Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Cine Dica: “Cinema Novo”, de Eryk Rocha, chega ao CineBancários

Filme premiado em Cannes e com participação em vários festivais nacionais e internacionais, Cinema Novo, novo documentário de Eryk Rocha (Rocha que Voa, Campo de Jogo e Transeunte), estreia em Porto Alegre no dia 10 de novembro, no CineBancários, nas sessões das 15h, 17h e 19h.



O filme recebeu o prêmio L'Œil d’or (Olho de Ouro) de Melhor Documentário do Festival de Cannes de 2016, entregue pelo júri presidido pelo italiano Gianfranco Rosi, (Fuocoammare) e composto pelo jornalista brasileiro Amir Labaki, diretor do Festival É Tudo verdade; pela cineasta francesa Annie Aghion; pela a atriz belga Natascha Regnier e pelo o produtor francês Thierry Garrel.

Recentemente, a revista francesa Cahiers Du Cinéma publicou uma crítica do documentário, ressaltando o caráter atual do movimento latino -americano: “O Cinema Novo é o cinema do futuro: Eryk Rocha restitui a força criativa, a energia incandescente, o desejo e a paixão de um movimento que nunca deixou de ser contemporâneo”. “Cinema Novo” foi exibido no Festival de Cannes na seção Cannes Classics, voltada para filmes clássicos e do patrimônio do cinema mundial em cópias restauradas, além de filmes que homenageiam o cinema. 

Sobre o documentário, Eryk complementa: "O embrião do projeto nasceu de uma conversa que tive com o Canal Brasil. O produtor do filme é o Diogo Dahl, que tem uma ligação afetiva com o tema e tem sido um grande parceiro nessa caminhada. Cinema Novo é um filme-ensaio composto de múltiplos fragmentos de filmes e arquivos, e é fruto de um longo e denso processo de nove meses de montagem que contou o com magnifico trabalho do montador Renato Vallone. Nesse sentido foi essencial a participação das diversas famílias dos autores que nos ajudaram a construir esse filme.".

Sinopse: CINEMA NOVO é um ensaio poético que investiga um dos principais movimentos cinematográficos latino-americanos, através do pensamento e fragmentos de filmes dos seus principais autores. O filme mergulha na aventura da criação de uma geração de cineastas que inventou uma nova forma de fazer cinema no Brasil - a partir de uma atitude política que juntava arte e revolução - e que tinha como desejo um cinema que tomasse as ruas e fosse ao encontro do povo brasileiro.

 Ficha Técnica:

 Dirigido por Eryk Rocha

Produzido por Diogo Dahl

Montagem: Renato Vallone

Desenho Sonoro: Edson Secco

Coordenação de Produção: Joelma Oliveira Gonzaga e Flávia Vianna

Pesquisa: Thiago Brito/Adriana Peixoto.

Argumento: Eryk Rocha/ Juan Posada.

Uma Produção Coqueirão Pictures e Aruac Filmes

Em Coprodução com Canal Brasil e FM Produções

Distribuição: Vitrine Filmes

 Biografia do diretor: Eryk Rocha realizou em 2002 Rocha que Voa, seu primeiro longa metragem, que foi exibido nos festivais de Veneza, Locarno, e premiado em vários festivais, como o de melhor filme no Festival Internacional É Tudo Verdade. Realizou o curta Quimera, que integrou a competição do festival de Cannes 2004, recebeu o prêmio de melhor curta no Festival de Montevideo.

Em 2009, seu filme Pachamama foi exibido e premiado em diversos festivais. Em 2011, lançou seu primeiro filme de ficção, Transeunte, selecionado para mais de 25 festivais, incluído o prestigioso festival de Telluride nos EUA. Recebeu mais de vinte e cinco prêmios nacionais e internacionais, incluindo o prêmio de melhor opera prima no festival de Guadalajara, e melhor filme brasileiro de 2011 pela critica. Em 2013, Eryk lançou Jards que recebeu o prêmio de Melhor Diretor no Festival do Rio - 2012. Em 2015, lançou seu sexto longa metragem, Campo de Jogo. O filme foi exibido nos festivais: BFI London, CPH:DOX Copenhague, MoMA. Atualmente, finaliza seu sétimo longa metragem Cinema Novo que será lançado no final de 2016, pela distribuidora Vitrine Filmes. Além de preparar seu oitavo longa e segunda incursão na ficção Breves Miragens do Sol, que será filmado no segundo semestre de 2016.

 Filmografia:

 Rocha que Voa/ Stones in the sky (Brasil/Cuba, 2002)

Quimera / (Brasil, 2004)

Medula / (Brasil, 2005)

Intervalo Clandestino/Clandestine Break (Brasil, 2006)

Pachamama (Brasil, 2009)

Transeunte/Passerby (Brasil, 2011)

Jards (Brasil, 2013)

Campo de Jogo /Sunday Ball ( Brasil, 2015)



Sobre a produtora - Coqueirão Pictures:

 A Coqueirão Pictures, é uma produtora audiovisual do Rio de Janeiro que atua, principalmente, na produção de séries e filmes. Atualmente, a produtora está em processo de finalização do documentário “Cinema Novo” – uma coprodução com a Aruac Filmes e Canal Brasil dirigida por Eryk Rocha. “O Brasil de Darcy Ribeiro” é a mais recente produção da Coqueirão. A série, composta por cinco episódios de 52 minutos, foi veiculada pela TV Brasil, Canal Curta! e History Channel. Além disso, a Coqueirão Pictures fechou um acordo inédito com o Banco BMG para a produção de 6 longas-metragens de ficção. O primeiro deles, “Dores de Amores”, dirigido por Raphael Vieira e estrelado por Milhem Cortaz e Fabiula Nascimento, foi exibido no Festival do Rio e na Mostra de São Paulo em 2012, e lançado nas salas de cinema brasileiras no segundo semestre de 2013. A Coqueirão Pictures produziu 6 documentários de média e longa-metragem e 1 curta-metragem de ficção desde 2006 através do projeto FLA FILMES – pioneiro no mercado audiovisual esportivo. Os filmes “PentaTri – A Hegemonia”, “É o Hexa (Flamengo Hexa)” e “Copa União” são considerados DVD de Ouro, sendo o último premiado em 2012 no Cinefoot Rio de Janeiro (Melhor Filme de Longa metragem) e no FICTS Fest Milão (Menção Honrosa).

2006 – POLIFONIA, Curta-metragem, CPB 07006456

2007 – É CAMPEÃO – COPA DO BRASIL 2006, Média-metragem, CPB 07007151

2008 – CONTE COMIGO MENGÃO – CARIOCA 2007, Média-metragem, CPB 08008659

2008 VAMOS FLAMENGO – CARIOCA 2008, Média-metragem, CPB 08009491

2009 – PENTA TRI – A HEGEMONIA, Longa-metragem, CPB 09010456

2011 – É O HEXA, Longa-metragem, CPB 11014139

2012 – COPA UNIÃO, Longa-metragem, CPB 12016034

2012 – DORES DE AMORES, Longa-metragem, CPB 12016827

2013 – O BRASIL DE DARCY RIBEIRO, CPB B13-018840-00000

2016 – CINEMA NOVO

 Sobre a produtora - Aruac Filmes:

 Aruac Filmes é uma produtora brasileira de cinema e televisão criada pelos cineastas Eryk Rocha, Paula Gaitán e Ava Rocha. Nos seus 15 anos de existência, seus filmes foram selecionados em festivais importantes como Cannes, Veneza, Rotterdam, Sundance, Bafici, Locarno, New Directors/New Movies (MoMA – NY), Guadalajara, Barcelona, Havana, Montreal e Tribeca. ARUAC também recebeu inúmeros prêmios no Brasil e no exterior. Atualmente, A Aruac Filmes está finalizando o filme “Cinema Novo” panorama do principal movimentocinematográfico da América Latina através do testemunho dos seus principais autores. Com direção de Eryk Rocha e co – produção da Coqueirão Filmes e Canal Brasil. Simultaneamente, prepara o longa de ficção “Breves Miragens de Sol.

 Longa-metragens: Rocha que Voa (Brasil/Cuba, 2002), Direção Eryk Rocha; Intervalo Clandestino(Brasil, 2006), Direção Eryk Rocha; Pachamama (Brasil, 2009), Direção Eryk Rocha; Diário de Sintra(Brasil, 2008), Direção Paula Gaitán; Vida (Brasil, 2008), Direção Paula Gaitán; Transeunte (Brasil, 2010),Direção Eryk Rocha; Jards (Brasil, 2012), Direção Eryk Rocha; Agreste (Brasil, 2013), Direção PaulaGaitán; Exilados no Vulcão (Brasil, 2013), Direção Paula Gaitán; Campo de Jogo (Brasil, 2014), Direção Eryk Rocha; Noite (BRASIL, 2015), Direção Paula Gaitán; Cinema Novo (Brasil, 2016), Direção Eryk Rocha.

Curtas-metragens: Medula (Brasil, 2005), Direção Eryk Rocha; Dramática (Brasil, 2005), Direção Ava Rocha; Monsanto (Brasil, 2008), Direção Paula Gaitán; Kogi (Brasil, 2009), Direção Paula Gaitán; Memória da Memória (Brasil, 2013), Direção Paula Gaitán; Igor – (Brasil, 2015) Eryk Rocha.

Televisão: Cinema e Pensamento (2006), Direção Eryk Rocha e Paula Gaitán – Coprodução com o Canal Brasil; Da Selva à Cordilheira (2009), Direção Eryk Rocha; Foucault – Loucura e Desrazão (2014), Direção Eryk Rocha –Co-produção com a TV SESC; Série Os Resistentes, em parceria com o Canal Brasil; Serie Cinema Novo, em parceria com o Canal Brasil; Serie Campo de Jogo, em parceria com o Canal Brasil.



Sobre a distribuidora - Vitrine Filmes:

 Em seis anos a Vitrine Filmes distribuiu mais de 70 filmes, dentre seus maiores sucessos o longa: Hoje eu quero voltar sozinho, que alcançou mais de 200 mil espectadores, O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho, considerado pelo New York Times um dos melhores filmes de 2012, Frances Ha, indicado ao Globo de Ouro em 2014, e Califórnia, filme de estreia de Marina Person, selecionado para o Festival de Tribeca. Para o segundo semestre deste ano, a Vitrine Filmes conta com os lançamentos Mãe só há uma, de Anna Muylaert, diretora do premiado Que Horas ela Volta?, Aquarius, segundo longa de Kleber Mendonça Filho,selecionado para competição oficial de Cannes de 2016 e Cinema Novo, de Eryk Rocha, também selecionado para o festival.

 GRADE DE HORÁRIOS:

10 de novembro (quinta-feira)

15h – Cinema Novo

17h – Cinema Novo

19h – Cinema Novo

11 de novembro (sexta-feira)

15h – Cinema Novo

17h – Cinema Novo

19h – Cinema Novo

12 de novembro (sábado)

15h – Cinema Novo

17h – Cinema Novo

19h – Cinema Novo

13 de novembro (domingo)

15h – Cinema Novo

17h – Cinema Novo

19h – Cinema Novo

15 de novembro (terça-feira)

15h – Cinema Novo

17h – Cinema Novo

19h – Cinema Novo

16 de novembro (quarta-feira)

15h – Cinema Novo

17h – Cinema Novo

19h – Cinema Novo

 

 C i n e B a n c á r i o s

Rua General Câmara, 424, Centro

Porto Alegre | RS | CEP 90010-230



Fone: (51) 34331204 

Nenhum comentário: