Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Cine Especial: A nova Hollywood: Parte 12


UM ESTRANHO NO NINHO

Sinopse: Randle Patrick McMurphy (Jack Nicholson), um prisioneiro, simula estar insano para não trabalhar e vai para uma instituição para doentes mentais, onde estimula os internos a se revoltarem contra as rígidas normas impostas pela enfermeira-chefe Ratched (Louise Fletcher). Mas ele não tem idéia do preço que irá pagar por desafiar uma clínica "especializada".
  
Parábola ao mesmo tempo divertida e apavorante sobre as engrenagens de poder e marginalização, aliado a interpretações brilhantes de Jack Nicholson e Louise Flethcer nos papeis principais e direção perfeita de Milos Ferman, que só retornaria a fazer um feito parecido em Amadeus. O filme também marcaria o primeiro sucesso da carreira de Michael Douglas (que na época era mais conhecido como filho do lendário Kirk Douglas), sendo que aqui, estréia no cinema como produtor de produção. Assistindo atualmente, é de se espantar como o filme não envelheceu nenhum pouquinho, onde nem mesmo a estética e estilo dos anos 70 é muito sentida, fazendo parecer com que o filme tivesse sido feito nos dias de hoje. Se por um lado é dispensável dizer que Jack Nicholson está espetacular em seu papel, é preciso indispensavelmente lembrar sobre a assustadora atuação de Louise Flethcer, que muitos cinéfilos consideram a sua personagem (a enfermeira-chefe Ratched) como uma das melhores vilãs da historia do cinema, mas que infelizmente, a atriz jamais faria outro desempenho tão memorável como esse.
Estranho no Ninho também pertence a pequena lista (completada com Aconteceu Naquela Noite e Os Silencio dos Inocentes), de ter conseguido os cinco principais Oscars (melhor filme, diretor, roteiro, ator e atriz).
  
Curiosidade: Existem rumores de que Jack Nicholson sumiu dois meses antes do início das filmagens e só foi encontrado quando o elenco chegou ao hospital psiquiátrico onde o filme seria rodado. O ator se internou como se fosse um paciente com o intuito de se preparar para o personagem.

Me Sigam no Facebook e Twitter:

Nenhum comentário: