Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Cine Dica: Em Cartaz: JOGO DO DINHEIRO

Sinopse:Lee Gates (George Clooney) é um guru financeiro que faz sucesso por causa de seu programa televisivo. Todos os dias ele tira dúvidas de telespectadores, entre eles o jovem Kyle (Jack O'Connell), que acaba perdendo todo seu dinheiro após uma dica dada por Gates. Descontrolado, Kyle invade o programa e faz o apresentador de refém.

George Clooney, Julia Robert e Jodie Foster. Ambos tem muito em comum, pois embora a última tenha se consagrado nos anos 70 a partir de Taxi Drive, foi realmente na década de 90 que garantiu o seu auge com O Silêncio dos Inocentes. Já Clooney e Robert construiram as suas carreiras de sucesso no início daquela década: o primeiro teve a sorte de atuar na série de sucesso Plantão Médico e dando sinal verde para estrelar inúmeros filmes para o cinema. Já Julia Robert se tornou namoradinha da América a partir do já clássico Uma Linda Mulher.
Passados os anos, os três passaram por altos e baixos na carreira, mas jamais perderam a postura, mesmo não estando nem sempre a frente de grandes ou até mesmo pequenas produções. Foster então decidiu seguir a carreira de diretora e criou o ótimo Um Novo Despertar, estrelado pelo também astro dos anos 90 (esse sim hoje em decadência) Mel Gibson. Eis que então Foster decide dirigir novamente esse filme intitulado Jogo do Dinheiro e convidando os seus colegas dos anos 90 Clooney e Robert. O resultado é um filme, cuja a proposta é fazer uma crítica sobre as engrenagens da bolsa de valores hoje, mas que infelizmente chega um pouco atrasado para tal missão.
Para começar, o filme funcionaria muito bem na década de 90, tanto que o filme lembra até mesmo a estética  que determinados  filmes  tinham naquele tempo. Apresentado agora com essa proposta, o filme já se encontra datado, principalmente se a obra é comparada ao recente A Grande Aposta, sendo esse sim, um filme que é inteligente, original e que nos mostra de uma forma criativa e bem humorada como funciona as engrenagens da movimentação do dinheiro de hoje e como qualquer passo em falso pode acarretar consequências desastrosas.
O que sobra então é George Clooney sendo  George Clooney, uma Julia Robert  sendo Julia Robert e uma cineasta Jodie Foster no piloto automatico e que tenta a todo momento tirar algo de original nisso, mas sem muito sucesso. Nem ao menos o personagem Kyle Budwell (Jack O'Connell) responsavel pelo estopim para a movimentação da trama ajuda muito nisso, já que ele não nos emociona em nenhum momento e tão pouco nos preocupamos com o seu destino, que alías, já sabemos onde ele irá chegar. Vale destacar também é o fato da grande midía fazer um verdadeiro circo com determinadas situações, mas isso já deixa claro que já foi explorado a exaustão em clássicos como A Montanha dos Sete Abutres e até mesmo em filmes pequenos como O Quarto Poder.
Com um final previsivel e sem nenhum atrativo, Jogo do Dinheiro é apenas uma representação palida de como eram feitos inúmeros filmes americanos da década de 90, sendo muitos deles hoje esquecidos e fazendo a gente se dar conta de como a década de 80 era bem mais dourada. 


Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: