Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Cine Dica: Em Blu-Ray, DVD, Netflix e locação via TV a Cabo: Garota Sombria Caminha pela Noite



Sinopse: Bad City é uma cidade iraniana abandonada e sem leis, onde vivem diversos traficantes e prostitutas. Enquanto Arash (Arash Marandi) luta para sobreviver e para afastar o próprio pai do vício em drogas, a Garota (Sheila Vand) parambula pelas noites, com um segredo: ela é uma vampira, e mata seres solitários para saciar a sede de sangue. Quando os dois se encontram, as suas vidas se transformam.


Vampiros é um elemento comum há décadas, tanto cinema, como também na literatura, HQ e séries de TV. Obras sobre esses seres da noite surgem a todo o instante, de todas as partes do globo. Um exemplo que fortalece isso é Garota Sombria Caminha pela Noite, produção iraniana que mostra uma sanguessuga em um cenário até então inédito.
Com direção e roteiro de Ana Lily Amirpour, o filme num primeiro momento não lembra um gênero de terror, sendo já um ponto positivo, pois explora muitas outras camadas de interpretação, indo mais para o lado dramático. Sheila Vand vive a tal garota que caminha pelas noites atrás de suas vitimas, mas passa bem longe de ser a protagonista ou simplesmente uma vilã típica da história.
O protagonista é Arash (Arash Marandi), um trabalhador que sofre com os problemas de seu pai e pega as oportunidades que a vida lhe dá. É a partir dele que vemos um mundo melancólico, que só tem esperança nas formas mais imprevisíveis e onde o mal não é representado por um sangue suga, mas sim pelo homem do mundo real. 
Garota Sombria Caminha pela Noite é uma obra que foge do lugar, sendo uma ótima oportunidade de se assistir algo fora dos padrões do cinemão americano, mas com grande qualidade de trama e tendo um casamento feliz com uma impecável fotografia em preto e branco.   




Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: