Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 68 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Cine Dica: Curso Boca do Lixo


Apresentação

A fórmula “produção de baixo custo+erotismo+título apelativo” tornou o cinema produzido na Boca do Lixo um grande sucesso de público. No período compreendido entre o início dos anos 70 até a metade dos anos 80, foram as produções oriundas daquele lugar localizado no centro de São Paulo que tiveram vida própria no contexto da produção cinematográfica brasileira.


Mas nem tudo era sucesso. Por outro lado, se havia essa cumplicidade com o público, os seus integrantes enfrentavam além da censura rígida, uma crítica cinematográfica muito desconfiada, para não dizer o mínimo. Subitem da pornochanchada - filmes que continham apelo popular, acrescido de malícia na trama e nudez feminina nas cenas – a produção cinematográfica da Boca do lixo foi responsável por grande parte dos filmes brasileiros produzido na década de 70. Estimulados pela lei de obrigatoriedade, os produtores da Boca do lixo faziam filmes para o mercado exibidor, que retribuía dando-lhes espaço no circuito. Isto levou a esta marca impressionante, ainda mais quando se constata que essas películas não foram financiadas por capital estatal (leia-se Embrafilme) nem por leis de incentivos, numa época que esse mecanismo sequer era imaginado como forma de financiamento para o mercado audiovisual. Eram sim, financiadas pelas produtoras da Boca de Lixo e numa escala menor, por empresários ligados à indústria paulista.


O tempo passou e as películas, condenadas ao esquecimento, ficaram rotuladas como sendo “filme nacional de mulher pelada”. Porém, desde os anos 2000, a pornochanchada, mais especificamente a produção oriunda da Boca do lixo, vem sendo resgatada pelas novas gerações graças ao advento da televisão por assinatura, especificamente através do Canal Brasil que exibe com regularidade alguns de seus principais títulos. Há também o caso da internet, onde com relativa facilidade se encontram longas que fizeram sucessos e outros que nem tanto. Com isso, muitas delas adquiriram o status de “cult”.


Objetivos

O curso Boca do Lixo: Nos tempos da pornochanchada, ministrado por Cassiano Scherner, tem como objetivo mostrar a trajetória de seus produtores, artistas e técnicos que integraram este gênero cinematográfico. Também serão mostradas as causas de seu sucesso e de seu declínio. Além disso, irá discutir a importância deste gênero na cultura cinematográfica de nosso país.

Público alvo
A atividade se destina a quaisquer interessados no tema, não sendo necessários pré-requisitos para participar do curso.


Conteúdo programático

Aula 1

- As origens
As produtoras da linha de frente: Cinedistri; Servicine; MASPE Filmes; E.C. Distribuidora Importadora e Marte Filmes, entre outras.
- Os diretores: David Cardoso, Jean Garrett, Cláudio Cunha, Ody Fraga e Tony Vieira.
- Intelectualidade e sofisticação na direção de filmes: Carlos Rienchebach e Walter Hugo Khouri.
- A consolidação: A independência financeira sem o incentivo da Embrafilme.
- O circuito exibidor prestigia o cinema nacional.


Aula 2

- As atrizes: Matilde Mastrangi, Helena Ramos, Aldine Müller, Nicole Puzzi e Zilda Mayo.
- Atrizes globais nos filmes da Boca do Lixo: Vera Fischer e Sandra Bréa.
- O declínio:  A entrada dos filmes estrangeiros de sexo explícito.
- A decadência das salas de cinema de rua.
- Desobediência às leis protecionistas.
- O cinema da Boca do Lixo como legado cinematográfico.


Ministrante: Cassiano Scherner
Formado em Jornalismo pela Unisinos e possui Mestrado e Doutorado em Comunicação Social pela PUCRS. É professor universitário tendo trabalhado nos cursos de Comunicação Social da Universidade de Passo Fundo (RS), Faculdade Social da Bahia (Salvador, BA), FACCAT (Taquara, RS) e Faculdade Cenecista de Bento Gonçalves (RS). Também ministrou a disciplina “Introdução à história do cinema brasileiro e gaúcho", que integra o Curso de Especialização de Pós-Graduação em Cinema do Centro Universitário Franciscano (Unifra) em Santa Maria (RS).


Curso
BOCA DO LIXO: NOS TEMPOS DA PORNOCHANCHADA
de Cassiano Scherner


Datas: 17 e 18 / Setembro (sábado e domingo)

Horário: 15h às 18h

Duração: 2 encontros presenciais (6 horas / aula)

Local: Cinemateca Capitólio
(Rua Demétrio Ribeiro, 1085 - Porto Alegre - RS)

Investimento: 
R$ 90,00
(Valor promocional de R$ 70,00 para as primeiras 10 inscrições por depósito bancário)
Formas de pagamento: Depósito bancário / Cartão de Crédito (PagSeguro - parcelado)

Material: Certificado de participação e Apostila (arquivo em PDF)

Informações
cineum@cineum.com.br / Fone: (51) 9320-2714



Realização

Patrocínio
Nerdz

Apoio

Nenhum comentário: