Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Cine Especial: SAM PECKINPAH: O REBELDE IMPLACÁVEL: Parte 1


Nos dias 18 e 19 de Setembro eu estarei participando do curso  Sam Peckinpah: O Rebelde Implacável, criado pelo Cena Um e ministrado pelo escritor e editor Cesar Almeida. Enquanto os dias da atividade não chegam, estarei por aqui postando sobre o que achei de cada filme desse diretor polêmico, porém o mais corajoso que surgiu, em um dos  períodos mais autorais do cinema americano.  



 Meu ódio será tua herança (1969)



Sinopse: Eles são os foras-da-lei mais perigosos que o Oeste já viu. A cada novo golpe, as chances de algo dar errado vêm aumentando, o que faz com que eles decidam que chegou a hora de parar. Só que um trem carregado de armas é uma remessa valiosa demais para passar despercebida pelos ladrões 'aposentados'.



Considerado por muitos como o melhor filme de Sam Peckinpah (Sob o Domínio do Medo), sendo que aqui, também como co-roteirista. É um faroeste diferente, centrado na psicologia dos personagens e na estética da violência (os massacres e as lutas são marcados pelo uso da câmera lenta e da teleobjetiva). Excelente fotografia de Lucien Ballard, que se deixa seduzir pelas amplas paisagens, e elenco impecável, principalmente Willian  Holden e Robert Ryan. 
O ato final é inesquecível, inesperado e difícil de sair de memória do cinéfilo. Sendo algo similar com os finais de Uma Rajada de Balas e Butch Cassidy, só que aqui, o dia do juízo para os personagens se a longa em minutos intermináveis, onde é apresentadas umas das sequências mais violentas de tiroteio da historia do cinema. 

 

Sob o Domínio do Medo(1971)



Sinopse:Matemático americano se envolve em encrenca com um bando de valentões locais. Ele vira a diversão do grupo e, por fim, sua esposa é violentada pela gangue. Quando sua casa é atacada, ele responde com extrema violência.

Sam Packinpah foi um diretor que fazia arte nas cenas com teor violento e Sob o Domínio do Medo é um dos seus mais eletrizantes, mas ao mesmo tempo polêmico, chegando a ser muito mais pesado que a violência estilizada do faroeste de 1969 Meu Ódio será tua Herança. No decorrer da trama, fica claro que o matrimônio do casal de protagonista, já abalado, pode sucumbir à tensão. O personagem Hoffman, por sua vez, se sente cada vez menos confortável e os habitantes da cidade tornam cada vez mais claro seu desprezo pelo casal. Porém, no momento que um homem busca refugio na casa deles (sendo suspeito de assassinar uma garota), o personagem de Hoffman explode em violência contra aqueles que querem invadir a sua casa para linchá-lo Marcante e perturbador, com brilhantes atuações de Dustin Hoffman e Susan George, em um dos melhores filmes de Sam Peckinpah.
 

Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: