Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Cine Dica: Em DVD e Blu-Ray: SELVAGENS



Sinopse: Laguna Beach, Califórnia. Ben (Aaron Johnson) e Chon (Taylor Kitsch) são grandes amigos que dividem a mesma namorada, Ophelia (Blake Lively), e cuidam de um negócio próprio de plantio e distribuição de maconha. A vida do trio segue de vento em popa até o surgimento de um perigoso cartel mexicano, que lhes oferece sociedade. Como Ben e Chon não aceitam a proposta, Ophelia é sequestrada. O resgate equivale a toda a grana que eles ganharam nos últimos cinco anos. Os amigos aceitam pagar a quantia, mas elaboram um plano alternativo para que possam ficar com Ophelia e o dinheiro.

Mesmo tendo no currículo obras premiadas como Nascido em 4 de Julho, Platoon e dentre outros, Oliver Stone começou a dar umas escorregadas de uns anos para cá, se preocupando mais em soltar opiniões próprias com relação ao governo Americano, Venezuelano e com isso gerando polemicas. Talvez com o tempo, ele tenha se esquecido do que é mais importante na sua vida: fazer cinema de verdade, mas pelo menos, Selvagens parece ser um pequeno sinal de esperança de que possa voltar aos trilhos.
Aqui, o filme mistura elementos de humor negro com filme policial, ao explorar dois lados da mesma moeda, que é o universo das drogas. Embora Ben (Aaron Johnson) e Chon (Taylor Kitsch) sejam pessoas bacanas, irão descobrir aos poucos que o crime não compensa ao investir no mundo das drogas. Principalmente quando a namorada deles (Blake Lively) é seqüestrada pela rainha do trafico (uma Salma Hayek madura), que ao lado do seu braço direito (Benicio Del Toro, espetacular), irão infernizar o triangulo amoroso. Neste tipo de filme, não há heróis e vilões, tão pouco há redenção para ambos os lados, sendo que para o bem ou para o mal, todos irão sofrer conseqüências na reta final desse submundo. De quebra, é bom ver John Travolta interpretando um agente (corrupto) antidrogas, no qual acaba sempre ajudando os dois lados para se dar bem, mas que no fim terá que tomar uma decisão drástica, mesmo que para isso perca a confiança de todos.     
Em meio a esse turbilhão de revelações, traições e reviravoltas, Oliver Stone demonstra total controle na direção, ao injetar uma edição estilosa que fala muito por si. Isso sem contar a contagiante trilha sonora, na qual estão inseridas sucessos como Peter Tosh ("Legalize It") e versões interessantes de "Here Comes the Sun" (Beatles) e "Psycho Killer" (Talking Heads). Com um final surpreendente e que nos engana facilmente com um verdadeiro “pega ratão”, Selvagens é tensão, diversão e reflexão na medida certa.      

Me Sigam no Facebook e Twitter: 

Nenhum comentário: