Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Cine Dica: Em Blu-Ray, DVD, Netflix e locação via TV a Cabo: SAMBA



Sinopse: Samba Cissé (Omar Sy, o mesmo de "Intocáveis") é um imigrante senegalês que sonha fazer carreira como chef de cozinha. Contudo, apesar de viver em Paris há mais de dez anos, nunca conseguiu a tão almejada autorização de residência. Ao mesmo tempo, Alice (Charlotte Gainsbourg, de Ninfomaníaca) é uma diretora executiva que, após um surto de estresse, tira licença do trabalho e dedica seu tempo livre como voluntária em uma organização de apoio a imigrantes ilegais. É aí que os dois se encontram e a atração imediata os fazem flertar com a expectativa de um romance.

Depois do sucesso de Intocáveis, os diretores Olivier Nakache e Eric Toledano voltam a abordar a questão racial, desta vez com um roteiro mais propenso ao drama do que o trabalho anterior. A imigração e a xenofobia no contexto francês, tema recorrente no cinema do país, servem como base para Samba, que tempera a sua crítica com boas cenas de comédia e uma improvável história de amor. O filme se divide entre as duas personagens e seus dramas distintos, seduzindo o espectador com a idéia de um desfecho repleto de possibilidades.
De um lado, a luta de um imigrante pela sua dignidade. De outro, uma mulher bem-sucedida tentando reencontrar os prazeres da vida. Mas é no respiro entre uma história e outra, que Samba encontra a sua graça. São nas cenas onde a tensão dá lugar à uma comicidade despretensiosa e à leveza de uma trilha sonora que vai de Gilberto Gil a Bob Marley.
O filme foi um dos grandes destaques do Festival Varilux de Cinema Francês. 

Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: