Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 69 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Cine Especial: AKIRA KUROSAWA: MESTRE DAS TELAS: Parte 2


Nos dias 28 e 29 de abril, estarei participando do curso “AKIRA KUROSAWA: MESTRE DAS TELAS”, que será realizado no Cinbancários, criado pelo CENA UM e ministrado pelo pesquisador de historia de cinema, Jorge Roldan. E enquanto a atividade não acontece, por aqui, estarei postando tudo o que eu sei, sobre esse cineasta, que se tornou sinônimo de qualidade do cinema japonês.

CÃO DANADO
Sinopse: Murukami, um jovem investigador de homicídios, é roubado em um ônibus e perde sua pistola. Ele começa uma busca insana atrás de sua preciosa arma, sem sucesso, até receber a ajuda de um sábio e mais experiente detetive chamado Sato. Só que as razões para tudo ficam mais sensíveis e dramáticas quando Murukami descobre que o ladrão só entrara para esse perigoso mundo do crime pelo desespero da necessidade humana.
Clássico noir do mestre Akira Kurosawa, que redefiniu o padrão de filmes policiais japoneses. A primeira vista parece uma historia simples, mas no decorrer da historia mostra-se mais do que isso. Kurosawa cria aqui um verdadeiro retrato de uma sociedade destruída pós guerra. É impressionante a visão de Tóquio naquele tempo, em meio a personagens que buscam um meio de vida após as feridas que passou, o diretor mostra personagens tentando se reerguer em um mundo abatido. O duelo final do mocinho e bandido é desde já espetacular porque mostra um destruído pela guerra e o outro em busca de cobrir o erro que cometeu em ter perdido sua arma. Bom exemplo dos bons filmes noir daquele tempo do cinema japonês. 

VIVER
Leia mais sobre filme, no especial Cinema Japonês: Do Clássico ao Contemporâneo clicando aqui. 



Me Sigam no Facebook e Twitter: 

3 comentários:

Gilberto Carlos disse...

Kurosawa era um mestre na arte de fazer cinemam. Quero muito ver VIVER. Parece ser um filme belíssimo.

Marcelo C,M disse...

Não viu ainda Viver Gilberto? Então corra atras, pois vale muito a pena.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Dois belíssimos momentos do mestre.

O Falcão Maltês