvelar ao seu redor e ele precisa proteger sua família enquanto descobre o que está acontecendo.


Numa verdadeira mistura de House Of Cards e 24 horas, essa série criada pela Netflix surpreende por explorar os jogos políticos da casa branca num ritmo ágil, mas sem esquecer-se de um grau de verossimilhança para que a situação se torne convincente. O atentado que acontece nos primeiros minutos do programa serve para criar dois núcleos da trama: a investigação em torno de quem foi o responsável pelo atentado e a transformação gradual Tom Kirkman (Kiefer Sutherland), de um simples secretário habitacional, para comandar o posto mais poderoso do planeta.
Rever Kiefer Sutherland em cena num seriado como esse irá qualquer fã que se preze se lembrar dos tempos de 24horas, mas Designated Survivor fala por si, principalmente por explorar questões que hoje estão sempre em debate, como no caso de imigração e a tentativa de diálogo com as outras potências e para que nunca ocorra uma nova guerra. Embora essa primeira temporada termine de uma forma inconclusiva, Designated Survivor nos fisga facilmente e fará com que muitos esperem a próxima temporada.




A GAROTA NO TREM

 Leia a minha crítica já publicada clicando aqui.




A ASSASSINA


Leia a minha crítica já publicada clicando aqui. 


AS MONTANHAS SE SEPARAM 
O filme pode parecer um filme propositalmente menos ambicioso dentro de uma filmografia que ousa tanto na linguagem cinematográfica, como filmar uma cidade inteira sendo demolida em Still Lifeou transitar entre sets de filmagem de um gigantesco  temático em O Mundo, mas ZhangKe aperfeiçoa todas as suas assinaturas para semitonar uma obra que não precisa gritar só pra derrubar montanhas… Totalmente Lírico.




Me sigam no Facebook, twitter, Google+ e instagram

Nenhum comentário: