Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 19 de abril de 2016

Cine Dicas: Em Blu-Ray, DVD, Netflix e locação via TV a Cabo: 2 COELHOS



Sinopse: Após se envolver em um grave acidente automobilístico, no qual uma mulher e seu filho são mortos, Edgar (Fernando Alves Pinto) é indiciado, mas consegue escapar da prisão graças à influência de um deputado estadual. Logo em seguida ele parte para uma temporada em Miami, onde retorna com um elaborado plano em que pretende atingir tanto o deputado que o ajudou, símbolo da corrupção política, quanto Maicon (Marat Descartes), um criminoso que consegue escapar da justiça graças ao suborno de políticos influentes.
 
O cinema nacional vem criando uma nova cara. Há uma diferença entre as produções feitas para vender milhares de ingressos e também aquelas em que a mira é para um público mais exigente. Porém, ainda falta mais fé na diversidade de gêneros. Há muitas comédias e dramas. Filmes de terror, suspense, ficção científica e ação, infelizmente, quase não existe. Muitos produtores apontam dos problemas: a falta de público para esses gêneros e principalmente as dificuldades de desenvolver um ótimo trabalho técnico em produções que contam com um orçamento tão baixo. 
2 Coelhos esteve longe de repetir o fenômeno de um Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro, mas prova que é possível sim realizar um cinema recheado de cenas de ação e ao mesmo tempo ser bastante criativo em sua elaboração.  Todos os méritos deste feito são exclusivos do cineasta Afonso Poyart, que em sua estreia em longa-metragem facilmente supera uma grande parte de bluckbusters americanos que invadem constantemente o nosso circuito – aliás, os direitos de 2 Coelhos já foram adquiridos por produtores americanos que desejam refilmá-lo.
Na trama fragmentada, o protagonista Edgar (Fernando Alves Pinto) executa um plano mirabolante que tem como intenção atingir dois coelhos com uma única jogada. O primeiro coelho é representado pela figura de Jader (Roberto Marchese), um político corrupto. O segundo coelho, Maicom (Marat Descartes, de Trabalhar Cansa), é um criminoso. Um casal de promotores (Neco Vila Lobos e Alessandra Negrini), um professor (Caco Ciocler) deprimido com a morte da esposa e do filho em um acidente, dois bandidos pé de chinelo (Robson Nunes e Thogun) e uma maleta com milhares de dólares – um típico McGuffin – são os personagens que se moverão de forma imprevisível dentro do plano de Edgar. 
Ao conduzir esse plano, Afonso Poyart adiciona diversos elementos pop. Há sequências que brincam com a estética e montagem, bandas como Radiohead e 30 Seconds To Mars na trilha-sonora e sequências de ação inspiradas no game Grand Theft Auto. A boa notícia é que tais referências não fazem de 2 Coelhos um filme feito para um determinado tipo de público. Servem apenas de artimanhas para uma história elaborada com esperteza e que poderá representar um pontapé para um cinema que clama por mais diversidade.
Enfim, um filme que facilmente entrará nas listas futuras dos melhores filmes nacionais de todos os tempos. Duvidam? Então aguardem.   



   Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: