Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Cine Dica: Cumbuca Filmes lança o curta Frágil na Sala P. F. Gastal



Frágil, o mais recente trabalho da Cumbuca Filmes, será lançado no dia 4, sexta-feira, às 21h, na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar). A entrada é franca.
Com anseios e dilemas cotidianos, o filme de Renata Heinz tem Rafaela Cassol no elenco e trilha sonora do pianista Luciano Leães. "A proposta, desde o inicio, foi retratar alguma situação cotidiana da personagem, comum a muitas pessoas. Ou seja, quase todo mundo se viu um pouco nela, mas ao mesmo tempo questionar: o quanto de mim há nela, o quanto dela há em mim?", diz Renata. "As vezes pregamos um distanciamento do autor com relação a obra, o meu caminho foi oposto." Deixar-se afetar a ponto de ultrapassar o limites entre a realidade do autor e a ficção da personagem é o objetivo do filme.
A sintonia descrita por Renata entre autor e personagem não poderia ser representada por outra atriz que não Rafaela Cassol, que esta presente em diversos outros trabalhos produzidos pela Cumbuca Filmes, como exemplo Sangue e Goma (2011), Esquisita Sofrenia (2008) e OFFORA (2005). Em Frágil, o roteiro inicial passou por um processo de trabalho nas discussões entre atriz, personagem e autor, para possibilitar a exposição de um universo  interior em pensamentos que possuem naturalmente fluxo próprio. "Assumimos isso oficialmente quando me proponho a narrar e interferir na história. História que já não é somente minha, nem da Rafaela, nem de Ana, mas também de quem assiste." A personagem Ana anseia por mudança, seja ela um deslocamento físico ou uma ação interna, traz à tona a dificuldade e a dor que sentimos no momento que antecede a saída dessa zona de conforto.
A parceria com Luciano Leães também já se repetiu em outros trabalhos da Cumbuca. Leães fez a trilha de três documentários e de três curtas dirigidos por Renata. O clipe da música Tit for Tat do pianista foi produzido pela Cumbuca e estrelado por Rafaela. Além disso, Renata registrou e produziu projeções para os shows de Leães para o projeto Blues in Clio Arte do Studio Clio.

Comemorando seus 10 anos, a Cumbuca tem em seu histórico três documentários, 11 curtas, registros de shows e  produção de videoclipes. Marcando esta dada, a produtora conta com um site novo que pode ser acessado em www.cumbucafilmes.com.br.


Sinopse: Uma mulher prestes a encarar uma mudança. Frágil é o que carrega consigo e também a verdade na relação entre a personagem e a autora. Desejos e sentimentos se misturam e se dividem, mas não incólumes, cada um em seu mundo, real e imaginado, ficção ou não.
Trailer: 
http://youtu.be/SofPsxzpuk0


Renata Heinz:
Professora da Unisinos, coordena os curtas de fim de curso da Unisinos. É diretora de arte e professora dessa disciplina no curso de especialização.
Sócia fundadora da Cumbuca Filmes, Renata Heinz dirigiu, coproduziu e roteirizou os documentários Horror.DOC (72 min , 2012), Diversa Cidade - Um retrato do FSM (32 min, 2010), Berlim Brasil (70 min, 2009), Apolonio doc+show (75 min, 2009), Vida em Comum Incomum - Série FSM2005(15min, 2005) e Fome d Q? (10 min, 2004). Além de exercer essas funções na série de pequenos registros que documentaram o Fórum Social Mundial de 2005: Quente / Frio, Som e Antes da Escuridão, exibidos durante o evento através do Panorama Fórum, alguns retransmitidos em países da América do Sul. Dirigiu e roteirizou os curtas: Sangue e Goma (2011), Legendas (2008), Esquisita Sofrenia (2008), Saco!(2007), Corpo Frio (2006), Alinhavo, deu nó! (2005), Querer Mudo (2005), OFFORA (2005).

Luciano Leães:
Um dos pianistas mais importantes do blues no Brasil. Foi vencedor do Prêmio Açorianos de 2013 como Melhor Instrumentista de Disco POP e foi responsável pela abertura do show de Elton John no Estádio do Zequinha em Porto Alegre no ano de 2013.


Rafaela Cassol: 

Participou de diversos curtas produzidos pela Cumbuca como atriz. É vencedora do Prêmio Aplauso de Teatro (SP) como melhor atriz coadjuvante e vencedora da categoria Melhor Atriz do Festival de Santa Rosa (2011) pela atuação em Sangue e Goma.

FICHA TÉCNICA:

Elenco: Rafaela Cassol
Direção, Roteiro, Direção de Foto, Direção de Arte, Produção: Renata Heinz
Trilha Original: Luciano Leães
Assistência de Arte: Mariana Machado

SERVIÇO:

O que: Lançamento do curta Frágil
Quando: 4/4
Horário: 21h
Onde: Sala P.F. Gastal - Usina do Gasômetro (Avenida Presidente João Goulart, 551)

Mais informações:
Lizi Cordeiro - liziane@gmail.com
(51)92756520
https://mail.google.com/mail/images/cleardot.gif

Nenhum comentário: