Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Cine Dica: "Aquarius" segue em cartaz no CineBancários

Nota: Leiam a minha crítica clicando aqui e assistam ao filme nessa sala.     
O filme brasileiro mais comentado e aclamado do ano continua em cartaz no CineBancários! “Aquarius”, do premiado diretor Kleber Mendonça Filho, segue sendo exibido na nossa sala de cinema por mais uma semana nas sessões das 15h, 17h30 e 20h.
“Aquarius” foi ovacionado na sua primeira exibição no Brasil e concorreu à Palma de Ouro do 69º Festival de Cinema de Cannes, um dos prêmios mais cobiçados do circuito de cinema. O filme ganhou grande repercurssão no festival de cinema francês e no mundo quando os atores e o diretor da obra realizaram um protesto, durante a sessão de gala, contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, chamando a atenção da mídia internacional para a situação política do Brasil.


Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$10,00. Estudantes, idosos, pessoas com deficiência, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$5,00. Aceitamos os cartões Vale Cultura do Banrisul, Banricompras, Visa e Mastercard.

AQUARIUS
Clara (interpretada por Sonia Braga) mora de frente para o mar no Aquarius, último prédio de estilo antigo da Av. Boa Viagem, no Recife. Jornalista aposentada e escritora, viúva com três filhos adultos e dona de um aconchegante apartamento repleto de discos e livros, ela irá enfrentar as investidas de uma construtora que tem outros planos para aquele terreno: demolir o Aquarius e dar lugar a um novo empreendimento.
         "Aquarius" teve sua estreia mundial na França, como parte da seleção oficial competitiva do Festival de Cannes e ganhou o prêmio de melhor filme no Festival de Cinema de Sydney. O longa também participou do Festival de Karlovy Vary, na República Tcheca, do Festival Internacional de Cinema da Nova Zelândia, do Festival Internacional de Cinema de Melbourne; do Festival de Sarajevo, na Bósnia, e acaba de ser selecionado para o Festival de Cinema de Nova York.
Em Cannes, "Aquarius" ficou também marcado pelo protesto contra o impeachment de Dilma Rousseff que o diretor e o elenco fizeram no tapete vermelho. "Um golpe ocorreu no Brasil", "Resistiremos" e "Brasil não é mais uma democracia" eram alguns dos cartazes que o cineasta e sua equipe seguravam no tapete vermelho, antes de voltar a se manifestar ao grito "Fora!" na sala do Grande Teatro Lumiere, minutos antes da projeção.
Além disso, o filme agradou a crítica, tendo sido aplaudido por vários minutos após o fim da sessão. O jornal britânico "Daily Telegraph" deu o seguinte título à resenha: "'Aquarius' vai fazer você querer morar no Brasil". Ainda no festival francês, a atuação de Sonia Braga no papel de uma mulher que se recusa a deixar de viver do modo como deseja, recebeu muitos elogios.

"'Aquarius' é uma meditação perspicaz sobre a transitoriedade desnecessária de um local e como o espaço físico suprime nossa identidade"
Jay Weissberg, da revista "Variety"

"O filme não termina da maneira esperada e talvez nem termine de fato. É um retrato de densa observação e o retrato soberbamente interpretado de uma mulher de uma certa idade."
Peter Bradshaw, do The Guardian

"Braga foi uma escolha perfeita para interpretar alguém presa ao passado (especialmente a uma coleção de LP de hits da músicas brasileiras e internacionais) e a um desejo de se manter corporalmente ativa"
Jordan Mintzer, do Hollywood Reporter

KLEBER MENDONÇA FILHO
Kleber Mendonça Filho nasceu no Recife, em 1968. Formado em jornalismo pela Universidade Federal de Pernambuco, tem um trabalho abrangente como crítico e responsável pelo setor de cinema da Fundação Joaquim Nabuco já há 18 anos. Escreveu para o Jornal do Commercio, no Recife, seu site CinemaScópio, Revistas Continente, Cinética e o jornal Folha de S. Paulo. É também diretor artístico do Janela Internacional de Cinema do Recife, que terá sua 9ª edição em novembro 2016. Como realizador, migrou do vídeo nos anos 90, quando experimentou com ficção, documentário e videoclipes para o digital e o 35mm na década de 2000, seus filmes receberam mais de 120 prêmios no Brasil e no exterior. Sua primeira experiência no longa metragem é o documentário Crítico (2008), realizado ao longo de nove anos. O Som ao Redor (2012) foi seu primeiro longa-metragem de ficção, exibido em mais de 100 festivais internacionais, lançado comercialmente em 14 países, o filme foi o representante brasileiro no Oscar 2014 e considerado “Um dos 10 Melhores Filmes do ano” pelo jornal The New York Times.

SONIA BRAGA
A atriz Sonia Braga é um ícone do Cinema. Teve seu primeiro sucesso internacional com Dona Flor e Seus Dois Maridos (Bruno Barreto, 1976), que vendeu mais de 11 milhões de ingressos no país, um recorde histórico. Sucessos equivalentes na televisão com as novelas Gabriela (1975) e Dancing’ Days (1978) confirmaram sua popularidade fenomenal, seguida de outros sucessos de bilheteria com seu nome no topo das marquises dos cinemas em A Dama do Lotação (Neville D’Almeida, 1978) e Eu Te Amo (Arnaldo Jabor, 1981). Teve participação marcante no vencedor do Oscar O Beijo da Mulher Aranha (Hector Babenco, 1984) e participou de filmes em Hollywood como Luar Sobre Parador (Paul Mazursky, 1988) e Rebelião em Milagro (Robert Redford, 1988). Sonia Braga foi indicada para três Globos de Ouro e um prêmio Emmy. Seus trabalhos mais recentes na televisão incluem Alias, American Family e a série da Netflix Luke Cage.

FICHA TÉCNICA
AQUARIUS
2016 / Brasil – França / Ficção / 141 minutos
Classificação: 18 anos
Diretor e roteirista: Kleber Mendonça Filho

Elenco: Sonia Braga, Humberto Carrão, Maeve Jinkings,
Irandhir Santos e Carla Ribas
Produtora: Emile Lesclaux
Produtores: Said Ben Said e Michel Merkt
Coprodutor: Walter Sales
Produtor Associado: Carlos Diegues
Produtora Executiva: Dora Amorin
Direção de Fotografia: Pedro Soteiro e Fabricio Tadeu
Direção de Arte: Juliano Dornelles e Thales Junqueira
Edição: Eduardo Serrano
Edição e Mixagem: Ricardo Cutz
Som Direto: Nicolas Hallet
1º Assistente de Direção: Milena Times
Produtores Executivos: Tiago Melo e Kika Latache
Casting: Marcelo Caetano
Preparação de Elenco: Amanda Gabriel e Leonardo Lacca
Maquiagem: Tayce Vale
Figurino: Rita Azevedo

GRADE DE HORÁRIOS
6 de setembro (terça-feira)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho


7 de setembro (quarta-feira)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho


8 de setembro (terça-feira)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho


9 de setembro (quarta-feira)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho


10 de setembro (quinta-feira)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho


11 de setembro (sexta-feira)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho


12 de setembro (sábado)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho


13 de setembro (domingo)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho


15 de setembro (terça-feira)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho

17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho


16 de setembro (quarta-feira)

15h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
17h30 – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho
20h – Aquarius, de Kleber Mendonça Filho

Nenhum comentário: