Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Cine Dica: O Mercado de Notícias entra em cartaz no CineBancários

O MERCADO DE NOTÍCIAS DE JORGE FURTADO ENTRA EM CARTAZ NO CINEBANCÁRIOS

Entra em cartaz dia 7 de agosto no CineBancários, O Mercado de Notícias, o novo documentário da Casa de Cinema de Porto Alegre, dirigido por Jorge Furtado. O filme permanece em cartaz com sessões às 15h, 17h e 19h, de terça a domingo.
Ingressos: R$ 6,00 (inteiras) e R$ 3,00 (bancários sindicalizados, jornalistas sindicalizados, idosos e estudantes).
 
Com depoimentos de vários jornalistas e encenação da peça O Mercado de Notícias, de Ben Jonson, o filme reflete sobre o sentido, a prática e o futuro do jornalismo;
Melhor Documentário pelo júri oficial e popular da Mostra Competitiva de longas documentários internacionais do 18º Cine PE
O Mercado de Notícias traz depoimentos de 13 importantes jornalistas brasileiros sobre o sentido e a prática da profissão, as mudanças na maneira de consumir notícias e o futuro do jornalismo. O filme reflete casos recentes da política brasileira, onde a cobertura da imprensa teve papel de grande destaque.
O surgimento do jornalismo, no século 17, é apresentado pelo humor da peça O Mercado de Notícias (The staple of news), escrita pelo dramaturgo inglês Ben Jonson, em 1625. A peça de Jonson foi encenada pela primeira vez em 1626, em Londres, e esta é sua primeira tradução para a língua portuguesa, feita pelo diretor Jorge Furtado e pela professora Liziane Kugland. Trechos da comédia foram montados e encenados para a produção do longa, revelando sua espantosa visão crítica, capaz de perceber na imprensa de notícias, recém-nascida, uma invenção de grande poder e grandes riscos.
Bob Fernandes, Cristiana Lôbo, Fernando Rodrigues, Geneton Moraes Neto, Janio de Freitas, José Roberto de Toledo, Leandro Fortes, Luis Nassif, Mauricio Dias, Mino Carta, Paulo Moreira Leite, Raimundo Pereira e Renata LoPrete são os jornalistas que dão depoimento no filme O Mercado de Notícias.
Acredito que um documentário, para ser durável – e ele deve ser, mais que uma notícia -, tem que ser útil, no sentido de iluminar um tema, uma atividade, uma época. Deve servir de elemento deflagrador de debates, instigar novas pesquisas, despertar nos espectadores aquilo que o Umberto Eco chama de “espírito de decifração”. O Mercado de Notícias debate critérios jornalísticos, e este é o seu sentido e o sentido da peça de Jonson. É também uma defesa da atividade jornalística, do bom jornalismo, sem o qual não há democracia”, diz o diretor Jorge Furtado.
 
SOBRE O DIRETOR
Jorge Furtado é sócio da produtora Casa de Cinema de Porto Alegre. Dirigiu e roteirizou os longasHouve Uma Vez Dois Verões (2002), O Homem Que Copiava (2003),Meu Tio Matou Um Cara (2005), Saneamento Básico, O Filme (2007) e o episódio Estrada, do longa-metragem Felicidade É... (1995). Foi premiado no Brasil e no exterior com os curtas-metragens O Dia Em Que Dorival Encarou A Guarda (1986), Barbosa (1988), Ilha Das Flores (1989), Esta Não É A Sua Vida (1991), Ângelo Anda Sumido (1997) e O Sanduíche (2000). Para a TV Globo, dirigiu a série Cena Aberta (2003), a minissérie Luna Caliente (1998) e História Do Amor (2011), e escreveu dezenas de roteiros: Agosto (1993), Memorial De Maria Moura (1994), A Invenção Do Brasil (2000), etc., além da série Comédias Da Vida Privada, da qual também dirigiu o episódio Anchietanos (1997).
SOBRE A PEÇA
O Mercado de Notícias (The staple of news, Ben Jonson – 1625)
A peça se passa em um dia, em Londres, em 1625. Um homem, Pila Pai, simula a própria morte e volta, disfarçado de mendigo, para vigiar os passos do filho, Pila Júnior.
No exato dia em que chega a sua maioridade, Pila Júnior começa a torrar sua fortuna, com roupas de luxo, jantares e festas. Faz uma semana que ele recebeu, através de um mendigo, a notícia de que seu pai havia morrido em terras distantes.
Pila Pai, antes de partir em sua última viagem, deixou documento firmado e entregue ao advogado Gazua, condicionando a posse de sua herança ao casamento com Pecúnia, riquíssima herdeira.
Tio Pila, usurário, vive às custas de Pecúnia. Ele vende os suprimentos de sua cozinha e empresta dinheiro a juros. Tio Pila mantém Pecúnia e suas amas – Hipoteca, Norma, Promissória e Taxa – em cativeiro, vivendo em condições precárias. Ele administra a casa com mão de ferro e a ajuda de Notário.
Em Londres a novidade é um Mercado de Notícias, comandado pelo senhor Trombone, seu sócio Patranha e seus repórteres. A agência cria um intenso comércio de notícias e, para que mais prospere, o senhor Trombone pretende em casamento a senhorita Pecúnia, também cortejada por Pila Junior. Enfim, todos querem Pecúnia.
Pila Júnior descobre como funciona e para que serve uma agência de notícias e nela emprega seu amigo, Tom, um barbeiro.
O Pai desaprova o comportamento do filho perdulário, sua vida de dissipação e luxo com seus amigos boêmios, um grupo de desaforados que vive nas abas da nobreza e da nova burguesia: Almanaque (o médico), Timorato (o militar), Madrigal (o poeta) e Heraldo (o homem de sociedade).
Despindo a fantasia de mendigo, Pila Pai revela sua identidade, seus planos e impõe ao filho o castigo de viver como mendigo. Comovido com a solidariedade (não inteiramente desinteressada) do filho na disputa contra Gazua, o advogado inescrupuloso, e tendo expulsado os amigos oportunistas do filho, o pai acaba por perdoá-lo, entregando-lhe a mão da cobiçada Pecúnia. Tio Pila arrepende-se de sua avareza, liberta seus cães. Os oportunistas fogem, Gazua é processado e preso. A paz se restaura no casamento de Pila Júnior e Pecúnia.
 
O Mercado de Notícias, de Jorge Furtado. Brasil, 2014, 94 minutos.
 
Prêmio
Melhor Documentário pelo júri oficial e popular da Mostra Competitiva de longas documentários internacionais do 18º Cine PE
 
A equipe
Roteiro e Direção: Jorge Furtado
Produção Executiva: Nora Goulart.
Montagem: Giba Assis Brasil
Direção de Fotografia: Alex Sernambi / Jacob Solitrenick
Direção de Arte: Fiapo Barth
Figurinos: Rosângela Cortinhas
 
Elenco da peça: Antônio Carlos Falcão, Eduardo Cardoso, Elisa Volpatto, Evandro Soldatelli, Irene Brietzke, Ismael Caneppele, Janaina Kremer, Marcos Contreras, Mirna Spritzer, Nelson Diniz, Sérgio Lulkin, Thiago Prade, UrsulaCollischonn, Zé Adão Barbosa.
Entrevistados: Bob Fernandes, Cristiana Lôbo, Fernando Rodrigues, Geneton Moraes Neto, Janio de Freitas, José Roberto de Toledo, Leandro Fortes, Luis Nassif, Mauricio Dias, Mino Carta, Paulo Moreira Leite, Raimundo Pereira, Renata LoPrete.
 
Grade de horários:
7 de agosto (quinta-feira) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias
 
8 de agosto (sexta-feira) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias

9 de agosto (sábado) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias

10 de agosto (domingo) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias

12 de agosto (terça-feira) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias

13 de agosto (quarta-feira) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias

14 de agosto (quinta-feira) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias

15 de agosto (sexta-feira) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias

16 de agosto (sábado) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias

17 de agosto (domingo) 15h - O Mercado de Notícias
17h - O Mercado de Notícias
19h - O Mercado de Notícias
CineBancários (51) 34331204 / 34331205 Rua General Câmara, 424, Centro - POA

Nenhum comentário: