Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 68 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Cine Especial: Os 10 filmes mais lucrativos mundialmente de 2010

O ano acabou e é hora de ver os lucros e resultados. Mesmo em um ano que faltou filmes originais com qualidade A, os estúdios de Hollywood não tem o que reclamar. Principalmente a Disney que, se por um lado falhou com O Aprendiz de Feiticeiro, Príncipe da Pérsia (e recentemente Tron) acertou com Alice no País das Maravilhas e Toy Story 3 onde ambos faturaram cada um mais de um bilhão de dólares mundialmente mas isso não seria possível graças a Pixar dona de Toy Story e Tim Burton que injetou sua marca registrada de sucesso em Alice.
Warner também saiu ganhando com A Origem, Harry Potter e (milagrosamente) com Fúria de Titãs.

Confiram os 10 filmes mais lucrativos mundialmente no ano.


1º) TOY STORY 3 (3D): Bilheteria Mundial: 1.063 bilhão de dólares
Sinopse: Quando Andy vai para a faculdade, seus brinquedos são doados a uma creche. Assim, Woody, Buzz e seus amigos precisam se adaptar ao novo lugar enquanto tentam se manter juntos.
Filme para todos as idades. Historia cativante que nos faz rir e chorar em poucos segundos. Esses e outros ingredientes fizeram desse filme o líder absoluto em bilheteria.


2º) ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS (3D): Bilheteria Mundial: 1.024 bilhão de dólares
Sinopse: A trama funciona como uma espécie de sequência do clássico original: Alice (Mia Wasikowska), aos 19 anos, vai a uma festa vitoriana e descobre que está prestes a ser pedida em casamento perante centenas de socialites. Ela então foge, seguindo um coelho branco, e vai parar no País das Maravilhas, um local que ela visitou há dez anos, mas do qual não se lembrava.
Apesar de ter dividido a critica, o filme arrastou pessoas de todo mundo para acompanhar as novas aventuras da Alice no mundo das maravilhas e mesmo não ter comprido todas as expectativas, o filme nos brinda com mais nova e excêntrica interpretação de Johnny Depp como Chapeleiro Maluco.


3º) HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE – PARTE 1:Bilheteria Mundial: 832 milhões de dólares
Sinopse: O sétimo e último livro da série Harry Potter foi dividido em duas partes na hora de virar filme. A primeira estreia agora e mostra Harry Potter iniciando sua busca pelas horcruxes enquanto Voldemort, cada vez mais forte, tenta a todo custo matar logo o menino-bruxo.
O filme ainda se encontra em cartaz e provavelmente esse valor pode muito bem aumentar. O penúltimo filme serve como preparativo para o grande final que chegara ano que vem. Até lá, Warner só tem a ganhar, isso graças aos fãs de carteirinha do jovem bruxo e pelo fato do estúdio  nunca ter deixado a peteca cair em questões de qualidade da saga.


4º) A ORIGEM: Bilheteria Mundial: 825,4 milhões de dólares.
Sinopse: Dom Cobb (Leonardo DiCaprio) é um ladrão especializado em extração, o roubo de segredos valiosos das profundezas do inconsciente durante o sono com sonhos, quando a mente está mais vulnerável. A rara habilidade de Cobb o tornou peça fundamental no traiçoeiro mundo da espionagem industrial - e também um fugitivo internacional. Cobb tem sua chance de redenção, um último trabalho que pode dar-lhe sua vida de volta, se ele conseguir o impossível: inserção. Ao invés do roubo perfeito, a tarefa de Cobb e sua equipe não é roubar uma ideia, mas plantar uma.
Um claro exemplo no qual os engravatados dos estúdios deveriam seguir, pois A Origem não é continuação, refilmagem, prequel ou adaptação e sim uma idéia original saída da mente do criativo diretor Christopher Nolan. O publico adorou e compareceu em massa para assistir e discutir a mirabolante historia, provando que não custa arriscar em uma idéia nova.


5º) SHREK PARA SEMPRE (3D): Bilheteria Mundial: 739,8 milhões de dólares.
Sinopse: Na história do quarto filme, Shrek agora é um pai de família domesticado. Saudoso dos dias em que se sentia um ogro de verdade, Shrek assina um pacto com o duende Rumplestiltskin e subitamente se vê em uma versão alternativa do reino de Muito Muito Distante, onde Shrek nunca existiu. Nessa versão, ogros são caçados e Rumplestiltskin é rei, entre outras confusões.
A saga do ogro verde já deu o que tinha que dar, mas pelo visto, ele mantém um publico fiel desde o primeiro filme e com isso garantiu dinheiro aos cofres da DreamWorks Animation o que prova que bilheteria nas alturas não significa sinônimo de qualidade.


6º) A SAGA CREPÚSCULO: ECLIPSE: Bilheteria Mundial: 693,5 milhões de dólares
Sinopse: Edward está de volta a Forks e retoma seu romance com Bella. Mas surgem novos perigos, já que está chegando ao fim o prazo dado pelos Volturi para que a mocinha seja transformada. O conflito entre os Cullen e o exércio de "vampiros novatos" formado pela vampira Victoria é iminente. Só a união da família de Edward ao clã de lobisomens de Jacob, que também está apaixonado por Bella, poderá salvá-la.
Apesar de ser inferior se comparado a Lua Nova e ter “ficado mais do mesmo” a terceira parte dos vampiros que brilham ao dia e dos lobisomens cheios de anabolizantes, garantiram uma otima  bilheteria mundialmente e o interesse do publico feminino para ato final da saga ano que vem. Só resta saber se Amanhecer (dividido em dois filmes) fechara com alguma dignidade a saga.


7º) HOMEM DE FERRO 2: Bilheteria Mundial: 621,8 milhões de dólares 
Sinopse: Depois de revelar ao mundo que é o Homem de Ferro, Tony Stark enfrenta um novo problema. Enquanto a existência do super-herói gera uma sensação de paz mundial, a mesma tecnologia que o mantém vivo começa a envenená-lo e um antigo inimigo da família Stark sai das sombras... e alia-se à principal concorrente da Stark Internacional, as indústrias Hammer.
Pode não ter sido superior ao primeiro mas inferior também não ficou, portanto o filme seguiu a risca e manteve todas as cartas que fizeram do primeiro filme um grande sucesso e Robert Downey Jr prova mais uma vez que nasceu para o personagem.


8º) MEU MALVADO FAVORITO (3D): Bilheteria Mundial: 540 milhões de dólares
Sinopse: Escondido em uma vizinhança pacata de subúrbio, vive Gru, que planeja praticar o maior roubo da história da humanidade: ele quer surrupiar a Lua. O problema é que ele encontra em seu caminho três garotas órfãs que enxergam em Gru um papai.
Agradável surpresa da temporada, pois além de uma divertida historia, o filme marca a estréia do estúdio Illumination Entertainment no terreno da animação e se continuar com a qualidade nos projetos seguintes, Pixar e DreamWorks Animation terão páreo duro.


9º) COMO TREINAR O SEU DRAGÃO (3D): Bilheteria Mundial: 495 milhões de dólares
Sinopse: O filho de um viking matador de dragões se torna amigo de um desses temíveis animais e agora tenta convencer sua vila de que tudo o que eles sabem sobre os bichos estava errado.
Tentando concorrer a serio contra o seu melhor adversário que é o estúdio Pixar, DreamWorks Animation injeta algo de novo no seu mais novo filme que é emoção na dose certa. Diferente de outros projetos como Madagascar, cuja a idéia é somente divertir do começo ao fim, Como Treinar o Seu Dragão talvez seja uma prova que estúdio queira mudar um pouco no tom de seus filmes, afinal de contas, não custa a arriscar uma ou duas vezes.

10º) FÚRIA DE TITÃS (3D): Bilheteria Mundial: 493,2 milhões de dólares
Sinopse: Zeus (Liam Neeson), deus de todos os deuses, está irado com o descaso dos humanos para com seus criadores imortais. Na cidade de Argos, o rei incita seus súditos a abandonarem as preces a Zeus - o que enfraquecerá todo o panteão do Olimpo. Enquanto estátuas são derrubadas, o traiçoeiro Hades (Ralph Fiennes) forja um plano para restituir o poder aos deuses: se em dez dias os homens não demonstrarem seu amor sacrificando a princesa Andrômeda (Alexa Davalos), ele enviará o poderoso Kraken para destruir a cidade. A salvação repousa nos ombros de Perseu (Sam Worthington), filho de pescadores que descobre ser um semideus.
Apesar de ter sido convertido em ultima hora em 3D da maneira mais porca e nem de longe possuir o charme do filme original, o filme conseguiu até uma boa bilheteria e garantir uma (dispensável) continuação.



terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Cine Especial: Os 10 melhores filmes de 2010

Enfim chegamos a ultima semana do ano e com isso irei começar a fazer uma retrospectiva dos melhores do ano no cinema aqui no meu blog. Esse ano, posso dizer que foi no mínimo decepcionante, não que houvesse somente filmes ruins, mas dizer que houve vários filmes inesquecíveis estarei mentindo. Talvez um dos maiores pontos críticos foi o verão norte americano onde a maioria dos filmes de grande orçamento que normalmente estréiam nessa época, fracassaram feio na bilheteria.
Houve exceções, mas poucas e daí me pergunto, porque está acontecendo isso? Talvez seja a hora de Hoollywood repensar em seus conceitos, inovar e se preocupar em criar uma boa historia para o publico assistir pois não se vive somente em 3D.

Confiram os meus 10 filmes preferidos desse ano:


1º) A ORIGEM
Sinopse: Don Cobb (Di Caprio) é especialista em invadir a mente das pessoas e, com isso, rouba segredos do subconsciente, especialmente durante o sono, quando a mente está mais vulnerável. As habilidades únicas de Cobb fazem com que ele seja cobiçado pelo mundo da espionagem e acaba se tornando um fugitivo. Como chance para se redimir, Cobb terá que, em vez de roubar os pensamentos, implantá-los. Seria um crime perfeito. Mas nenhum planejamento pode preparar a equipe para enfrentar o perigoso inimigo que parece adivinhar seus movimentos. Somente Cobb é capaz de saber o que está por vir.
Super produção com uma trama inteligente, envolvente e que faz o publico sair da sala do cinema com mais perguntas do que respostas.
Christopher Nolan (Batman: Cavaleiro das Trevas) é um verdadeiro contador de historias originais desde o tempo de Amnésia de 2001 e de lá pra cá, mesmo se envolvendo em filmes de grande orçamento, jamais deixou de criar o que é de mais importante em um filme, de criar uma boa historia e portanto publico agradece.

2º) A rede social
Sinopse: Numa noite da primavera de 2003 Mark Zuckenberg gênio da computação de Harvard senta-se à frente deu seu computador e começa a trabalhar em uma nova ideia. Num rompante de blogar e programar o que surge ali em seu quarto é uma rede social que revolucionaria o conceito de comunicação. Seis anos e 500 milhões de amigos depois Zuckenberg é o bilionário mais jovem da história. Mas tudo tem seu preço.
Se em 1999, David Fincher apresentou um filme (Clube da Luta) que melhor soube sintetizar o que foi os anos 90, em A Rede Social ele melhor soube retratar essa geração conectada online com tudo e a todos através da rede social mais conhecida do mundo (Facebook) mas que ao mesmo tempo se tornam cada vez menos sociáveis com as pessoas entre si e isso é muito bem retratado no prólogo e no epilogo do filme, orquestrado pela estupenda interpretação de Jesse Eisenberg como o criador da ferramenta. Favorito no Oscar e com méritos.


3º) TOY STORY 3
Sinopse: Toy Story 3 traz Woody (dublado por Tom Hanks), Buzz (dublado por Tim Allen) e toda a turma de volta às telonas quando Andy se prepara para ir para a faculdade e seus leais brinquedos vão parar numa… creche! Mas esses bravos baixinhos com seus dedinhos pegajosos não estão para brincadeira, então, serão todos por um e um por todos, enquanto implementam seu plano da grande fuga. Embarcam com eles nesta aventura, muitos rostos novos — alguns de plástico, outros de pelúcia, incluindo o famoso solteiro e festeiro acompanhante da Barbie, Ken (dublado por Michael Keaton); o ator e ouriço de jardineira, Espeto (dublado por Timothy Dalton); e um ursinho de pelúcia rosa com cheiro de morango, chamado Lotso Ursinho Fofo (dublado por Ned Beatty).
Muitos estão ainda com receio sobre o resultado final de Carros 2 que ira estrear ano que vem, mas até lá, Pixar continua sendo o estúdio que não sabe fazer filmes ruins e Toy Story 3 é a mais nova prova disso. Apesar de terem levado cerca de dez anos para levar Woody, Buzz e companhia de volta as telas, a espera valeu a pena e o filme fecha com chave de ouro a trilogia com momentos nos quais as lagrimas e o sorriso se juntam em poucos segundos. Pois nada se compara a montanha russa de emoções fortes que os espectadores de todas as idades passam ao assistir o ato final da trama. Indicação ao Oscar de melhor Longa Metragem de Animação mais do que garantida.


4º) Tropa de Elite 2
Sinopse: Wagner Moura retoma o personagem mais marcante de sua carreira o capitão Nascimento na seqência de Tropa de Elite filme também dirigido por José Padilha ganhador do Urso de Ouro no Festival de Berlin 2008. Nascimento dez anos mais velho cresce na carreira: passa a ser comandante geral do BOPE e depois Sub Secretário de Inteligência. Em suas novas funções Nascimento faz o BOPE crescer e coloca o tráfico de drogas de joelhos sem perceber que ao fazê-lo está ajudando aos seus verdadeiros inimigos: os policiais e os políticos corruptos que submetem a segurança pública a interesses pessoais. Agora os inimigos de Nascimento são bem mais perigosos.
Mesmo com o veneno da pirataria, Tropa de Elite em 2007 deu o que falar mas ninguém esperava muito de TROPA 2. Mas eis que o diretor Jose Padilha cria uma nova camada da jornada do Capitão Nascimento contra o crime e novamente o publico aprovou e aplaudiu de pé quando o protagonista da uma surra em um político corrupto.
Com cenas fortes e momentos de ação que não devem nada ao cinemão americano, Tropa 2, arrastou milhares de pessoas de todos os cantos do Brasil e se tornou a maior bilheteria de todos os tempos por aqui e fez do Capitão Nascimento a voz de um povo que já esta mais do que cansado da violência e corrupção e como o protagonista diz nos segundos finais da trama, “o sistema é foda.”


5º) O Segredo Dos Seus Olhos
Sinopse: Benjamin Esposito (Ricardo Darín) se aposentou recentemente do cargo de oficial de justiça de um tribunal penal. Com bastante tempo livre, ele agora se dedica a escrever um livro. Benjamin usa sua experiência para contar uma história trágica, a qual foi testemunha em 1974. Na época o Departamento de Justiça onde trabalhava foi designado para investigar o estupro e consequente assassinato de uma bela jovem. É desta forma que Benjamin conhece Ricardo Morales (Pablo Rago), marido da falecida, a quem promete ajudar a encontrar o culpado. Para tanto ele conta com a ajuda de Pablo Sandoval (Guillermo Francella), seu grande amigo, e com Irene Menéndez Hastings (Soledad Villamil), sua chefe imediata, por quem nutre uma paixão secreta.
Quando o filme de Juan José Campanella levou o Oscar de melhor filme estrangeiro no inicio desse ano, muitos ficaram espantados, pois todos esperavam pela vitoria do filme Alemão Fita Branca. Mas ao chegar nas salas de Porto Alegre, o filme rapidamente se tornou um enorme sucesso e ficando por várias semanas em cartaz, principalmente na sala Guion Center do bairro Cidade Baixa onde atraia quinhentas pessoas por semana na sala e com isso, percebemos que os votantes da academia não erraram.
O que talvez tenha atraído o publico tenha sido a trama policial envolvente, com um final inesperado e ao mesmo tempo pincelada com uma pequena historia de amor proibida interpretado pelos atores Ricardo Darin e Soledad Villamil carismáticos do começo ao fim. E se isso só já não basta, o que dizer então da fantástica cena em que a câmera se aproxima de um estádio de futebol e vai até aonde os protagonistas estão, caçando o criminoso da trama em uma seqüência (aparentemente) sem cortes e que muitos se perguntam como foi feita.


6º) ILHA DO MEDO
Sinopse: 1954. Teddy Daniels (Leonardo DiCaprio) investiga o desaparecimento de um paciente no Shutter Island Ashecliffe Hospital, em Boston. No local, ele descobre que os médicos realizam experiências radicais com os pacientes, envolvendo métodos ilegais e anti-éticos. Teddy tenta buscar mais informações, mas enfrenta a resistência dos médicos em lhe fornecer os arquivos que possam permitir que o caso seja aberto. Quando um furacão deixa a ilha sem comunicação, diversos prisioneiros conseguem escapar e tornam a situação ainda mais perigosa.
Filme policial noir e que em muitos momentos lembra o filme expressionista alemão O Gabinete do Dr. Galigari, fizeram dessa trama, com inúmeras camadas de surpresas, um dos melhores filmes do inicio do ano. Martin Scorsese novamente garante o sucesso de publico e critica ao lado (novamente) de Leonardo DiCaprio que nos presenteia com momentos estupendos de sua interpretação, principalmente no ato final em que o filme da um giro de 360º graus na trama e na cabeça do espectador, absorvido completamente a historia e anestesiado perante os segundos finais.


7º) 'Kick Ass - Quebrando Tudo' 
Sinopse: 'Kick Ass - Quebrando Tudo' acompanha um estudante nerd chamado Dave Lizewski que decide virar super-herói, apesar de não ter a menor capacidade atlética ou coordenação motora. Quando uma imagem sua, defendendo alguém contra bandidos, chega na internet, logo vem a fama e novos personagens se juntam a ele nesta verdadeira aventura violenta e de vinganças pessoais. As coisas mudam quando ele encara vilões reais com armas de verdade.
Quando chegou por aqui estreou em poucas salas de cinema, mas mesmo assim deu o que falar. Mais do que uma adaptação de HQ de Super Herói, o filme é uma critica ao próprio gênero cada vez mais alienado de falta de idéias, ao mesmo tempo uma critica a sociedade cada vez mais desinteressada em ajudar ao próximo e se preocupar em coisas mais medíocres como ser fã de Paris Rilton ou querer ser ela própria. Com momentos de puro humor negro e violência ao extremo, o filme confirma o talento precoce de Chloe Moretz como a heroína Hit Girl que protagoniza os melhores momentos da trama.

8º) Mary e Max: Uma amizade diferente 
Sinopse: Uma história de amizade entre duas pessoas muito diferentes: Mary Dinkle (voz de Toni Collette), uma menina gordinha e solitária, de oito anos, que vive nos subúrbios de Melbourne, e Max Horovitz (voz de Philip Seymour Hoffman), um homem de 44 anos, obeso e judeu que vive com Síndrome de Asperger no caos de Nova York. Alcançando 20 anos e dois continentes, a amizade de Mary e Max sobrevive muito além dos altos e baixos da vida. Mary e Max é viagem que explora a amizade, o autismo, o alcoolismo, de onde vêm os bebês, a obesidade, a cleptomania, a diferença sexual, a confiança, diferenças religiosas e muito mais.
Produção australiana assinada pelo diretor Dom Eliot feito com massinha em animação quadro a quadro. Mesmo sendo uma animação, o filme é mais voltado para o publico adulto pois a trama toca no assunto de solidão de duas gerações diferentes mas com muito em comum. Tanto Mary como Max se correspondem por vários anos somente por cartas e ao longo desse período se aprofundam na amizade e ajudando nos problemas dum do outro. Um filme que muitos se identificaram, mesmo em um mundo atual em que as pessoas não fazem mais amizades por cartas e sim pelas redes sociais de computador, mas que ao mesmo tempo mostra que os problemas de uma vida pouco sociável já existiam, seja ontem ou hoje.

9º) A Prova da Morte
Sinopse: Ao cair da noite, Jungle Julia (Sydney Tamiia Poitier), a DJ mais sexy de Austin, pode enfim se divertir com as suas duas melhores amigas. As três garotas saem noite adentro, atraindo a atenção de todos os freqüentadores masculinos dos bares e boates do Texas. Mas nem toda a atenção é inocente. Cobrindo de perto seus movimentos está Stuntman Mike (Kurt Russell), um rebelde inquieto e temperamental que se esconde atrás do volante do seu carro indestrutível.
Antes tarde do que nunca. Esse genial filme do mestre Tarantino estreou em meados de 2007 mas somente foi exibido para cá neste ano após erros grotescos da distribuidora que nem vale a pena mencionar. Feito junto junto com o filme Planeta Terror, ao lado do amigo Robert Rodriguez, A Prova da Morte é uma bela homenagem aos filmes de ação policial com perseguição de carro que existia aos montes nos anos 70, além de claro do filme carregar todas as marcas registradas do diretor como muitas referencias a cultura pop, garotas sensuais duronas e muito mas muito dialogo a torto a direito na medida certa.


10º) REFLEXÕES DE UM LIQUIDIFICADOR
sinopse: Um liquidificador pensa e narra essa história. Ele também conversa com sua proprietária Elvira uma senhora já da terceira idade. Logo descobrimos que os dois Elvira e liquidificador são cúmplices de um crime: o assassinato de Onofre o marido de Elvira que depois foi moído no liquidificador. Num tom de humor negro e sarcasmo ficamos conhecendo como o liquidificador adquiriu vida ao ser reformado por Onofre quando o casal era dono de um pequeno bar a Vitamina da Elvira. A história do casal é intercalada com o medo que Elvira tem de ser descoberta pela polícia e o aconselhamento e reflexões do sábio eletrodoméstico.
Muitos irão se lembrar que 2010 foi o ano do cinema nacional graças aos sucessos de Nosso Lar, Chico Xavier e Tropa de Elite 2, verdadeiros. BlockBuster brasileiros.
Mas o cinema nacional também é feito de pequenos filmes, os quais podem não ser vistos por todos mas que conquistam uma pequena fatia de publico e logo é lembrado devido o boca a boca e esse novo filme de André Klotzel é uma prova disso. Protagonizado, pela voz marcante de Selton Mello (Cheiro do Ralo) através de um liquidificador, onde ele fica acompanhando o dia a dia dos seres humanos, principalmente dos seus donos, o filme é uma analise do comportamento humano que por vezes age de uma maneira imprevisível e que por isso cria momentos inusitados nos quais o aparelho vai aprendendo a lidar.




domingo, 26 de dezembro de 2010

Cine Clássico: Moby Dick

Sinopse: Consumido por uma raiva completamente insana, o Capitão Ahab tem apenas um objetivo na vida: vingar-se de Moby Dick, a grande baleia branca que o feriu e desfigurou. O obcecado capitão de um baleeiro usa seu poder de comando como uma desculpa para navegar pelos sete mares em uma busca sem fim pelo seu objeto de ódio.
Imponente versão da obra clássica do americano Herman Melville (1818 - 1891) com cenas memoraveis no mar. Um mestre de ficção cientifica, Ray Bradbury, colaborou no roteiro ao lado do diretor Jhon Huston. Não se trata exatamente de uma aventura, apesar de vários elementos de gênero, pois a narrativa se baseia muito mais na viajem do homem dentro de si mesmo, a procura do seu mosntro interior. Gregory Peck como capitão Ahab é uma das suas performances mais inucitadas de sua carreira, que na época, chocou os seus fãs que estavam sempre acostumados ao ve-lo como bom moço em outros filmes.  
 
Curiosidade: O barco usado pelo Capitão Ahab e sua tripulação neste filme é o mesmo do clássico da Disney A Ilha do Tesouro. Ele passou por uma completa reforma para aparecer nesse filme.




      

Cine Clássico: O Inimigo Publico

sinopse: Chicago, 1909. Dois garotos, Tom Powers (James Cagney) e Matt Doyle (Edward Woods), que são bem amigos, crescem numa área pobre da cidade. Eles frequentam salões de sinuca e fazem pequenos furtos, que são vendidos para o receptador de 3ª categoria Putty Nose (Murray kinnell). Em 1915 os dois amigos estão se tornado jovens homens, que de dia fazem entregas e à noite planejam roubos com Putty Nose, que lhes dá revólveres e dicas para o 1º grande golpe deles. Porém as coisas não saem como o planejado e, apesar de Tom e Matt conseguirem escapar, um cúmplice deles é morto e Putty Nose, que prometeu protegê-los, deixa a cidade. Em 1920 eles fazem amizade com Paddy Ryan (Robert Emmett O'Connor), que lhes diz que a chegada da Lei Seca fará com que ganhem muito dinheiro vendendo bebida. Realmente em pouco tempo Tom e Matt ganham o bastante para freqüentar os melhores lugares, usarem roupas finas e carros luxuosos, mas para manter este padrão de vida o preço é às vezes muito alto.
William A. Wellman (Nasce Uma Estrela) cria aqui um dos melhores filmes de gângster de todos os tempos em uma época que os estúdios de  Hollywood ainda não sofriam com a alta censura. Portanto a Warner teve total liberdade artística e não se preocupou em apresentar cenas pesadas, embora a maioria sejam mais sugestivas  mas não menos positivas. James Cagney, que para os padrões habituais, a principio parecia uma escolha um tanto que inusitada para o papel de protagonista, já que de galã não tem nada, mas de talento tinha de sobra e o ator da um verdadeiro show de interpretação que transmite uma energia em cena sem precedentes. Suas cenas, em que agride sua esposa na mesa e o ato final (a cena na chuva é sensacional)  imprevisível, são momentos que entraram para a historia do cinema.    

Cine Dica: Na TV: OS INCRIVEIS

Animação de 2004 mostra como se faz uma boa historia de super heróis no cinema
Sinopse: Roberto Pêra (Craig T. Nelson) já foi o maior herói do planeta, salvando vidas e combatendo o mal todos os dias sob o codinome Sr. Incrível. Porém, após salvar um homem de se suicidar, ele é processado e condenado na Justiça. Uma série de processos seguintes faz com que o Governo tenha que desembolsar uma alta quantia para pagar as indenizações, o que faz com que a opinião pública se volte contra os super-heróis. Em reconhecimento aos serviços prestados, o Governo faz a eles uma oferta: que levem suas vidas como pessoas normais, sem demonstrar que possuem superpoderes, recebendo em troca uma pensão anual. Quinze anos depois, Roberto leva uma vida pacata ao lado de sua esposa Helen (Holly Hunter), que foi a super-heroína Mulher-Elástica, e seus três filhos. Roberto agora trabalha em uma seguradora e luta para combater o tédio da vida de casado e o peso extra. Com vontade de retomar a vida de herói, ele tem a grande chance quando surge um comunicado misterioso, que o convida para uma missão secreta em uma ilha remota.
Brad BIRD (Do genial Gigante de Ferro) junta inúmeros elementos de HQ (Watchmen e Quarteto Fantástico por exemplo) e cria uma historia única e original de uma maneira jamais vista. A grande graça está no Roberto e sua família tentando viver uma vida normal, ao mesmo tempo que eles tem super poderes que tem que esconder perante a está realidade. Não faltam cenas de ação de tirar o fôlego e momentos de muito humor, destacando-se Lúcio (dublado por Samuel L. Jackson) e Edna Moda que rouba a cena nos poucos momentos que aparece

Curiosidades: A personagem Edna Moda foi inspirada em Edith Head, que trabalhou como figurinista de centenas de filmes produzidos em Hollywood por mais de 50 anos.
Em um dos trailers do filme aparece na capa da TV Guide que é lida pelo Sr. Incrível a seguinte manchete: “Kevin O’Brien: First Artist on the Moon” (traduzindo, “Kevin O’Brien: Primeiro Artista na Lua”). Kevin O’Bryan é o responsável pelos storyboards de Os Incríveis

Hoje: Rede Globo: 14h45

sábado, 25 de dezembro de 2010

Cine Dica: Na TV: Branca de Neve e os Sete Anões

sinopse: Uma rainha má e bela (que também é bruxa) resolve, por inveja e vaidade, mandar matar sua enteada, Branca de Neve, a mais linda de todas. Mas o carrasco que deveria assassiná-la a deixa partir e, durante sua fuga pela floresta, encontra a cabana dos sete anões, que trabalham em uma mina e passam a protegê-la. Algum tempo depois, quando descobre que Branca de Neve continua viva, a Bruxa Má disfarça-se e vai atrás da moça com uma maçã envenenada, que faz com que Branca de Neve caia em um sono profundo por toda a eternidade.
Louco, é como os críticos chamavam Al Disney na época, pelo fato da intenção dele de levar para o cinema, o primeiro longa metragem de animação nas telas em 1937. Até aquele tempo, as animações eram somente curtas metragens exibidos no cinema, por vezes, exibidos antes do filme principal (algo que a Pixar faz sempre) mas Disney queria levar a coisa mais longe, então decidiu pegar o conto clássico dos irmãos Green para o cinema de uma forma jamais vista. Mas não foi fácil, ao começar pelo orçamento, de R$ 150 mil dólares, o filme passou de R$ 1 Milão de dólares, para época, foi algo bombástico e os chefões do estúdio na época queriam era a cabeça de Disney caso a produção fracassasse.
Mas tudo deu certo, o filme é de uma beleza espetacular, para época deve ter sido algo assustador ver uma animação de mais de uma nora de duração com cores tão vivas e impressionantes. Uma animação bem cuidada onde soube aproveitar a profundidade dos cenários e cada detalhe explorado. Mas o filme nada seria sem os personagens magistrais, ao começar pela Rainha má, talvez a personagem mais assustadora do estúdio onde não da um passo a traz em desejar a morte imediata de Branca de Neve por ser mais bonita do que ela e sua transformação de rainha para uma velha bruxa malvada ainda impressiona, tanto que os momentos mais sombrios são todos protagonizados por ela. Quanto Branca de Neve é de uma doçura única mas apenas isso e o príncipe encantado esta ali apenas para cumprir seu papel no final clímax da trama. Talvez os maiores astros do filme sejam realmente os sete anões que cada um ganhou uma personalidade própria e cativante, principalmente o zangado que (quase) nunca da braço a torcer para Branca de neve e desde já meu personagem preferido.
Um filme histórico do estúdio e que sempre figura, não só entre os melhores filmes de animação de todos os tempos como também entre os demais clássicos da sétima arte.

Curiosidades: O Oscar honorário ganho por Walt Disney pelo seu trabalho como produtor de
Branca de Neve e os Sete Anões na verdade consistiu em uma estatueta em tamanho normal e outras sete miniaturas, representando os personagens principais do filme.
Foi relançado nos cinemas norte-americanos em 1993, desta vez sob distribuição da Buena Vista Pictures.

Hoje: Rede Globo: 14h40min

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

CINE ESPECIAL: UM CONTO DE NATAL

Ontem no especial de natal, citei cinco filmes para se assistir no dia natalino e dentre eles,  citei o filme Os fantasmas de Scrooge que é baseado no classico conto de Charles Dickens. Porém, já houve outras adaptações desse conto e houve na verdade varias. Portanto solto abaixo duas que me vieram na cabeça, confiram:

O Conto de Natal do Mickey
Sinopse:Conta a história de Ebenezer Scrooge, um velho egoísta e avarento que não tinha limites para sua ganância e desprezava sentimentos como amor, amizade e generosidade. Até que, em uma véspera de Natal, ele foi visitado pelos Três Espíritos do Natal, que o fizeram compreender qual seria o seu destino final se ele não mudasse suas ações.
O Natal do Mickey, lançado em dezembro de 1983 é baseado na obra A Christmas Carol do escritor Charles Dickens e desde que foi lançado pelo estúdio, se tornou um classico de finais de ano na tv.
Aqui, Scrooge, o velho avarento, foi representado pelo Tio Patinhas, mais do que natural, pois o velho pato rico sempre lembrou e muito Scrooge.
Mesmo sendo um curta metragem, o filme tem a participação de vários personagens Disney, como no caso do lobo mau e os três porquinhos vistos de longe no inicio da trama.

Curiosidade: Na versão em DVD do filme, Mickey Mouse foi redublado pelo dublador paulista Sérgio Moreno, substituindo a voz original brasileira feita por Cleonir dos Santos. Foi considerado lastimável e uma total falta de respeito com os fãs do dublador Cleonir dos Santos, pois não redublaram nenhum outro personagem além de Mickey.


Os Fantasmas contra atacam
Sinopse: Nos dias atuais, Frank Cross (Bill Murray) é um diretor de uma rede de televisão que é frio e só pensa na audiência. Ele encontra com Lew Hayward (John Forsythe), um falecido amigo, que o avisa sobre três fantasmas (o do Natal Passado, Presente e Futuro) que irão visitá-lo e diz para ele estar atento a tudo que eles mostrarem, pois esta é a única

Comedia ligeira e divertida que é baseada no livro A Christmas Carol só que aqui, a trama se passa nos dias atuais, mas começo meio e fim são identicos a obra. Novamente Bill Murray da um show de interpretação e humor na medida certa e os fantasmas sao inesqueciveis, principalmente o fantasma Lew Hayward (John Forsythe) que por vezes é engraçado e por vezes assustador.

Curiosidade: Todos os irmãos do ator Bill Murray - Joel Murray, John Murray e Brian Doley-Murray - fazem pequenas participações em Os Fantasmas Contra-atacam

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Cine Especial: DE NATAL!!!

E ai pessoal,  já sabem o que irão assistir no natal? Durante muitos anos, e ainda hoje, o cinema sempre lança um filme com relação a essa época mágica. Por isso, solto abaixo os meus filmes preferidos para serem curtidos nessa época, divirtam se.  

A Felicidade Não Se Compra
Sinopse: Em Bedford Falls, no Natal, George Bailey (James Stewart), que sempre ajudou a todos, pensa em se suicidar saltando de uma ponte, em razão das maquinações de Henry Potter (Lionel Barrymore), o homem mais rico da região. Mas tantas pessoas oram por ele que Clarence (Henry Travers), um anjo que espera há 220 anos para ganhar asas, mandado Terra, para tentar fazer George mudar de idéia, demonstrando sua importância através de flashbacks.

Uma historia comovente e edificante. Um clássico absoluto do diretor Frank Capra (Aconteceu naquela Noite). Até hoje, sempre reprisado nos finais de ano nos EUA, e não faltam inúmeras sátiras ou simplesmente homenagens a esse filme. James Stewart consegue aqui um dos seus personagens mais marcantes e com o diretor, trabalharia também em outro clássico, A Mulher Faz o Homem.

Curiosidades: Em uma cena de A Felicidade não Se Compra o personagem de Ward Bond, Bert, lê um jornal onde está a seguinte manchete: "Smith wins nomination" (Smith indicado). Trata-se de uma referência a A Mulher Faz o Homem, filme dirigido por Frank Capra e também estrelado por James Stewart.
Os sets de Bedford Falls foram construídos em 2 meses, sendo um dos maiores sets de filmagens já feitos, até aquele momento, para um filme americano.


Esqueceram de mim
Sinopse: m Chicago, uma família inteira planeja passar o Natal em Paris. Porém, em meio às confusões de viagem um dos filhos (Macaulay Culkin), com apenas 8 anos, é esquecido em casa. Assim, o garoto se vê obrigado a se virar sozinho e a defender a casa de dois ladrões.

O roteiro do também produtor Jhon Hughes reúne, no inicio e no final, cenas brilhantes da comedia de costumes e pastelão. Além de muito simpático, Macaulay faz com perfeição o papel de menino sapeca. Um dos maiores sucessos de bilheteria do inicio dos anos 90 mas que infelizmente não escapou de ter duas continuações dispensáveis.

Curiosidades: O filme ao qual Kevin assiste em vídeo não é um filme real, mas sim uma montagem de cenas preparada especialmente para Esqueceram de Mim. O nome deste "filme" é Angels With Filthy Souls.

O Estranho Mundo de Jack
Sinopse: Jack Skellington (Chris Sarandon) é um ser fantástico que vive na Cidade do Halloween, um local cercado por criaturas fantásticas. Lá todos passam o ano organizando o Halloween do ano seguinte mas, após mais um Halloween, Jack se mostra cansado de fazer aquilo todos os anos. Assim ele deixa os limites da Cidade do Halloween e vagueia pela floresta. Por acaso acha alguns portais, sendo que cada um leva até um tipo festividade. Jack acaba atravessando o portal do Natal, onde vê demonstrações do espírito natalino. Ao retornar para a Cidade do Halloween, sem ter compreendido o que viu, ele começa a convencer os cidadãos a sequestrarem o Papai Noel (Edward Ivory) e fazerem seu próprio Natal. Apesar de argumentos fortes de sua leal namorada Sally (Catherine O'Hara) contra o projeto, o Papai Noel é capturado. Mas os fatos mostrarão que Sally estava totalmente certa.

Com argumento e co-produção de Tim Burton, este é um projeto pessoal e que injeta sangue na arte de animação de bonecos. Apesar de não inovar na técnica, a historia, com pitadas góticas de humor negro, trabalha em uma estética até então inédita e pode tanto agradar crianças como também adultos com sua trama simples e divertida. A trama possui inúmeros achados e como sempre, na maioria dos filmes de Burton, a trilha sonora é composta por Danny Elfman e como sempre, inesquecível.

Curiosidades: O poema escrito por Tim Burton os únicos personagens presentes são Jack Skellington, Zero e o Papai Noel. Todos os demais personagens foram criados para o filme;
Esta é a terceira aparição do personagem Jack Skellington. As anteriores foram no curtametragem Vincent (1982) e em Os Fantasmas Se Divertem (1988), onde pode ser visto no topo do carrossel de Beetlejuice, já próximo do final do filme;


Os Fantasmas de Scrooge
Sinopse:  Natal se aproxima e, como sempre, Ebenezer Scrooge (Jim Carrey) mantém seu desprezo pela data. Milionário e muito mesquinho, ele só pensa em dinheiro e não dá espaço para a emoção em seu coração, maltratando Bob Cratchit (Gary Oldman), seu fiel assistente, e ignorando seu sobrinho Fred (Colin Firth). Com a morte de seu sócio, Ebenezer recebe a visita de três fantasmas do Natal: do passado, do presente e do futuro. Cada um deles, levará o velho ranzinza para uma viagem que o ajudará a refletir melhor sobre sua vida passada e a escolha que fará para o futuro.

Robert Zemeckis pegou o gosto de animação CGI onde todos os personagens do filme foram criados digitalmente após os atores atuaram em frente a uma tela vazia, com sensores de captura de movimento. Posteriormente, a captação era refeita pelo computador. Com isso, o filme é um verdadeiro show de imagens com a ligeira sensação de que cada cena havia saído de um quadro. Apesar de ser uma trama bastante conhecida pelo publico (até a própria Disney tinha feito a mesma historia a vários anos em 'O Natal do Mickey Mouse') é interessante revê-la em uma nova roupagem e feita com a tecnologia atual de ponta. Jim Carrey da o seu show de interpretação habitual e além do protagonista, ele também da vida aos espíritos que visitam o personagem.


Férias Frustradas de Natal
Sinopse: Neste período de férias, Clark Griswold (Chevy Chase) prometeu ao seu clã que iria curtir o mais tradicional e divertido Natal de todos os tempos. Antes que possam cantar Noite Feliz, há 25 mil luzes no teto, um peru explosivo na mesa de jantar, além de uma equipe da SWAT cercando o local.

Terceira parte da cine serie que consagrou o ator Chevy Chase, só que desta vez, em vez de uma viajem, a família esta toda reunida para a festa de natal e por conta disso as situações beirão ao pastelão e humor negro na medida certa. Superior a segunda parte, pois seguiu um rumo diferente na cine serie e por isso mesmo atualmente esta sendo o mais lembrado de todos os capítulos pelo publico.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Cine Especial: David Fincher: O Curioso Caso de Benjamin Button

Com a chegada de A Rede Social nos cinemas, vamos relembrar um pouco de cada filme que esse grande diretor fez.
Sinopse: Nova Orleans, 1918. Benjamin Button (Brad Pitt) nasceu de forma incomum, com a aparência e doenças de uma pessoa em torno dos oitenta anos mesmo sendo um bebê. Ao invés de envelhecer com o passar do tempo, Button rejuvenesce. Quando ainda criança ele conhece Daisy (Cate Blanchett), da mesma idade que ele, por quem se apaixona. É preciso esperar que Daisy cresça, tornando-se uma mulher, e que Benjamin rejuvenesça para que, quando tiverem idades parecidas, possam enfim se envolver.

É bem curioso mesmo esse filme, mas não pelo fato da historia ser original, mas pelo fato de não possuir a ousadia que o diretor tanto coloca em seus filmes. O filme é ótimo, mas não parece com a cara de David Fincher, tanto que mais tem cara de filme de Robert Zemeckis, portanto era impossível de não comparar essa trama com a do filme Forrest Gump que Robert havia dirigido em 94 pois ambas as tramas em muitos momentos são similares. O filme ganha pontos pela ótima reconstituição de épocas que o filme vai retratando, fotografia, edição de arte e maquiagem se casam muito bem e não foi a toa que se tornou favorito nestas categorias no Oscar.
O mesmo potencial de perfeição não vale pelo elenco onde todos estão apenas ok, mas talvez a maior decepção seja Brad Pitt como o estranho homem que nasce velho e rejuvenesce ao longo da vida. O ator até que se esforçou bastante, principalmente por ter passado por inúmeras sessões de maquiagem, o que não quer dizer que melhorou muita coisa em sua interpretação que em muitos momentos soava muito artificial, seria a maquiagem e efeitos especiais que o atrapalharam?
Com trezes indicações ao Oscar, o filme levou apenas três nas partes técnicas, provando que nem sempre um filme com a pretensão de ser redondinho e perfeito para receber inúmeras indicações de prêmios signifique qualidade 100%.


Curiosidade:O conto de F. Scott Fitzgerald, no qual O Curioso Caso de Benjamin Button foi baseado, foi inspirado na famosa frase de Mark Twain: "A vida seria infinitamente mais feliz se pudéssemos nascer aos 80 anos e gradualmente chegar aos 18". - Na década de 90 Steven Spielberg esteve cotado para dirigir este filme, com Tom Cruise como protagonista. - Em 1998 Ron Howard esteve cotado para dirigir o filme, com John Travolta sendo o protagonista.

Cine Dicas: Lançamento em DVD: O PEQUENO NICOLAU

Sinopse: Nicolau (Maxime Godart) leva uma vida tranquila, sendo amado por seus pais e com diversos amigos, com os quais se diverte um bocado. Um dia ele surpreende uma conversa entre os pais, a qual faz com que acredite que sua mãe está grávida. Ele logo entra em pânico, pois acredita que assim que o bebê nascer ele não mais receberá atenção e será abandonado na floresta, assim como ocorre nas histórias do pequeno Poucet, de Perrault.

Uma agradável surpresa desse ano foi esse filme Frances baseado na obra de Jean-Jacques Sempé e René Goscinny. O filme conta a historia do ponto de vista das crianças que na maioria das vezes possui uma imaginação fértil, principalmente Nicolau (Maxime Godart ótimo no papel) que acredita que seus pais irão se livrar dele após nascer um possível futuro bêbe. Portanto não faltam situações inusitadas que Nicolau e seus amigos se metem para se livrarem da futura criança que acham que vai chegar e com isso, o filme se entre lassa com o mundo real e o imaginário dos pequenos.
O divertido está no potencial de cada um, pois cada um fala por si e tem suas próprias personalidades, temos o ingênuo, o gordinho, o inteligente, o metido, o burro e muitos outros que na maioria das vezes nos fazem lembrar um desenho animado e o cenário da trama colabora com isso, pois se passa nos anos 50 com cores fortes e vivas daquele tempo.
Sucesso de publico e critica em seu país de origem, O Pequeno Nicolau teve passagem rápida pelos nossos cinemas, mas vale a pena conhecer ess Menino Maluquinho Frances.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Cine Dicas: Estreias no final de semana (17/12/10)

E ai gente. Chegamos a um final de semanas com poucas estréias nas telonas, mas não me surpreendo, afinal, ninguém quer bater de frente com a estréia de Tron: O Legado, seqüência do Cult dos anos 80. Mas algumas criaram coragem no peito e estrearam mesmo assim, confiram:


Aparecida - O Milagre
sinopse: Na cidade de Aparecida o menino Marcos (Vinicius Franco) tem uma infância humilde mas feliz ao lado dos pais pessoas simples amorosas e devotas de Nossa Senhora Aparecida. O menino tem como grande sonho uma chuteira de futebol que ultrapassa as possibilidades financeiras do pai trabalhador da construção da Basílica de Nossa Senhora Aparecida. Para realizar seu sonho o menino faz uma promessa à Santa: se conseguir a chuteira nunca mais vai fazer bagunça ou melhor só um pouquinho. A morte do pai (Rodrigo Veronese) em acidente na Basílica que tanto cultuava e da qual não pretendia se afastar por nada neste mundo provoca uma dupla perda no menino: a do companheiro próximo que lhe narrava os milagres da Santa e também a fé na Santa idolatrada pelo pai por motivos que não conhece e a quem passa a responsabilizar pela sua morte.




LONDON RIVER, DESTINOS CRUZADOS
sinopse: Londres 2005, essa é a história de Ousmane e da Sra. Sommers. Ambos são pessoas simples e vivem suas vidas comuns, ele na França, ela em Channel Islands, no Canal da Mancha. Ele tem um filho e ela uma filha que são estudantes em Londres. Em 7 de julho de 2005, sem notícias dos filhos, eles resolvem começar, juntos, uma busca pelos dois adolescentes. E embora eles tenham sido criados em meio a duas religiões diferentes - Ousmane é muçulmano e a Sra. Sommers cristã - eles vão compartilhar da mesma esperança de encontrar os filhos com vida. Eles colocam as diferenças culturais de lado e apóiam-se para continuar a busca e manter a fé.



Oceanos
sinopse:Documentário épico produzido pela Disney Nature. Aproximadamente três quartos da superfície terrestre são cobertos por água e o filme explora as histórias e mistérios que neles se escondem. Os diretores mergulharam fundo nas águas que sustentam a vida humana explorando o esplendor e as duras realidades das criaturas marinhas filmadas com a mais avançada tecnologia de captação de imagenms subaquáticas.



O Mundo Encantado de Gigi
sinopse:Uma aventura animada que conta a história de três crianças que fazem novas descobertas em um mundo repleto de fantasias e criaturas fascinantes.



Tron - O Legado
sinopse: Sam Flynn o filho de 27 anos de Kevin Flynn procura por informações que o levem até seu pai mas quando Sam menos espera ele se vê dentro do mesmo mundo de ferozes programas e jogos gladiatoriais em que seu pai tem vivido há 25 anos. Juntos pai e filho embarcam em uma aventura de vida ou morte através de um mundo cibernético deslumbrante que se tornou muito mais avançado e extremamente perigoso.