Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Cine Dica: HOMENAGEM A NORMA BENGELL NA SALA P.F. GASTAL


Entre os dias 18 e 20 de outubro, a Sala P.F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) faz uma pequena homenagem a Norma Bengell, uma das atrizes definitivas do cinema moderno brasileiro, morta na última semana, com a exibição de três importantes filmes do início de sua trajetória.
Chanchada crepuscular de Carlos Manga, O Homem do Sputnik (1959) é a primeira participação de Bengell no cinema, encarnando uma versão ainda mais voluptuosa de Brigitte Bardot. Em 1962, a atriz ganha destaque ao estrelar Os Cafajestes, de Ruy Guerra, que trazia sopros da Nouvelle Vague para um Cinema Novo ainda em gestação. No mesmo ano, interpreta a prostituta Marly no clássico O Pagador de Promessas, de Anselmo Duarte, único filme brasileiro a ganhar a Palma de Ouro em Cannes.     
 Na sexta-feira, às 20h, o Projeto Raros exibe O Planeta dos Vampiros, ficção-científica do mestre Mario Bava, uma das produções italianas das quais Norma Bengell participou em meados da década de 1960, após a repercussão internacional de O Pagador de Promessas. No filme, um grupo de astronautas começa a perder a razão durante uma investigação num planeta hostil, em trama que influenciou o roteiro de Alien, o 8º Passageiro, de Ridley Scott. Após a sessão, haverá um debate com o crítico Carlos Thomaz Albornoz. O filme será exibido em DVD, com legendas em espanhol.
A homenagem a Norma Bengell tem o apoio da Programadora Brasil, projeto do Ministério da Cultura destinado à difusão do cinema brasileiro.
  
GRADE DE PROGRAMAÇÃO

18 a 20 de outubro

O Homem do Sputnik, de Carlos Manga (Brasil, 1959, 98 minutos)

Um estranho objeto parecido com o famoso Sputnik cai no quintal de Anastácio (Oscarito), matando suas galinhas de estimação. Ele tenta negociar o suposto satélite para recuperar o prejuízo, mas fato chama a atenção de espiões internacionais, que transformam a vida do pacato Anastácio e de sua esposa Cleci (Zezé Macedo) num completo caos. Exibição em DVD.

Os Cafajestes, de Ruy Guerra (Brasil, 1962, 85 minutos)

Jandir (Jece Valadão) e seu amigo Vavá (Daniel Filho), um playboy, vivem no mundo das drogas e sexo de Copacabana. Só que a situação de Vavá não é boa, já que seu pai corre o risco de perder tudo o que tem. É quando a dupla tem a ideia de tirar fotos comprometedoras de Leda (Norma Bengell), a amante do tio de Vavá, no intuito de chantageá-lo. Eles a levam a uma praia deserta e, após tirarem as fotos, a estupram. Exibição em DVD.

O Pagador de Promessas, de Anselmo Duarte (Brasil, 1962, 90 minutos)

Zé do Burro (Leonardo Villar) e sua mulher Rosa (Glória Menezes) vivem em uma pequena propriedade a 42 quilômetros de Salvador. Um dia, o burro de estimação de Zé é atingido por um raio e ele acaba indo a um terreiro de candomblé, onde faz uma promessa a Santa Bárbara para salvar o animal. Com o restabelecimento do bicho, Zé põe-se a cumprir a promessa e doa metade de seu sítio, para depois começar uma caminhada rumo a Salvador, carregando nas costas uma imensa cruz de madeira. Mas a via crucis de Zé ainda se torna mais angustiante ao ver sua mulher se engraçar com o cafetão Bonitão (Geraldo Del Rey) e ao encontrar a resistência ferrenha do padre Olavo (Dionísio Azevedo) a negar-lhe a entrada em sua igreja, pela razão de Zé haver feito sua promessa em um terreiro de macumba. Exibição em DVD.
  
O Planeta dos Vampiros, de Mario Bava (Itália, 1965, 86 minutos)

Num futuro próximo, as espaçonaves Argos e Galliot são enviadas ao espaço para investigar o misterioso planeta Aura. Assim que a Galliot pousa no planeta, seus tripulantes tornam-se hostis uns aos outros devido a uma estranha energia liberada pelo planeta, com uma diabólica forma de vida alienígena invadindo suas mentes e lutando para se apossar de seus corpos. Exibição em DVD com legendas em espanhol.

GRADE DE HORÁRIOS
18 a 20 de outubro
  
18 de outubro (sexta-feira)

15:00 – O Homem do Sputnik
17:00 – O Pagador de Promessas
20:00 – Raros Especial: O Planeta dos Vampiros, de Mario Bava

19 de outubro (sábado)

15:00 – Sessão História no Cinema (Terra Estrangeira, de Walter Salles e Daniella Thomas)
19:00 – Sessão Plataforma (The Invader, de Nicolas Provost)

20 de outubro (domingo)

15:00 – O Homem do Sputnik
17:00 – Os Cafajestes

19:00 – Sessão CEN + Bienal (MM, de William Raban e Mirante 7 e ½ em processo, de Rodrigo John).


Me Sigam no Facebook e Twitter: 

4 comentários:

Celo Silva disse...

De fato, uma grande atriz. Nunca esquecerei dela em Noite Vazia, de Walter Hugo Khouri.

Marcelo Castro Moraes disse...

Pois sabe que justamente em Noite Vazia que eu conheci ela.

Jefferson C. Vendrame disse...

Típico! No Brasil, esperam o artista passar dessa para melhor para começar com as homenagens. Bengell, além de merecer todo nosso respeito por ser uma grande atriz, também merece honras pelo conjunto de sua obra. É lamentável saber que nos últimos anos de sua vida, a atriz sequer tinha condições de pagar uma empregada e se encontrava abandonada pelas grandes emissoras e empresas do meio artístico. Esse é o nosso país!

Marcelo Castro Moraes disse...

Me lembro que em um dos últimos trabalhos dela era num programa humorístico da Globo, mas nem assistia, pois a Globo não sabe mais o que é fazer humor.