Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Cine Dica: CINEMATECA CAPITÓLIO RECEBE MOSTRA APTC 2016

Entre os dias 3 e 11 de maio, a Cinemateca Capitólio recebe a Mostra APTC 2016, evento que comemora os 31 anos da Associação Profissional dos Técnicos Cinematográficos do Rio Grande do Sul. A mostra reúne um panorama das três últimas décadas do cinema produzido no Estado, com a exibição de 20 longas e 50 curtas-metragens. O evento acontece em três cinemas do Centro da capital, com sessões no CineBancários, na Sala Eduardo Hirtz da Casa de Cultura Mario Quintana, e na Cinemateca Capitólio. A atividade tem curadoria da Associação de Críticos de Cinema do RS (ACCIRS). A entrada é franca.

Na Cinemateca Capitólio, serão exibidos filmes importantes da história do cinema realizado no Rio Grande do Sul como Anahy de las Misiones (1997), de Sergio Silva, Tolerância (2000), de Carlos Gerbase e Houve uma Vez Dois Verões (2002), de Jorge Furtado, entre outros. No domingo, 08 de maio, acontece uma sessão de O Cárcere e a Rua comentada pela diretora Liliana Sulzbach.

"A intenção desta Mostra APTC 2016 é mostrar a diversidade da produção gaúcha nestes 31 anos de existência da entidade, contemplando um audiovisual que está em transformação, principalmente nestes últimos dez anos, com a produção em formatos digitais", explica o atual presidente da entidade, Davi de Oliveira Pinheiro.

A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos da Prefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS – FUNDACINE.

FILMES

Anahy de las Misiones
Ficção, 1997, 110 minutos
Direção: Sergio Silva
Sinopse: 1839, interior do Rio Grande do Sul. Anahy (Araci Esteves) é uma mulher forte dos pampas, mãe de quatro filhos, todos de pais diferentes. Carregando uma carroça, ela luta para sobreviver em plena Revolução Farroupilha. Indiferente às paixões políticas, seu objetivo é sobreviver mascateando com caramurus (defensores do Império) e farrapos (revolucionários) o que consegue pilhar dos mortos nos combates.

Antes que o Mundo Acabe
Ficção, 2009, 100 minutos
Direção: Ana Luiza Azevedo
Sinopse: Daniel é um adolescente crescendo em seu pequeno mundo com problemas que lhe parecem insolúveis: como lidar com uma namorada que não sabe o que quer, como ajudar um amigo que está sendo acusado de roubo e como sair da pequena cidade onde vive. Tudo começa a mudar quando ele recebe uma carta do pai que ele nunca conheceu. Em meio a todas essas questões, ele será chamado a realizar suas  primeiras escolhas adultas e descobrir que o mundo é muito maior do que ele pensa.

Extremo Sul
Documentário, 2005,  92 minutos
Direção: Monica Schmiedt e Sylvestre Campe
Sinopse: Atraídos pelo desafio e pelo desconhecido, um grupo de cinco alpinistas sul-americanos planeja uma expedição para escalar o Monte Sarmiento, uma montanha de difícil acesso situada na Terra do Fogo. Uma equipe de cinema viaja junto com eles para documentar a escalada. Porém, afetados pelo isolamento, pelo clima severo e pela visão dos assustadores paredões de gelo, o grupo se depara com novos e inesperados obstáculos que mudam radicalmente o rumo da expedição e do filme. Antes de encarar a montanha, alpinistas e cineastas precisarão enfrentar seus próprios medos e rancores. Os diretores Monica Schmiedt (Antártida, O último Continente) e Sylvestre Campe (Ascent of the Lhotse Shar) não desciam as câmeras e registram uma trama densa de superações e impotências. Cheio de belas imagens, Extremo Sul é um corajoso documentário em que o cinema de aventura e o drama psicológico se fundem numa história implacavelmente real, na qual os mistérios da natureza e da alma humana têm papel igualmente decisivo.

Houve uma vez dois verões
Ficção, 2002, 75 minutos
Direção: Jorge Furtado
Sinopse: Chico, adolescente em férias na "maior e pior praia do mundo", encontra Roza num fliperama e se apaixona. Transam na primeira noite, mas ela some. Ao lado de seu amigo Juca, Chico procura Roza pela praia, em vão. Só mais tarde, já de volta a Porto Alegre e às aulas de química orgânica, é que ele vai reencontrá-la. Chico quer conversar sobre "aquela noite", mas Roza conta que está grávida. Até o próximo verão, ela ainda vai entrar e sair muitas vezes da vida dele.

O Cárcere e a Rua
Documentário, 2004, 80 minutos
Direção: Liliana Sulzbach
Sinopse: Cláudia, presidiária mais antiga e respeitada da Penitenciária Madre Pelletier, deve deixar o cárcere em breve. Assim como Betânia, que vai para o regime semi-aberto, e ao contrário de Daniela, que recém chegou na prisão e aguarda julgamento. Enquanto Daniela busca proteção na cadeia, Cláudia e Betânia vão enfrentar as incertezas de quem volta para a rua.

O Mentiroso
Ficção, 1988, 95 minutos
Direção: Werner Schünemann
Sinopse: Quatro pessoas caem na estrada, sem dinheiro e sem convicções. Fazem de uma pequena viagem de fim de semana o princípio das possibilidades de libertação. Uma desastrada discussão com a polícia rodoviária leva o grupo a ter certeza de estar sendo perseguido. De pequenos furtos para poderem comer, dormir e prosseguir viagem, os quatro acabam se envolvendo com mentirosos profissionais.

Tolerância
Ficção, 2000, 110 minutos
Direção: Carlos Gerbase
Sinopse: História de um casal que confronta suas civilizadas teorias sobre o sexo e a política com a realidade, descobrindo que nem o mundo, nem eles mesmos, ainda são suficientemente civilizados.

Curtas Programa 35mm - 81 minutos

Barbosa
Ficção, 1988, 13 min
Direção: Ana Luiza Azevedo e Jorge Furtado
Sinopse: Trinta e oito anos depois da Copa do Mundo de 1950, um homem volta no tempo a fim de impedir o gol que derrotou o Brasil, destruiu seus sonhos de infância e acabou com a carreira do goleiro Barbosa.

Sargento Garcia
Ficção, 2000, 16 minutos
Direção: Tutti Gregianin
Sinopse: Baseado no conto homônimo de Caio Fernando Abreu, narra o encontro de um jovem e um sargento na década de 70.

Deus é Pai
Animação, 1999, 4 minutos
Direção: Allan Sieber
Sinopse: Lançado com sucesso no Festival de Gramado de 1999, o curta é praticamente responsável pelo nascimento da Toscographics. As vozes foram gravadas em uma tarde no estúdio dos chapas Flu e Fornazzo e o filme levou quinze dias para ficar pronto. A primeira produção para o cinema feita seguindo os preceitos do DOGMA 1,99, manifesto lançado em 1999 e concebido por Allan Sieber e Fabio Zimbres. A voz do psicanalista do filme foi feita pela produtora Denise Garcia. No verão de 2000, o filme abriu as sessões brasileiras do longa “Dogma” de Kevin Smith.

Ilha das Flores
Doc/Fic, 1989, 14 minutos
Direção: Jorge Furtado
Sinopse: Um tomate é plantado, colhido, transportado e vendido num supermercado, mas apodrece e acaba no lixo. Acaba? Não. ILHA DAS FLORES segue-o até seu verdadeiro final, entre animais, lixo, mulheres e crianças. E então fica clara a diferença que existe entre tomates, porcos e seres humanos.

Três minutos
Ficção, 1999, 6 minutos
Direção: Ana Luiza Azevedo
Sinopse: Três minutos. O tempo de passar o bastão e correr 1600 metros. De cozinhar um ovo. O tempo de tomar uma decisão que pode mudar a sua vida, antes que caia a ficha.

Quintana dos 8 aos 80
Documentário, 1998, 18 minutos
Diretor: Antônio Carlos Textor
Sinopse: Obra que utiliza efeitos de computação gráfica e composições plásticas elaboradas sobre imagens de Mário Quintana, em narrativa de alto conteúdo poético.

Início do Fim
Ficção, 2005, 7 minutos
Direção: Gustavo Spolidoro
Sinopse: Um homem desiste.


GRADE DE PROGRAMAÇÃO
03 a 11 de maio de 2016

03/05
18h - Curtas - Programa 35mm
20h - O Mentiroso

04/05
18h - Tolerância
20h - Anahy de las Misiones

05/05
18h - Antes que o Mundo Acabe
20h - Extremo Sul

06/05
18h - Curtas - Programa 35mm
20h - Tolerância

07/05
18h – Concerto Capitólio
20h - Houve uma Vez Dois Verões

08/05
18h - O Cárcere e a Rua, com a presença da diretora Liliana Sulzbach
20h - Tolerância

10/05
18h - Anahy de las Misiones
20h - Antes que o Mundo Acabe

11/05
18h - O Mentiroso
20h - Extremo Su
l

Nenhum comentário: