Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Cine Dica: Redemoinho e A Cidade Onde Envelheço estreiam no CineBancários

Dentre as estreias de 2017, Redemoinho, de José Luiz Villamarim, entra em cartaz no CineBancários a partir do dia 09 de fevereiro, nas sessões das 15h e 19h. O filme marca o primeiro trabalho do diretor no cinema e traz no elenco nomes como Irandhir Santos, Julio Andrade, Cássia Kis e Dira Paes. Redemoinho divide a sala com o grande ganhador do Festival de Brasília de 2016, com quatro prêmios, o longa-metragem Cidade Onde Envelheço. Dirigido por Marília Rocha, traz como mote a relação de duas amigas portuguesas, que migram para o Brasil em momentos diferentes, a intimidade entre elas e suas visões sobre as peculiaridades do país. O longa será exibido na sessão das 17h



Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$10,00. Estudantes, idosos, pessoas com deficiência, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$5,00. Aceitamos os cartões Vale Cultura do Banrisul, Banricompras, Visa e Mastercard.



SINOPSE REDEMOINHO
Luzimar (Irandhir Santos) e Gildo (Julio Andrade) são dois grandes amigos de infância, que se reencontram depois muitos anos afastados. Eles cresceram juntos em Cataguases, interior de Minas Gerais. Luzimar nunca saiu de sua cidade e trabalha numa fábrica de tecelagem. Gildo mudou-se para São Paulo onde acredita ter se tornado um homem mais bem sucedido. Na noite de Natal, Luzimar e Gildo se confrontam com o passado e, num intenso mergulho em suas memórias, partem para um arriscado acerto de contas.



APRESENTAÇÃO



Diretor das séries Nada Será Como Antes e Justiça, José Luiz Villamarim retoma a parceria dos sucessos O Canto da Sereia, Amores Roubados e O Rebu com o roteirista George Moura em Redemoinho, longa de estreia de Villamarim. O filme ganhou o Prêmio Especial do Júri Oficial e o de Melhor Ator para Julio Andrade no Festival do Rio 2016. No Festival de Havana, esteve presente na seção oficial Opera Prima. Já na 40a Mostra Internacional de Cinema, em São Paulo. Também fez parte da 10a Mostra de Cinema de Belo Horizonte.



O longa mostra o reencontro dos grandes amigos de infância Luzimar (Irandhir Santos) e Gildo (Julio Andrade), que cresceram juntos em Cataguases, no interior de Minas Gerais, mas ficaram muitos anos afastados. Luzimar trabalha em uma fábrica de tecelagem e nunca saiu de sua cidade. Gildo mora em São Paulo e acredita ter se tornado um homem mais bem sucedido. Na véspera do Natal, Gildo chega a Cataguases para ajudar a mãe, Dona Marta (Cássia Kis), a vender a casa da família. Já Luzimar, casado com Toninha (Dira Paes), por quem é apaixonado, tenta guardar de todos um segredo. Mas a volta do velho amigo pode mudar seus planos e lançá-lo em um arriscado acerto de contas. “Redemoinho fala do conflito e da angustiante dúvida sobre quem fez a melhor escolha: aquele que partiu da cidade onde nasceu ou aquele que escolheu ficar”, define Villamarim. “Gildo sai de Cataguases, mas Cataguases não sai de dentro dele. Também é uma história sobre a amizade e a implosão dos laços de afeto familiares, que traz uma série de questões sobre esse país em transe no qual vivemos nos dias de hoje.”



Rodado ao longo de dois meses na cidade de Cataguases, na Zona da Mata mineira, a 320 km de Belo Horizonte, Redemoinho conta ainda com as participações de Camilla Amado, Cyria Coentro, Démick Lopes e Inês Peixoto. O filme é baseado no livro Inferno Provisório – O Mundo Inimigo Vol. II, do escritor mineiro Luiz Ruffato. Além da dupla Villamarim/Moura, outros parceiros habituais das séries colaboram no filme. A fotografia é de Walter Carvalho, o mesmo que assinou luz e câmera de O Canto da Sereia, Amores Roubados e O Rebu, além de ser responsável pelas imagens de Central do Brasil, Amarelo Manga, O Céu de Suely, entre muitos outros. A direção de arte é de Marcos Pedroso (Praia do Futuro, Que horas ela volta?), e a montagem, de Quito Ribeiro (Tim Maia, Bróder). O longa é uma produção da Bananeira Filmes, responsável por filmes premiados no mundo todo como O Palhaço, A festa da menina morta, Mate-me por favor e Deserto. Globo Filmes, Telecine e Canastra Produções assinam a coprodução e a Vitrine Filmes (Aquarius, O Som ao Redor) é a distribuidora.



FICHA TÉCNICA



2016 / Brasil / Ficção / 102 minutos

Direção: José Luiz Villamarim

Produtora: Vania Catani

Roteiro: George Moura

Direção de Fotografia: Walter Carvalho

Direção de Arte: Marcos Pedroso

Direção de Produção: Renato Pimentel

1º Assistente de Direção: Kity Féo

Platô: Brenda Da Mata

Figurino: Kika Lopes

Montagem: Quito Ribeiro

Produção de Finalização: Juca Diaz

Coprodução: Bananeira Filmes

Distribuição: Vitrine Filmes


SINOPSE A CIDADE ONDE ENVELHEÇO



Francisca, uma jovem emigrante portuguesa morando no Brasil, recebe em sua casa Teresa,
uma antiga conhecida com quem já havia perdido contato. Teresa acaba de chegar e vive
momentos de descoberta e encantamento com o novo país, enquanto Francisca anseia por
Lisboa. O filme acompanha as aventuras de cada uma pela cidade e a profunda ligação que
nasce entre elas, obrigando-as a lidar com desejos simultâneos e opostos: a vontade de partir
para um país desconhecido e a saudade irremediável de casa.


SOBRE A DIRETORA



Marília Rocha dirigiu os filmes Aboio (2005), melhor filme no festival É Tudo Verdade; Acácio (2008); e A falta que me faz (2009), melhor filme Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo. O festival Dockanema, em Moçambique, apresentou umaretrospectiva de sua obra em 2011 e, no mesmo ano, ela foi homenageada com uma mostraespecial no festival Visions du Réel, na Suíça. É parceira de Clarissa Campolina e Luana Melgaço na produtora Anavilhana.



FICHA TÉCNICA



2016 / Brasil - Portugal/ Ficção / 99 minutos

Direção: Marília Rocha

Elenco: Elizabete Francisca Santos, Francisca Manuel, Paulo Nazareth

Distribuidora: Vitrine Filmes





GRADE DE HORÁRIOS



09 de fevereiro (quinta-feira)

15h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim

17h – A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha

19h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim



10 de fevereiro (sexta-feira)

15h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim

17h – A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha

19h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim



11 de fevereiro (sábado)

15h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim

17h – A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha

19h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim



12 de fevereiro (domingo)

15h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim

17h – A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha

19h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim



14 de fevereiro (terça-feira)

15h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim

17h – A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha

19h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim



15 de fevereiro (quarta-feira)

15h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim

17h – A Cidade Onde Envelheço, de Marília Rocha

19h – Redemoinho, de José Luiz Villamarim



C i n e B a n c á r i o s

Rua General Câmara, 424, Centro

Porto Alegre | RS | CEP 90010-230



Fone: (51) 34331204

Nenhum comentário: