Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Cine Dica: RAROS HOMENAGEIA CHRISTOPHER LEE COM FILME EXPERIMENTAL CATALÃO

Na sexta-feira, 24 de julho, às 20h, o Projeto Raros faz uma homenagem a Christopher Lee, ator monumental que nos deixou no último mês, com a exibição de Cuadecuc, Vampir (1970, 69 minutos), dirigido pelo catalão Pere Portabella, na  Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar). Com projeção em DVD e legendas em português, a sessão tem entrada franca.
Uma das mais importantes produções clandestinas do cinema espanhol, Cuadecuc, Vampir traz uma combinação onírica entre ensaio, documentário e ficção e é definido pelo próprio Portabella como um “filme-vampiro”. Realizada com negativos roubados da televisão estatal, a obra se constrói através das filmagens de Conde Drácula (1970), de Jesús Franco, com Christopher Lee e as musas Maria Rohm e Soledad Miranda no elenco. Foi rapidamente percebida como uma alegoria sobre a vampirização do povo espanhol pelo regime do general Francisco Franco, mas também como uma desconstrução do cinema de horror clássico e uma homenagem aos primeiros filmes sobre a história do vampiro, especialmente Vampyr, de Carl Theodor Dreyer e Nosferatu, de F. W. Murnau.
Co-idealizado pelo principal colaborador de Portabella, Joan Brossa, Cuadecuc-Vampir marca a transição do Novo Cinema Espanhol (permitido pelo Estado) a um período clandestino, ilegal e de total oposição às práticas do regime de Franco. Com liberdade total e financiamento próprio, Portabella exerce dois tipos de violência sobre a narrativa original do filme de Jesús Franco: elimina a cor e substitui a trilha sonora por uma paisagem de colisões entre imagem e som, em colaboração com Carles Santos. A imagem em 16mm (os negativos utilizados eram sonoros) força tensões entre o preto e branco, que favorecem o estranho "materialismo fantasmático" de uma análise reveladora dos mecanismos de construção do ilusionismo do cinema narrativo tradicional.
Pere Portabella é um dos nomes mais importantes da cinematografia espanhola. No final dos anos 1950, fundou a produtora Films 59, responsável por alguns dos marcos inaugurais do Novo Cinema Espanhol, como a obra de estreia de Carlos Saura, Los Golfos (1958) e El Cochecito (1960), de Marco Ferreri. Também co-produziu Viridiana (1961), o retorno escandaloso de Luis Buñuel ao país. Mais recentemente, produziu Trem de Sombras (1997), obra-prima de José Luís Guerín, um dos principais nomes do cinema contemporâneo da Catalunha. Portabella começou a dirigir filmes experimentais a partir da segunda metade dos anos 1960, com destaque para Nocturno 29 (1968). Nos anos 1970, com o endurecimento dos últimos anos do regime franquista, teve seu passaporte cancelado e acabou proibido de realizar filmes no país. Cuadecuc-Vampir foi exibido em Cannes e no MoMa, em Nova York, sem a presença do diretor.   
 
PROJETO RAROS
24/07 – 20h
CUADECUC, VAMPIR
(Espanha, 1970, 69 minutos)
Direção: Pere Portabella
Elenco: Christopher Lee, Soledad Miranda, Maria Rohm, Herbert Lom, Jack Taylor.
Exibição em DVD com legendas em português


GRADE DE HORÁRIOS
21 a 26 de julho de 2015
 
21 de julho (terça-feira)
15:00 – Hamlet
17:00 – Batguano
19:00 – Jornada ao Oeste

22 de julho (quarta-feira)
15:00 – Hamlet
17:00 – Batguano
19:00 – Jornada ao Oeste

23 de julho (quinta-feira)
15:00 – Hamlet
17:00 – Batguano
19:00 – Jornada ao Oeste

24 de julho (sexta-feira)
15:00 – Hamlet
17:00 – Batguano
19:00 – Jornada ao Oeste
20:00 – Projeto Raros (Cuadecuc, Vampir, de Pere Portabella)

25 de julho (sábado)
15:00 – Hamlet
17:00 – Batguano
19:00 – Jornada ao Oeste

26 de julho (domingo)
15:00 – Hamlet
17:00 – Batguano
19:00 – Jornada ao Oeste
 
Sala P. F. Gastal
Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia
Av. Pres. João Goulart, 551 - 3º andar - Usina do Gasômetro
Fone 3289 8133

www.salapfgastal.blogspot.com

Nenhum comentário: