Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Cine Especial: SAM PECKINPAH: O REBELDE IMPLACÁVEL: Parte 3

Nos dias 18 e 19 de Setembro eu estarei participando do curso  Sam Peckinpah: O Rebelde Implacável, criado pelo Cena Um e ministrado pelo escritor e editor Cesar Almeida. Enquanto os dias da atividade não chegam, estarei por aqui postando sobre o que achei de cada filme desse diretor polêmico, porém o mais corajoso que surgiu, em um dos  períodos mais autorais do cinema americano.

.   Os Implacáveis (1972)
Sinopse: Detento, preso há quatro anos, planeja sua fuga com a ajuda de sua mulher. Os dois propõem assaltar um banco e dividirem o lucro com um político corrupto, em troca da liberdade dele. Mas, durante o assalto, as coisas não saem como planejado. 
Com roteiro de Walter Hill, baseado no livro de Jim Thompson, Os Implacáveis conta ainda uma dupla de atores em ascensão. Steve McQueen ainda desfrutava de grande popularidade por conta de Bullitt. Ali MacGraw vinha do estrondoso sucesso de Love Story. Originalmente, o filme seria dirigido por Peter Bogdanovich e estrelado por Cybill Shephard. Quando os produtores contrataram MacGraw, ele, que era casado com Shephard, abandonou o projeto. Peckinpah assumiu o posto e imprimiu sua marca. A trama gira em torno de Doc McCoy (McQueen), que está preso há quatro anos. Com muita ousadia, com a ajuda da sua mulher Carol (MacGraw), ele elabora um plano de fuga aparentemente simples: McCoy pede que sua mulher faça um acordo com Jack Beynon (Ben Johnson), um político corrupto. O acordo consiste na libertação de McCoy. Em troca, ele assaltará um banco e dividirá o dinheiro com Beynon. Claro que as coisas não acontecem como estavam planejadas e isso torna Os Implacáveis o que ele verdadeiramente é: um grande filme de ação. Tudo conspirou a favor: um roteiro bem escrito, uma direção inspirada, uma montagem ágil, uma trilha sonora perfeita e os atores certos. Duas curiosidades: 1) McQueen e MacGraw se apaixonaram durante as filmagens; 2) Esta mesma história foi refilmada em 1994, com o título de A Fuga, tendo Alec Baldwin e Kim Basinger. 

 Traga-me a Cabeça de Alfredo Garcia (1974)
Sinopse:O milionário fazendeiro mexicano conhecido por "El Jefe" descobre que sua filha foi abandonada e deixada grávida por um aventureiro. Sem demora contata seu bando de assassinos internacionais e oferece 1 milhão de dólares para quem lhe trouxer a cabeça do homem, que se chama Alfredo Garcia. 

Realizado no México, com baixo orçamento, devido as dificuldades financeiras enfrentadas por Peckinpah, o filme foi ignorado pelo público no lançamento e não escapou das críticas, pois muitos o consideraram um exemplar maior do sadismo e da demência do diretor. Atualmente é considerado uma obra "cult", admirando-se a coragem de Peckinpah em realizá-lo.

 
Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: