Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Cine Especial(HQ): TOP 10: AS MELHORES HQ ESTRELADAS POR SUPERMAN



Batman VS Superman está nos cinemas e apesar de estar dividindo a crítica (mal acostumados com o bom humor da Marvel) o filme já faturou até agora R$ 530 milhões de dólares. Como eu fiz um top 10 das melhores HQ do Batman graças ao embalo do filme, decidi então fazer o mesmo com o homem de aço. Confiram abaixo.            

1º Grandes Astros Superman
Grant Morrison, Frank Quitely, Jamie Grant

Mais do que uma HQ, Grandes Astros Superman é uma declaração de amor ao personagem. Grant Morrison sempre teve paixão pela da Era de Prata das HQs e aqui ele usa todos os elementos daquele tempo para criar uma trama definitiva ao homem de aço. Envenenado pelo excesso de radiação solar, a mesma que lhe confere seus poderes, Superman tem cerca de um ano para viver. Diz à profecia que ele vai completar doze tarefas antes de seu fim. Que ele vai salvar o mundo. Em doze edições, o maior herói dos quadrinhos realiza feitos nunca antes tentados, testa seus limites, declara seu amor e faz da Terra um lugar melhor. Uma obra prima.

2º Para o Homem Que Tem Tudo
Alan Moore, Dave Gibbons

Uma trama que parte o coração ao meio. É aniversário do Superman e ele é “presenteado” com uma flor parasita que o paralisa e alimenta sua mente com seu maior desejo. No caso dele, o de viver num Krypton que nunca explodiu e ter uma família que ama. Batman, Robin e a Mulher-Maravilha o encontram na Fortaleza da Solidão em transe, com Mongul pronto para conquistar o mundo. Uma trama poética, onde mostra que o homem mais invencível do mundo, talvez não tenha tudo o que realmente queria no mais fundo do seu intimo. Obra prima e cortesia da equipe de Watchmen.

3º O Que Aconteceu ao Homem de Aço?
Alan Moore, Curt Swan, George Pérez

No momento em que Crise nas Infinitas Terras estava reescrevendo o Universo DC. O editor dos dois títulos do Homem de Aço achou que era o momento de encerrar uma era. Ele convocou Alan Moore e lhe entregou a chance para fazer o que bem entender nessa trama. Em duas edições, auxiliado pela arte Curt Swan, Moore criou o fim definitivo do herói da era de prata, quando ele confronta seu pior inimigo e toma uma decisão que vai mudar completamente sua vida e a de quem ele ama. O Que Aconteceu ao Homem de Aço? agrada em cheio para aqueles que sonham em ler uma trama que coloca por fim as HQ do seu herói preferido.

4º Crise nas Infinitas Terras
Marv Wolfman e George Perez.

Ta certo que a mega saga clássica que redefiniu o universo DC nos anos 80 tinha inúmeros heróis como protagonistas, mas é preciso reconhecer que Superman foi protagonista de momento chaves da trama. O embate dele contra o vilão Antmonitor é sufocante e terminando com o sacrifício de Supermoça. E fora essa versão da era de prata, tínhamos o Superman envelhecido da era de ouro e testemunhando o seu universo sendo morto em questão de segundos.
O embate dele contra o vilão é antológico e termina com chave de ouro para o primeiro grande herói das HQ. Pena que a DC decidiu retornar com o personagem no dispensável Crise Infinita.      

5º O Reino do Amanhã
Mark Waid, Alex Ross

O futuro amedrontador de Mark Waid e Alex Ross mostra um mundo sem a presença dos  verdadeiros heróis, em que seus herdeiros colocam de lado suas boas virtudes e fazem de seus poderes o que bem entender. É quando a profecia revela o fim do mundo a um pastor, e quando o Superman deixa seu exílio para comandar as forças do bem contra o mau, ou mais ou menos isso.
A trama coloca o personagem na corda bamba, onde a qualquer momento, tudo do qual ele acreditava pode se tornar insuficiente para conte-lo, caso ele venha a perder a razão e a esperança com relação ao mundo em que vive. A HQ definitiva do final do século 20.
    
6º O Homem de Aço
John Byrne, Dick Giordano

Depois do fim de Crise das Infinitas terras veio então o recomeço. John Byrne assumiu as rédeas criativas do Superman, e essa minissérie em seis partes foi à fundação na qual ele construiria um herói definitivamente mais humano e, por que não, mais heróico. Byrne indiscutivelmente criou as melhores histórias do Homem de Aço nos anos que se seguiram.

7º O Ultimo Filho
Geoff Johns, Richard Donner, Adam Kubert

A Trama começou pelo embalo do lançamento de Superman: O Retorno em 2006, mas em vez de ser um simples caça níquel, a trama ganhou vôo próprio.  Um menino que diz ser de Krypton surge em Metrópolis e, após ser levado pelos militares, é resgatado pelo Superman e levado para a fazenda dos Ken, batizado Christopher, ele é adotado por Clark Kent e Lois Lane. A trama logo coloca Bizarro, General Zod e Lex Luthor, em uma batalha que termina na Zona Fantasma. Geoff Johns, roteirizando uma idéia dele e do diretor Richard Donner, faz um ótimo trabalho em amarrar algumas idéias do filme de 1978, como se a trama dessa continuidade aqueles filmes.

8º As Quatro Estações
Jeph Loeb, Tim Sale

Os primeiros anos Superman são recontados de uma forma singela e simples nas mãos de Loeb e Sale. É as mesmas origens, mas contadas com novas camadas, cada uma revelando que o verdadeiro protagonista não é o homem de aço mas sim Clark Kent. A minissérie acompanha o primeiro ano formativo do herói, entre decepções amorosas, a descoberta de seus superpoderes e seu lugar no mundo. Percebesse que é uma trama que se passa em paralelo com que John Byrne havia criado, mas a intenção de Loeb e era no fundo recuperar o lado de majestade do herói em painéis inspirados em arte contemporânea americana.
A Morte do Superman
 Dan Jurgens, Roger Stern, Louise Simonson, Jerry Ordway, e Karl Kesel

Não tem como se esquecer desse grande evento que foi em 1993. A Liga da Justiça da época é tombada perante a força descomunal do monstro Apocalipse e somente Superman para conter a criatura. A destruição percorre em vários pontos dos EUA até chegar em Metropolis.  Na derradeira edição, muitos socos, sangue e sacrifício e tanto o herói como o monstro morrem num duelo de titãs sem precedentes.
É claro que tudo isso foi uma forma de alavancar as vendas e deu mais do que certo. Logo em seguida houve o funeral desaparecimento do cadáver, o surgimento de quatro Supermans e, claro, o retorno do original e que gerou consequências em todo o universo DC, principalmente por um certo Lanterna Verde.

10º  A Linha da Selva
Alan Moore, Rick Veitch, Al Williamson

Ao entrar em contato com um fungo alienígena, o Superman chega a uma terrível conclusão: ele vai morrer. Com seus poderes falhando, e a certeza de que pode machucar quem estiver por perto quando a febre alta o fizer alucinar, ele dirige  para o Sul dos Estados Unidos, para os pântanos solitários da Flórida. Ali encontra um aliado inusitado: o Monstro do Pântano. Alan Moore, pouco antes de Watchmen, criou um conto sombrio que fez o herói encarar um desafio que ele seria incapaz de enfrentar com os punhos.



 Me sigam no Facebook, twitter e Google+

2 comentários:

oxyde disse...

Faltaram:

Superman: Red Son
Superman: Secret Identity

e principalmente:

Superman Vol 2, #22: "The Price"

Marcelo Castro Moraes disse...

Anotado