Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Cine Especial: Retrospectiva 2013: Parte 1

Enfim, chegamos às épocas festivas, de natal, ano novo e o saldo geral é uma correria na compra de presentes, visitarmos parentes e amigos. Às vezes não damos conta do recado e acabamos mais nos esgotando do que comemorando. Para mim sempre foi uma loucura, pois eu faço aniversario na véspera de natal, mas sempre tento de todo modo que o meu dia seja tranqüilo, meditando e pensando sobre tudo de bom e ruim do ano que passou.
No saldo geral, muita coisa boa aconteceu para mim neste 2013, e eu gostaria de contar tudo para vocês aqui e agora, mas como o agito e a correria irão prosseguir ainda nos próximos dias (e um pouco do inicio do ano novo) irei me ausentar um pouco por aqui, mas prosseguirei com a retrospectiva deste ano no inicio de janeiro.  Abaixo, solto os dez melhores filmes estrangeiros (aguardem a lista dos melhores do nosso cinema) que foram lançados neste ano. Não foi fácil escolher, pois se pensarmos bem foi lançado muita coisa boa, mas nem todos puderam ficar nesta lista.
Por fim, caso eu não apareça nos próximos dias, desejo a todos um feliz natal e um próspero ano novo que está chegando. Boas sessões para todos!

NOTA: A critica de cada filme você pode acessar clicando no titulo. 

1º)GRAVIDADE

Anos atrás, Alfonso Cuarón teve seu incrível filme Filhos da Esperança sendo distribuído de uma forma infeliz e fez com que muitos acabassem não assistindo e sendo redescoberto somente tempos depois. Felizmente a justiça tarda, mas não falha e o seu mais novo filme Gravidade é um verdadeiro tapa na cara para aqueles que acreditavam que não havia espaço para ele no cinema americano. Gravidade é uma verdadeira aula de como se faz um grande espetáculo cinematográfico, aliado com um ótimo roteiro, em que  explora os significados da solidão do ser humano, mergulhado num espaço infinito silencioso.  
Pode não ser um novo 2001: Uma Odisséia no Espaço, mas bem que chegou perto.    


Embora seja de 2012, o filme chegou para nós no inicio desse ano, portanto está valendo. O mais novo filme do mestre Quentin Tarantino prova o porquê dele ainda ser um dos melhores cineastas que surgiram na década de 90. Aqui, ele realiza o seu sonho pessoal de fazer um filme que faz uma bela homenagem ao Western Spaghetti e de quebra nos brinda com o melhor desempenho da carreira de Leonardo Dicaprio, onde num momento de surto, ele realmente machuca seriamente a mão, mas mantém o personagem encarnado nele. 

Muitos torcem o nariz (principalmente o brasileiro) com relação aos filmes musicais. Mas a meu ver, quando ele é bem feito, não tem como não se envolver com a obra e o filme de Tom Hooper é uma prova genuína disso. Baseado, tanto na obra de Victor Hugo, como também no musical da Broadway, o filme tem como inicio um verdadeiro espetáculo de som e imagem e dando uma bela dica do que viria depois nas quase 3 horas cheias de musica, imagens e interpretações inesquecíveis.


Mais do que sobre uma relação amorosa de duas garotas, Azul é a cor mais quente é sobre o amor universal de altos e baixos e que dificilmente (querendo ou não) a pessoa que for assistir não irá deixar de se identificar com a trama. Baseado numa HQ premiada, o filme levou prêmio principal em Cannes e fez com que, tanto o longa, como também a  HQ em que ela se baseou, fossem descobertos no mundo a fora e se tornarem, tanto sucesso de publico como de critica. 
Leia também: A HQ Azul é a cor mais quente clicando aqui. 


5º)A CAÇA

Thomas Vinterberg (Submarino cria uma analise assustadora sobre as raízes do mal de uma sociedade hipócrita perante a um mal entendido. Á historia sobre um professor de uma creche (Mads Mikkelsen) que foi acusado por uma das crianças de ele ter mostrado suas partes intimas, é apenas a ponta de um iceberg de algo pior que estaria por vir e que acaba quebrando a mascara de uma cidade pacata e revelando os verdadeiros monstros que há por de traz dela.  


Uma mistura com o melhor do  Nouvelle vague com os melhores momentos de um filme de Woody Allen. Noah Baumbach (Lua e a Baleia) cria um retrato da juventude atual, que não sabe muito bem com relação ao que quer na vida e acaba meio que se perdendo num mundo indefinido para consigo próprio. Além de consagrar e revelar ao mundo a atriz Greta Gerwig, o filme também é uma prova de que é sim possível fazer uma adaptação para o cinema da HQ Estranhos no Paraíso, pois ambas as tramas possuem mensagens bastante semelhantes.  

7º)TABU

O cineasta Miguel Gomes provou que o cinema português não só esta vivo como também presta uma bela homenagem ao cinema mudo, mais especialmente ao expressionismo alemão e que remete as obras máximas de Friedrich Wilhelm Murnau (Aurora)





Um dos grandes filmes a ser lançado antes do final do ano, Um Toque de Pecado não é somente um retrato sobre os dias de quatro pessoas na China contemporânea, como também uma analise universal sobre as origens do porque de algumas pessoas cometerem atos imprevisíveis e o que fazem delas aparentarem serem loucas ou más. Mas no final das contas, o problema vem bem mais em baixo. 


Denis Villeneuve havia surpreendido o mundo com o seu filme canadense Incêndios e aqui ele faz sua estréia com estilo no cinema americano. Na verdade fazia tempo que não havia um filme policial de suspense tão bom, acho desde Zodíaco. Os Suspeitos é uma enorme cebola, que aos poucos vai sendo descascada, revelando a verdadeira natureza de cada um de seus personagens e os levando para um caminho sem volta.
O filme ainda nos brinda com os melhores desempenhos da  carreira de Jake Gyllenhaal e principalmente de Hugh Jackman. 

Woody Allen continua no seu pique de lançar um ou até dois filmes por ano e nesse Blue Jasmine ele novamente surpreende. Na verdade é uma espécie de visão pessoal que ele tem do clássico Um Bonde Chamado Desejo e nos brinda com o melhor desempenho da carreira de Cate Blanchett, que com certeza será a grande favorita no próximo Oscar.   





Me sigam no facebook e witter. 

6 comentários:

Marcelo Rodrigues disse...

Cine Holiúdy:
http://marcelorodriguesr.blogspot.com.br/2013/12/cine-holiudy.html

Marcelo Castro Moraes disse...

Já compartilhei meu amigo

LEO disse...

Dessa lista eu só assisti mesmo (até o momento) "Django Livre".... q achei excelente (foi meu filme preferido entre os q vi de 2013)!!!

anotei outros da tua lista pra assistir em breve tbm....

valeu mesmo, Marcelo!!!

Abs!

renatocinema disse...

Bela lista......

Pena que ainda o primeiro de sua lista esta minhas próximas visitas.

Amei Django e A Caça. Eles estariam em 1º e 2º, porém, não assisti Gravidade.


abs

Fernanda Bender disse...

Mas tchê, eu não vi nenhum ainda... estou mesmo precisando me atualizar quando o assunto é cinema.

Aproveito para deixar aqui meus votos de Feliz Natal e boas festas!! Ah, hoje é teu aniver, né? Parabéns, muitas felicidades! Um abraço!

Marcelo Castro Moraes disse...

Anota ai Leo, pois cada um vale a pena assistir.

Assista então Gravidade Renato, pois não irá se arrepender

Se atualiza então Fernanda, pois esse ano teve muita coisa boa para ver.