Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Cine Dica: Em Blu-Ray, DVD, Netflix e locação via TV a Cabo: Batman: Assalto em Arkham



Sinopse: O grupo formado por Arlequina, Pistoleiro, Capitão Bumerangue, Tubarão Rei, Nevasca e Aranha Negra fica incumbida em invadir o Asilo Arkham em sigilo e recuperar um HD com informações confidenciais sobre Amanda Waller e o Esquadrão, alocado no cajado do Charada, que ameaçou levar as informações a público e prejudicar o sigilo das operações realizadas pelo Esquadrão Suicida.

 

Batman: Ataque ao Arkham é um filme animado americano de 2014 lançado diretamente em vídeo e que faz parte dos filmes originais da DC Universe Animated. A história é baseada no universo do videogame Batman: Arkham, e é uma seqüência direta de Batman: Arkham Origens. Dirigido por Jay Oliva & Ethan Spaulding, com roteiro de Heath Corson e produzido por James Tucker. O filme foi lançado em 12 de agosto de 2014, mas eu acredito que somente agora tenha chamado mais atenção do público graças ao filme Esquadrão Suicida que foi lançado semana passada nos cinemas.
As tramas são diferentes, mas a proposta é a mesma: criado por uma organização secreta do governo, grupo é formado por foras da lei para participar de missões suicidas. Caso cumprem o dever terão então pena reduzida, mas caso não consigam, mesmo se forem eliminados em campo, o governo então sai limpo do caso. Inspirado no vídeo game de sucesso, o filme pode ser bem visto, independente se jogou ou não o jogo. Visualmente a animação é muito bem caprichada e prova mais uma vez o porquê da DC/Warner possuir uma franquia estabilizada em termos de longas animação que vai direto em DVD.
O mais animador desse longa animado é o fato da duração ser pouco mais de uma hora de duração, mas capaz de nos apresentar uma trama com começo, meio e fim bem amarrados e dar espaço necessário para inúmeros personagens que surgem na tela. Claro que sempre há os personagens que ganham maior destaque e aqui não é diferente. Assim como no longa metragem para o cinema, o destaque vai para Arlequina, Pistoleiro e o Coringa, sendo que esse último, como sempre, rouba a cena quando surge na tela.
Não espere por uma formação de grupo de super heróis amistosa como acontece em determinadas adaptações, pois os integrantes do esquadrão não estão nem aí um para o outro, tão pouco em salvar o mundo, a não serem eles mesmos. Isso logicamente gera desavenças em alguns momentos e fazendo a gente se perguntar se irá sobrar algum integrante  vivo até o final da trama. Curiosamente o título (Batman: Assalto em Arkham) acho um equivoco, já que Batman é um coadjuvante e boa parte da trama a gente assiste pela perspectiva dos vilões, ou anti-heróis se você preferir. 
Portanto, quem sair de uma sessão de Esquadrão Suicida, corra para uma loja (nas Lojas Americanas se acha fácil) e compre essa animação caprichada, corajosa e muito bem vinda. 
        



Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: