Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 66 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Cine Curiosidades: Alien reencontra seu criador

Ridley Scott é confirmado como o diretor do prelúdio de Alien
E Fox contrata roteirista de sci-fi do momento para cuidar da história

Foi anunciado que a 20th Century Fox estava tentando convencer Ridley Scott a dirigir o recomeço da série Alien no cinema, enquanto Scott preferia produzir e deixar a direção com o novato Carl Erik Rinsch. Pois parece que a Fox ganhou a disputa.
Segundo a Variety, Scott dirigirá o roteiro que o novato Jon Spaihts emplacou no estúdio. Será uma história anterior àquela que Scott narrou em 1979 e que deu origem à franquia. Ainda não há mais detalhes sobre o prelúdio.Spaihts virou moda em Hollywood recentemente com outras histórias de ficção científica. Ele escreve
Passengers, com Keanu Reeves, para a produtora Morgan Creek, Children of Mars para a Disney e ainda na Fox foi contratado para revisar o roteiro de The Darkest Hour, produção de Timur Bekmambetov.

Se é para fazer um recomeço ou continuação de Alien, que seja então com pessoas competentes como Scott, afinal foi ele que fez uma das cenas mais horripilantes do cinema com o primeiro Alien.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Cine Clássicos: BEN-HUR

ÉPICO ROMANO DE 1959 AINDA EMOCIONA E POSSUI UMA DAS MELHORES CENAS DE AÇÃO DA HISTORIA DO CINEMA
Sinopse: Em Jerusalém no início do século I vive Judah Ben-Hur (Charlton Heston), um rico mercador judeu. Mas, com o retorno de Messala (Stephen Boyd), um amigo da juventude que agora é o chefe das legiões romanas na cidade, um desentendimento devido a visões políticas divergentes faz com que Messala condene Ben-Hur a viver como escravo em uma galera romana, mesmo sabendo da inocência do ex-amigo. Mas o destino vai dar a Ben-Hur uma oportunidade de vingança que ninguém poderia imaginar.

Superprodução épico-religioso da Metro, excelente exemplo de filme de aventura recordista de Oscars (ganhou 11 incluindo melhor filme). Rock Hudson, Marlon Brandon e Burt Lancaster recusaram o papel titulo que deu a Heston o oscar de melhor ator, o coadjuvante Griffith, o diretor Wyler, o fotografo Robert Surtees e o musico Miklos também receberam as estatuetas

Curiosidades: Gore Vidal declarou certa vez que o roteiro original previa um relacionamento homossexual entre Ben-Hur e Messala. Como o diretor William Wyler sabia que Charlton Heston nunca aceitaria interpretar um personagem com nuances homossexuais, Vidal instruiu Wyler a apenas contar a Stephen Boyd, intérprete de Messala, sobre este relacionamento. Este fato pode ser notado no próprio filme pelas diferenças no modo de falar de Ben-Hur e Messala.
Só a construção do circo para a corrida de quadrigas (na Cinecittà, em Roma) custou 1 milhão de dólares. Nessa sequência - dirigida em 94 dias por Andrew Marton, Mario Soldati e Yakima Canutt, especialista em cenas de perigo - , utilizaram-se cinco câmeras, 8.000 extras e 76 cavalos.

Cine Clássicos: Casablanca

Clássico dos clássicos de 1943, o filme possui um dos finais
mais conhecidos da historia

Sinopse: Casablanca é a rota obrigatória de quem está fugindo dos nazistas na Segunda Guerra Mundial. É lá que Rick (Humphrey Bogart) vai reencontrar Ilsa (Ingrid Bergman), anos depois de terem se apaixonado e se perdido em Paris.


Cinema do mais alto nível, romance, intriga, suspense, a inesquecível As Time Goes By, cantada por Dooley Wilson e um ótimo elenco. Um clássico para ver e rever sempre. Oscar de melhor filme, roteiro adaptado e direção.

Curiosidades: Durante a seqüência em que o Major Strasser desembarca no aeroporto, os oficiais vistos de cima foram interpretados por anões, para que a pista parecesse maior.
Casablanca custou US$ 900 mil aos cofres da Warner Bros. Sua estréia estava inicialmente prevista para junho de 1943, mas como em novembro de 1942 os Aliados desembarcaram no norte da África e libertaram a verdadeira Casablanca, a Warner resolveu por lançar o filme imediatamente.

Cine Clássicos Contemporâneos: Pequena Miss Sunshine

Gênial Roadie Movie do cinema independente que conquistou o publico em 2006
Sinopse: Nenhuma família é verdadeiramente normal, mas a família Hoover extrapola. O pai desenvolveu um método de auto-ajuda que é um fracasso, o filho mais velho fez voto de silêncio, o cunhado é um professor suicida e o avô foi expulso de uma casa de repouso por usar heroína. Nada funciona para o clã, até que a filha caçula, a desajeitada Olive (Abigail Breslin), é convidada para participar de um concurso de beleza para meninas pré-adolescentes. Durante três dias eles deixam todas as suas diferenças de lado e se unem para atravessar o país numa kombi amarela enferrujada.

Dirigido por Jonathan Dayton e Valerie Faris, esse pequeno filme serviu para provar de uma vez por todas que a verdadeira fonte de idéias originais atualmente de HOLLYWOOD está nos pequenos estúdios com baixos orçamentos. Com uma simples idéia de atravessar o país numa kombi amarela, a viagem serve para explorar ao maximo cada personagem ao longo do percursso. Vencedor de dois Oscar, melhor roteiro original e melhor ator Coadjuvante (Alan, Arkin otimo) Pequena Miss Sunshine além de um otimo filme serviu para revitalizar mais e mais os otimos filmes de estrada.

Curiosidades: Inicialmente seria a Focus Features a produtora de Pequena Miss Sunshine, mas o estúdio desistiu do projeto em 2004. Foi então que o produtor Marc Turtletaub comprou de volta os direitos do filme e decidiu conseguir por conta propria a quantia necessária para o orçamento.
O orçamento de Pequena Miss Sunshine foi de US$ 8 milhões.

Cine Curiosidades: Confira a lista de selecionados para o Festival de Veneza

Brasil participa fora da competição com duas produções - uma ficção e um documentário.
O Festival de Veneza divulgou nesta quinta-feira sua seleção para a edição deste ano, a de número 66. Depois de ignorar as produções brasileiras, o diretor do festival, Marco Müller, escolheu dois filmes do país para a programação de 2009: a ficção Insolação e o documentário Viajo porque Preciso. Volto porque te Amo.
O país com o meio número de selecionados, compreensivelmente, é a Itália, com 22 produções, seguindo dos EUA, com 17. O festival vai de 2 a 12 de setembro. Confira a lista completa:

Mostra competitiva
Baaria, de Giuseppe Tornatore (Itália)
Soul Kitchen, de Fatih Akin (Alemanha)
La Doppia Ora, de Giuseppe Capotondi (Itália)
Accident, de Cheang Pou-Soi (China/ Hong Kong)
Persecution, de Patrice Chereau (França)
Lo Spazio Bianco, de Françasca Comencini (Itália)
White Material, de Claire Denis (França)
Mr. Nobody, de Jaco van Dormael (França)
A Single Man, de Tom Ford (EUA)
Lourdes, de Jessica Hausner (Áustria)
Bad Lieutenant: Port of Call New Orleans, de Werner Herzog (EUA)
The Road, de John Hillcoat (EUA)
Between Two Worlds, de Vimukthi Jayasundara (Sri Lanka)
The Traveller, de Ahmed Maher (Egito)
Lebanon, de Samuel Maoz (Israel)
Capitalism: A Love Story, de Michael Moore (EUA)
Women Without Men, de Shirin Neshat (Alemanha)
Il Grande Sogno, de Michele Placido (Itália)
36 vues du Pic Saint Loup, de Jacques Rivette (França)
Survival of the Dead, de George Romero (EUA)
Life During Wartime, de Todd Solondz (EUA)
Tetsuo The Bullet Man, de Shinya Tsukamoto (Japão)
Prince of Tears, de Yonfan (Hong Kong)
Fora de competição
REC 2, de Jaume Balaguero, Paco Plaza (Espanha)
Chengdu, I Love You, de Fruit Chan, Cui Jian (China)
The Hole, de Joe Dante (EUA)
The Men Who Stare at Goats, de Grant Heslov (EUA)
Scheherazade, Tell Me a Story, de Yousry Nasrallah (Egito)
Yona Yona Penguin, de Rintaro (Japão)
The Informant!, de Steven Soderbergh (EUA)
Napoli Napoli Napoli, de Abel Ferrara (Itália)
Anni Luce, de Françasco Maselli (Itália)
L'oro di Cuba, de Giuliano Montaldo (Itália)
Prove per una tragedia siciliana, de John Turturro, Roman Paska (Itália)
South of the Border, de Oliver Stone (EUA)
Mostra Horizontes
Françasca, de Bobby Paunescu (Romênia)
One-Zero, de Kamla Abou Zekri (Egito)
Buried Secrets, de Raja Amari (Tunísia)
Tender Parasites, de Christian Becker e Oliver Schwabe (Alemanha)
Adrift, de Bui Thac Chuyen (Vietnã)
Crush, de Petr Buslov e outros (Rússia)
Repo Chick, de Alex Cox (EUA)
Engkwentro, de Pepe Diokno (Filipinas)
The Man's Woman and Other Stories, de Amit Dutta (Índia)
Paraiso, de Hector Galvez (Peru)
Io sono l'amore, de Luca Guadagnino (Itália)
Cow, de Guan Hu (China)
Judge, de Liu Jie (China)
Pepperminta, de Pipilotti Rist (Suíça)
Tris di donne e abiti nunziali, de Martina Gedeck (Itália)
Insolação, de Daniela Thomas e Felipe Hirsch (Brasil)
1428, de Du Haibin (China)
Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo, de Marcelo Gomes e Karim Ainouz (Brasil)
Once Upon A Time Proletarian: 12 Tales of a Country, de Guo Xiaolu (China)
Villalobos, de Romuald Karmakar (Alemanha)
Il colore delle parole, de Marco Simon Puccioni (Itália)
The One All Alone, de Frank Scheffer (Holanda)
Toto, de Peter Schreiner (Áustria)

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Cine Clássicos: King Kong (1933)

Clássico dos clássicos dos filmes de monstros, pelicula de Mirian C. Cooper continua ainda insuperavel
Sinopse: Em Nova York um famoso diretor de cinema não consegue uma atriz para sua próxima produção, pois ninguém quer ir filmar em um lugar não revelado. Assim ele mesmo começa a vagar pelas ruas até que encontra uma jovem pobre, mas muito bonita, a quem imediatamente dá o emprego. A equipe viaja e vai parar em uma ilha desconhecida, na qual os nativos oferecem "noivas" para Kong, um gigantesco macaco. Após muitos perigos a equipe de filmagens conseguem capturar o macaco, pois pretendem levá-lo para Nova York para ser exibido. Paralelamente o símio se apaixona pela atriz.

Primeira versão de um argumento de Edgar Wallace, foi pioneira na criação e no uso de efeitos especiais, que ainda hoje, graças a inspirada direção, são convicentes, apesar da evolução da tecnologia dos dias de hoje. Com óbvia e inssistente analogia a historia da Bela e a Fera, o filme tem momentos antológicos, como os do epilogo. Destaque para a musica de Max Steiner e para a carisma da canadense Fay Wray que na época tinha 22 anos

Curiosidades: A ponte construída para os sets de filmagens de King Kong foi destruída na filmagem da cena do incêndio em Atlanta, de E o Vento Levou(1939).
Na época das filmagens de King Kong tanto o Empire State Building quanto o prédio da Chrysler estavam sendo construídos em Nova York. Inicialmente o roteiro previa que Kong escalaria o prédio da Chrysler, que seria o prédio mais alto do mundo. Porém uma mudança nos planos de construção do Empire State Building fez com que ele se tornasse o prédio mais alto, fazendo também com que fosse o escolhido pelos produtores para a escalada de Kong no filme.

Cine Dicas: 110 anos de Alfred Hitchcock só aqui

Talves algumas pessoas não saibam mas o mestre do suspense estará fazendo 110 anos no próximo dia 13 de agosto. Nascido em Londres, 13 de Agosto de 1899, Alfred Hitchcock se tornou um dos maiores diretores de cinema de todos os tempos, começando sua carreira na Inglaterra, se destacando em filmes como 39 degraus e O Homem que Sabia demais, Hitchcock construiu uma carreira sólida nos EUA gerando inúmeros clássicos que são lembrados até hoje como Um Corpo que Cai. Portanto eu não deveria deixar essa data passar em branco, com isso farei a cada dia uma ou duas postagens dos melhores filmes que esse grande mestre fez. As matérias começam na próxima segunda, aguardem.

terça-feira, 28 de julho de 2009

Cine Curiosidades: Machete proximo a acontecer

Machete, o trailer falso da sessão dupla Grind House que vai virar longa-metragem, continua formando seu elenco. O mais novo nome que Robert Rodriguez procura contratar é Steven Seagal.
Segundo o
Moviehole, o ator foi contratado há semanas, e agora começa a levar a proposta a sério. Os representantes de Seagal dizem que a aceitação dependem das condições do acordo.
Com ou sem Seagal, o fato é que Rodriguez está tentando ser eclético com a escalação. Já procurou Michelle Rodriguez, Jonah Hill, Robert De Niro e até Lindsay Lohan. Por enquanto, confirmado, apenas o protagonista Danny Trejo - que já estava no trailer falso e aparece em todo filme de Rodriguez.
No filme, Machete é um matador mexicano que, após ser traído pela organização que o contratou, parte atrás de vingança. As filmagens começam ainda este ano.

Eu particularmente gostei muito da idéia de Quentin Tarantino e Robert Rodrigues da sessão dupla Grind House, formada por Planeta Terror e A Prova da Morte (ainda inesplicavelmente inédito por aqui) e fazer do trailer falso Machete um filme de verdade é uma boa idéia criativa pois desde A Balada do Pistoleiro gostava de Danny Trego que na época do filme eu só o chamava do lançador de facas do filme da Balada do Pistoleiro quando aparecia em outros filmes.

Cine Curiosidades: Os melhores de Fantaspoa

Os melhores do Fantaspoa

O Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre anunciou os vencedores de sua quinta edição. Ao longo de 15 dias, o Fantaspoa ocupou quatro salas da Capital com 169 filmes de diferentes países, nos gêneros terror, fantasia e ficção científica. Segundo os organizadores do evento, cerca de 5 mil espectadores acompanharam de sessões de curtas e longas-metragens em competição e as mostras paralelas.O grande vencedor do Fantaspoa foi o longa Zibahkhana – Estrada para o Inferno (2007), coprodução entre Paquistão e Grã-Bretanha.

Principais premiados
> Melhor filme: Zibahkhana – Estrada para o Inferno (Paquistão/ Grã-Bretanha)
> Melhor Direção: Vadim Jean (A Cor da Magia, Grã-Bretanha)
> Melhor ator: Marc Senter (O Perdido, EUA)
> Melhor atriz: Maria Inez Alonso e Veronica Mari (Breaking Nikki, Argentina)
> Melhor roteiro: Chris Gardner e Blair Rowan (Sangue na Estrada, EUA)
> Melhor banho de sangue: Caça aos Porcos (EUA)
> Júri popular: The Machine Girl (Japão)

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Cine Clássicos: Aconteceu Naquela Noite

Com certeza a mais bem sucedida comédia romântica de todos os tempos.
Sinopse: Peter Warren (Clark Gable), um jornalista desempregado, encontra Ellie (Claudette Colbert), a filha de um milionário que fugiu do iate de Alexander Andrews (Walter Connolly), seu pai, pois este não aprova quem ela escolheu como marido. Peter vê a oportunidade de obter uma boa matéria, mas vários fatos criam uma forte aproximação entre eles.
Considerada por muitos a primeira grande comédia romântica da historia do cinema, foi também o primeiro filme da historia a levar as cinco principais estatuetas do Oscar, filme, diretor, roteiro, ator e atriz. Repleto de cenas memoráveis, o filme não envelheceu nem um pouco nos dias de hoje é a mais pura diversão para a toda a família e para casais apaixonados. Gable, como o cínico jornalista e Colbert, como a garota mimada estão otimos em cada cena do filme.
Curiosidades: Em 1996 o Oscar ganho por Clark Gable por sua atuação em Aconteceu Naquela Noite foi posto à venda em um leilão. O diretor Steven Spielberg, de forma anônima, comprou o Oscar e o entregou à Academia de Ciências Cinematográficas, para evitar que a estatueta fosse usada em caráter comercial.
O ator Clark Gable possuía na época das filmagens um contrato com a MGM, que resolveu cedê-lo à Columbia como forma de castigo pelos suas constantes e irritadiças recusas aos roteiros apresentados pela própria MGM.

sábado, 25 de julho de 2009

Cine Dicas: Em cartaz: Inimigos Publicos

Em meio a superproduções da temporada, Michael Mann cria uma pequena perola do cinema a ser reconhecida.

Sinopse:
Depois de cometer um pequeno crime nos anos 20, John Dillinger (Johnny Depp) é preso e passa nove anos em um presídio de Indiana. O tempo é o suficiente para que ele conheça alguns dos principais ladrões de bancos da região. Logo que sai da prisão, Dillinger arma um plano de fuga para seus amigos. Em pouco tempo, o grupo comete grandes assaltos e John fica conhecido como uma espécie de Robin Hood americano, já que ele só rouba bancos, que são considerados pela população os responsáveis pela grande depressão de 29.Tornando-se cada vez mais conhecidos pelos seus crimes, principalmente na região de Chicago, Dillinger e sua gangue passam a ser considerados Inimigos Públicos, e a prisão deles torna-se prioridade. Famoso por ter matado um grande bandido, o agente Melvin Purvis (Christian Bale) é designado como o responsável na cidade pela agência de investigações, comandada por J. Edgar Hoover, com a missão de pôr fim às ações de John. Sabendo que não será fácil capturar o bandido, ele toma como pessoal esta busca.

Desde Fogo contra Fogo, Michael Mann gosta de colocar grandes duelos na tela, de preferência duelos cujo o assunto são a lei em busca de justiça, contudo nunca esconde o lado carismático da vida bandida. John Dilinger passa carisma a todo momento e portanto não desejamos que ele seja preso tão cedo, mesmo que as ações de Melvin Purvis sejam validas e corretas, afinal ele está do lado dos mocinhos. Com isso Mann cria um equilíbrio dos dois lados, fazendo o espectador não saber para quem torcer mas como sabemos que o crime não compensa já imaginamos o resultado final. Christian Bale convence como o policial bom moço que faz de tudo para caçar o seu alvo mas é Johnny Depp a alma do filme a todo momento. Todos os elementos que fizeram a carreira do ator estão lá, excentricidade, seriedade e carisma mas sempre diferenciando a cada personagem que faz. Não posso esquecer do ótimo desempenho de Marion Cotillard (Piaf) que aqui faz a namorada fiel do bandido e assim como no papel da cantora francesa que lhe valeu o Oscar, aqui ela demonstra um ótimo desempenho em cenas ótimas e angustiantes.
Com ótimas interpretações do começo ao fim e ótimos tiroteios que não devem nada a outros filmes do gênero como Os Intocáveis, o filme ainda traz um espetáculo de edição de arte e fotografia que reconstitui muito bem os anos 20, isso sem falar da bela trilha sonora casada muito bem com a triste musica Bye Bye Blackbird, ouvida pela ultima vez no filme de King Kong em 2005.Como se já não bastasse tudo isso Michael Mann ainda traz de bandeja uma bela homenagem ao Filme “Vencido pela Lei” já no Clímax da trama onde Jonh Dilinger vai ao cinema e assiste a esse filme protagonizado pelo o inesquecível Clark Gable. Uma obra prima homenageando a outra, Michael Mann é o cara.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Cine Animação: Wallace e Gromit - A Batalha dos Vegetais.

Filme sequencia de curtas de animação, conquistou a critica até a mais exigente em 2005.
Sinopse: Wallace (Peter Sallis) e seu leal cão, Gromit, têm a missão de descobrir qual o mistério por trás dos jardins do vilarejo onde vivem. E precisam ser rápidos, já que este ameaça a competição anual do maior vegetal, organizada pela Sra. Tottington (Helena Bonham Carter).

Estrelas de uma série de curtas-metragens premiados (incluindo dois Oscars), Wallace e Gromit são as criações mais amadas e definitivas do estúdio britânico Aardman e de seu mestre Nick Park, que estavam devendo um longa-metragem da dupla e o merecido reconhecimento que ele pode trazer. A Aardman trabalha exclusivamente com animação Stop-Motion, uma árdua tarefa que não pode fazer frente à agilidade dos desenhos 3D de hoje em dia, mas possuem o charme artesanal da massinha e cativam instantaneamente crianças e adultos.
Curiosidades: Devido a árdua tarefa do stop motiun (animação quadro a quadro) Wallace e Gromit: A Batalha dos Vegetais levou cerca de cinco anos para ser feito.
A reunião de moradores na igreja é igual à - e satiriza - a reunião de banhistas no filme Tubarão. Posteriormente, o coelhosomem avançando debaixo da terra para o festival, e então correndo atrás da abobrinha gigante de Gromit, são paródias dos ataques à praia e das cenas de caça aos barris.

Cine Curiosidades: Bravo relança 100 filmes essenciais pela terceira vez.

Lista de melhores disso ou aquilo sempre rendera certas polemicas com muitas pessoas não concordando. Com relação a seleção de filmes isso não é diferente. Em 2007 por exemplo a American Film Institute lançou a lista dos 100 melhores filmes americanos de todos os tempos que desde ja causa polemicas como por exemplo colocarem Ben Hur em ultimo lugar da lista.
No caso da revista Bravo eles lançaram uma lista que reune os 100 melhores de todos os tempos não necessariamente filmes americanos, portanto estão lá filmes como Sete Samurais, Persona, Cidade de Deus, Acossado e dentre outros filmes estrangeiros que conquistaram a critica e publico ao longo dos anos. A lista fez tanto sucesso que o encadernado está sendo lançado agora pela terceira vez.
Mesmo sendo uma lista divercificada se comparada a outras, novamente Cidadão Kane se encontra em primeiro lugar, logo atraz Poderoso Chefão logicamente.
É uma lista interessante e o livro acompanha materias com relação a cada filme.
Fica o critério do leitor e cinefilo concordar ou não. Confiram a lista

01. Cidadão Kane (1941), de Orson Welles
02. O Poderoso Chefão (1972), de Francis Ford Coppola
03. Sindicato de Ladrões (1954), de Elia Kazan
04. Um Corpo de Cai (1958), Alfred Hitchcock
05. Casablanca (1942), de Michael Curtiz
06. Oito e Meio (1963), de Federico Fellini
07. Lawrence da Arábia (1965), de David Lean
08. A Regra do Jogo (1939), de Jean Renoir
09. O Encouraçado Potemkin (1925), de Sergei Eisenstein
10. Rastros de Ódio (1956), de John Ford
11. Cantando na Chuva (1956), de Gene Kelly e Stanley Donen
12. Crepúsculo dos Deuses (1950), de Billy Wilder
13. Persona (1966), de Ingmar Bergman
14. O Mensageiro do Diabo (1955), de Charles Laughton
15. 2001 – Uma Odisséia no Espaço (1968), de Stanley Kubrick
16. Os Sete Samurais (1954), de Akira Kurosawa
17. O Leopardo (1963), de Luchino Visconti
18. Taxi Driver (1976), de Martin Scorsese
19. Era uma Vez em Tóquio (1953), de Yasujiro Ozu
20. Fitzcarraldo (1982), de Werner Herzog
21. Acossado (1959), de Jean-Luc Godard
22. Jules e Jim (1962), de François Truffaut
23. O Conformista (1970), de Bernardo Bertolucci
24. Em Busca do Ouro (1925), de Charles Chaplin
25. Metrópolis (1926), de Fritz Lang
26. O Sétimo Selo (1956), de Ingmar Bergman
27. A Aventura (1960), de Michelangelo Antonioni
28. Amarcord (1973), de Federico Fellini
29. Viridiana (1961), de Luis Buñuel
30. Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1977), de Woody Allen
31. O Nascimento de uma Nação (1915), de D. W. Griffith
32. Apocalypse Now (1979), de Francis Ford Coppola
33. Era uma Vez no Oeste (1968), de Sérgio Leone
34. Assim Caminha a Humanidade (1956), de George Stevens
35. Psicose (1960), de Alfred Hitchcock
36. O Martírio de Joana D’Arc (1928)
37. Touro Indomável (1980), de Martin Scorsese
38. Olympia (1938), de Leni Riefenstahl
39. O Falcão Maltês (1941), de John Huston
40. Deus e o Diabo na Terra do Sol (1964), de Glauber Rocha
41. Dr. Fantástico (1964), de Stanley Kubrick
42. Roma, Cidade Aberta (1945), de Roberto Rossellini
43. A Doce Vida (1960), de Federico Fellini
44. Chinatown (1974), de Roman Polansk
i45. A Felicidade Não se Compra (1946), de Frank Capra
46. ...E o Vento Levou (1939), de Victor Fleming
47. Tempos Modernos (1936), de Charles Chaplin
48. A Um Passo da Eternidade (1953), de Fred Zinnermann
49. O Sacrifício (1986), de Andrei Tartovski
50. Laranja Mecânica (1971), de Stanley Kubrick
51. O General (1927), de Buster Keaton
52. O Homem Elefante (1980), de David Lynch
53. O Mágico de Oz (1939), de Victor Fleming
54. Querelle (1982), de Rainer Werner Fassbinde
r55. A Primeira Noite de um Homem (1967), de Mike Nichols
56. Morte em Veneza (1971), de Luchino Visconti
57. A Última Sessão de Cinema (1971), de Peter Bogdanovich
58. Os Bons Companheiros (1990), de Martin Scorsese
59. Blade Runner – O Caçador de Andróides (1982), de Ridley Scott
60. A Malvada (1950), de Joseph L. Mankiewicz
61. Nosferatu (1922), de Friedrich W. Murnau
62. O Último Tango em Paris (1972), de Bernardo Bertolucci
63. Ladrões de Bicicleta (1948), de Vittorio de Sica
64. Asas do Desejo (1987), de Wim Wenders
65. Pulp Fiction – Tempo de Violência (1994), de Quentin Tarantino
66. Repulsa ao Sexo (1965), de Roman Polanski
67. Crimes e Pecados (1989), de Woody Allen
68. Uma Rua Chamada Pecado (1951), de Elia Kazan
69. Butch Cassidy e Sundance Kid (1969), de George Roy Hill
70. Os Imperdoáveis (1992), de Clint Eastwood
71. Patton – Rebelde ou Herói? (1969), de Franklin J. Schaffner
72. Tudo Sobre Minha Mãe (1999), de Pedro Almodóvar
73. Um Lugar ao Sol (1951), de George Stevens
74. Um Estranho no Ninho (1975), de Milos Forman
75. Amor à Flor da Pele (2000), de Wong Kar-Wa
i76. Hiroshima, Meu Amor (1959), de Alain Resnais
77. Kaos (1984), de Irmaõs Taviani
78. Brazil, O Filme (1985), de Terry Gilliam
79. Quanto Mais Quente Melhor (1956), de Billy Wilder
80. Cidade de Deus (2002), de Fernando Meirelles
81. Os Homens Preferem as Loiras (1953), de Howard Hanks
82. Um Cão Andaluz (1928), Luis Buñuel
83. Los Angeles – Cidade Proibida (1997), de Curtis Hanson
84. Pixote – A Lei do Mais Fraco (1981), de Hector Babenco
85. Ben-Hur (1959), de William Wyler
86. Fantasia (1940), de Walt Disney
87. Sem Destino (1969), de Dennis Hopper e Peter Fonda
88. Dogville (2003), de Lars Von Trier
89. O Império dos Sentidos (1976), de Nagisa Oshima
90. Um Convidado Bem Trapalhão (1968), de Blake Edwards
91. A Lista de Schindler (1993), de Steven Spielberg
92. Guerra nas Estrelas (1977), de George Lucas
93. O Pântano (2000), de Lucrecia Martel
94. Cabaré (1972), de Bob Fosse
95. Operação França (1971), de William Friedkin
96. King Kong (1933), de Merian C. Cooper e Ernest B. Schoedsack
97. As Invasões Bárbaras (2003), de Denys Arcand
98. Fargo (1996), de Joel e Ethan Cohen
99. M.A.S.H. (1970), de Robert Altman
100. Lavoura Arcaica (2001), de Luiz Fernando Carvalho

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Cine Dicas: Lançamentos em DVD

O mês está próximo do fim e quando se achava que não tinha mais novidade para vir eis que surge mais. Talves tenha sido o mês com mais lançamentos em DVD, contudo somente divulgo os melhores (que eu acho) aqui. Portanto solto mais duas pedidas.
Sexta Feira 13
Depois de inúmeras sequências descartáveis, Jason volta do zero e renovável.
Sinopse: Bem-vindos a Crystal Lake, numa arrepiante versão do clássico filme de horror. Ao procurar sua irmã desaparecida, Clay Miller (Jared Padalecki) vai para as misteriosas florestas da lendária Crystal Lake, onde ele encontra os restos apodrecidos das velhas cabanas, atrás de árvores cobertas de musgo. E isso não é a única coisa à espreita... Contra os avisos da polícia e dos moradores, Clay segue as poucas pistas que tem de sua irmã Whitney (Amanda Righetti), com a ajuda de Jenna (Danielle Panabaker), uma jovem que ele conhece em um grupo de universitários que estão prontos para um fim de semana de aventuras. Mas eles vão descobrir muito mais do que imaginavam. Mal sabem eles que entraram nos domínios de um dos mais aterrorizantes espectros da história do cinema americano - o infame assassino que assombra Crystal Lake, armado com um afiado facão... Jason Voorhees.

Marcus Nispel que havia feito um bom trabalho na refilmagem do Massacre da Serra eletrica, aqui coloca uma borracha em todos os filmes sequencias de Jason e e faz a trama voltar as origens ingnorando por completo tudo o que ja rolou recentemente com o personagem.
O legal que as antigas idéias dos dois primeiros filmes retornam, grupo de adolescentes, sexo e muito sangue a jorrar. Nada mau para uma série de terror do cinema já considerada morta.
Curiosidades: É o 1º filme da franquia lançado em conjunto pela New Line Cinema e a Paramount Pictures. A série foi comprada pela Paramount logo após o lançamento de Sexta-Feira 13 (1980), mas o estúdio vendeu os direitos dos personagens Jason Voorhess e Pamela Voorhess, o nome Cystal Lake e a marca Friday the 13th à New Line Cinema após o fraco desempenho comercial de Sexta-Feira 13 - Parte VIII: Jason Ataca em Nova York (1989). Apesar disto a fotografia dos oito primeiros filmes da série e os direitos de uma refilmagem permaneceram com a Paramount.
O personagem xerife Bracke é uma homenagem ao autor Peter Bracke, que escreveu o livro "Crystal Lake Memories: The Complete History of Friday the 13th".
CHE
Steven Soderbergh realiza o sonho de muitos ao retratar os anos que fariam esse
guerrilheiro um icone
Sinopse: 26 de novembro de 1956. Fidel Castro (Demián Bichir) viaja do México para Cuba com oito rebeldes, entre eles Ernesto "Che" Guevara (Benicio Del Toro) e seu irmão Raul (Rodrigo Santoro). Guevara era um médico argentino, que tinha por objetivo ajudar Castro a derrubar o governo de Fulgêncio Batista. Ao chegar ele logo se integra à guerrilha, participando da luta armada mas também cuidando dos doentes. Aos poucos ele ganha o respeito de seus companheiros, torna-se um dos líderes da revolução que está por vir.

Mostrando competencia do inicio ao fim na direção, Steven Soderbergh foi feliz na escolha do ator para fazer Che Guevara, ninguem menos que Beniciodeltoro que já havia trabalhado antes com o diretor em Traffic. Aqui Benicio reencarna Che de tal forma que por um momento pensamos que Che voltou a vida. Direção de arte e fotografia de reconstituição de epoca impecaveis. Contudo o melhor estar por vir quando estrear a segunda parte da trama, O Guerrilheiro.
Curiosidades: Ganhou 2 prêmios no Goya, nas categorias de Melhor Ator (Benicio Del Toro) e Melhor Direção de Arte. Foi ainda indicado nas categorias de Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Trilha Sonora e Melhor Direção de Produção. - Ganhou o prêmio de Melhor Ator (Benicio Del Toro), no Festival de Cannes.

terça-feira, 21 de julho de 2009

Cine Dicas: Em Cartaz: Tony Manero

Filme candidato ao Oscar de filme estrangeiro estreia hoje nas salas Gauchas.

Sinopse: Santiago, Chile, 1978.

Raúl Peralta (Alfredo Castro) é fascinado pelo personagem Tony Manero, interpretado por John Travolta no filme "Os Embalos de Sábado à Noite". Decidido a vencer um concurso televisivo de imitadores, ele passa o dia treinando. Só que sua obsessão o leva também a revelar seu lado psicopata, em meio a um Chile controlado pela Ditadura de Angusto Pinochet nos anos de 1970.

Dirigido por Pablo Larrain, novo representante de cineastas latino americanos, o filme com coprodução do Brasil e do Chile, vem colecionando diversos prêmios desde que estreou na prestigiada Quinzena dos realizadores do Festival de Cannes, em maio de 2008. Depos, passou pelos festivais de Santiago, Havana, Holanda e Polônia e foi candidato ao Oscar de filme estrangeio.

Cine Curiosidades: Novidades nas CInematecas

As cinematecas são uma grande pedida para as pessoas que não procuram filmes do momento mas sim filmes alternativos, indepedentes que acabam ganhando circuito restrito mas são sempre bem vindos nessas salas. E a caso também que mesmo certos filmes já nas locadoras sempre de volta e meia é exibido tal filme nestas salas para atrair o publico fã e fazer uns debates. Com isso algumas exibições das cinematecas que foram anunciados hoje me chamaram a atenção confiram:
Ciclo de filmes dedicados a Frank Miller
Dois filmes de Frank Miller estarão em cartaz apartir desta terça feira na sala Norberto Lubisco da Cinemateca Paulo Amorim (Andradas 736, Porto Alergre). O ciclo reúne os filmes The Spirit e Sin City-A Cidade do Pecado, ambos assinados pelo diretor.

Icone dos quadrinhos adultos, o norte americano Frank Miller é reconhecido pelo traço refinado e pelo visual arrojado de suas histórias, além das experimentações em branco e preto e do caráter atormentado que dá aos seus personagens.
Sin City: A Cidade do Pecado é baseado em três volumes da série de historias em quadrinhos criada por Miller. Ele própio assinou o roteiro e aparece como codiretor, junto com Rodriguez e Quentin Tarantino. Em 2008, Miller também dirigiu The Spirit, baseado no famoso personagem de Will Eisner, ninguém menos que um ex policial que retorna do mundo dos mortos para combater o crime.

sábado, 18 de julho de 2009

Cine Dicas: Em Cartaz: Harry Potter e o Enigma do Príncipe

No sexto e anti penúltimo filme da saga, Harry enfrenta novas aventuras, novos desafios, novas perdas e um caminho sem volta

Sinopse:
Lorde Voldemort (Ralph Fiennes) é uma ameaça, real, tanto para o mundo dos bruxos quanto o dos trouxas. Harry Potter (Daniel Radcliffe) suspeita que o perigo esteja dentro da Escola de Artes e Bruxaria de Hogwarts, mas Alvo Dumbledore (Michael Gambon) está mais preocupado em prepará-lo para o confronto final com o Lorde das Trevas. Dumbledore convida seu colega Horácio Slughorn (Jim Broadbent) para ser o novo professor de Poções, já que Severo Snape (Alan Rickman) enfim alcançou o sonho de ministrar as aulas de Defesa Contra as Artes das Trevas. Paralelamente Harry começa a ter um interesse cada vez maior por Gina Weasley (Bonnie Wright), irmã de seu melhor amigo Rony (Rupert Grint), que também é alvo de interesse de Dino Thomas (Alfie Enoch).

Chegamos ao sexto e anti penúltimo filme da saga, (o ultimo capitulo “As Relíquias da Morte” será dividido em dois filmes) e o diretor David Yates, assim como no filme anterior, soube explorar o amadurecimento de Harry e seus amigos. Afinal já se foram oito anos desde o primeiro filme e as crianças deixaram aquele ar de inocência a muito tempo e por isso eles acabam por enfrentar questionamentos, desejos e acima de tudo caminhos sem volta nos quais terão que saber administrar. Talvez esteja ai o maior segredo de sucesso de toda a saga de Harry Potter. Os heróis amadurecem, assim como o publico, e com isso nunca perdeu o caminho da trilha, principalmente em qualidade de historia e atualização com os fãs.
Daniel Radcliffe (Harry Potter),Emma Watson (Hermione Granger) e Rupert Grint (Ronald "Ron" Weasley) cumprem novamente seus papeis com competência habitual, destaque para Rupert que faz seu personagem Ron a parte mais cômica do filme. Contudo é Michael Gambon (Alvo Dumbledore) que rouba a cena e assume finalmente a posição de mentor de Harry Potter. O personagem fará parte dos momentos mais tensos e finalmente de uns dos momentos mais difíceis com relação ao amadurecimento de Harry perante ao mundo que vive. Competente do inicio ao fim, O Enigma do Príncipe talvez seja não só o melhor capitulo ate aqui mas talvez o mais triste e sombrio de toda a saga até o momento, fazendo o publico se preparar para o pior que estar por vir. Pois afinal de contas, todo inicio tem um fim e no caso de Harry Potter seu epílogo no cinema esta mais próximo do que nunca.

Bilheteria:
Harry Potter e o Enigma do Príncipe estreou mundialmente na madrugada de quinta-feira (16/07). Os primeiros números de bilheteria começam a sair, e o sexto filme da série já é a maior bilheteria para um lançamento à meia-noite no meio da semana. Enquanto Batman - O Cavaleiro das Trevas e Star Wars - Episódio III fizeram nas suas primeiras sessões às 0h, respectivamente, 18,5 milhões e 16,9 milhões, Enigma do Príncipe já alcançou estimados 22,2 milhões de dólares só nos EUA, em 3.003 salas. Depôs da quinta-feira o circuito do filme se expandiu para 4.275 salas, e na sexta-feira chegou a 4.350. Já é, de início, um número maior do que Transformers 2 fez na meia-noite de sua quarta-feira de estreia (16 milhões). O resultado também é superior ao de Ordem da Fênix, que abriu no mesmo dia em 2007 mas fez apenas 12 milhões na madrugada de lançamento.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Cine Dicas: Lançamentos em DVD

Chegamos a mais um sexta feira e sobre o que estreia no final de semana nem preciso dizer, Harry Potter na parada, mas somente irei ver hoje de tarde, o filme já estreou desde a meia noite de terça passada.
Contudo nem todos irão sair de casa para ir ao cinema, por isso deixo mais duas dicas em DVD lançamentos que acabam de chegar nas locadoras, confiram:
Presságio

Filme de Alex Proyas traz novo fôlego a carreira de Nicolas Cage

Sinopse: 1959. Um grupo de alunos faz alguns desenhos sobre como imaginam que será o futuro. Eles serão guardados em uma cápsula do tempo, que apenas será aberta daqui a 50 anos. Um deles, feito por uma garota, traz uma série de números aleatórios, que ela alega terem sido ditos por alguém que não vê. Meio século depois a cápsula é aberta e este desenho chega às mãos de Caleb Koestler (Chandler Canterbury). O pai dele, o professor de astrofísica John Koestler (Nicolas Cage), percebe que trata-se de uma mensagem codificada que prediz as datas e os números de mortos de cada uma das grandes tragédias ocorridas nos últimos 50 anos. John passa a investigar melhor o desenho e descobre que ele prevê mais três catástrofes ainda não ocorridas, a última delas de proporções globais.

Alex Proyas tem uma filmografia ainda curta, mas nos poucos filmes fez chamaram a atenção por possuírem roteiros bem amarrados aliados com otimas cenas de efeitos visuais como no caso de Cidade das Sombras,Eu, Robô e o clássico O Corvo. Aqui ele mistura ficção, aventura e suspense para contar uma historia que mescla fatos ficticios com a realidade. Nicolas Cage convence como professor de astrofísica e finalmente consegue um filme de sucesso entre o publico e a critica. Restá saber se Presságio é o inicio da volta por cima de sua carreira ou simplesmente um golpe de sorte.

Curiosidades:
O orçamento de Presságio foi de US$ 50 milhões.


Entre os muros da escola

Filme francês conquista críticos do mundo e vira assunto entre as escolas

Sinopse: François Marin (François Bégaudeau) trabalha como professor de língua francesa em uma escola de ensino médio, localizada na periferia de Paris. Ele e seus colegas de ensino buscam apoio mútuo na difícil tarefa de fazer com que os alunos aprendam algo ao longo do ano letivo. François busca estimular seus alunos, mas o descaso e a falta de educação são grandes complicadores.

O tema levou a Palma de Ouro no Festival de Cannes no ano passado. A historia é baseada no cotidiano de um professor, François Bégaudeau, que escreveu um livro com o mesmo titulo e também protagoniza o filme. No livro ele conta suas experiências como professor de língua francesa para os adolescentes. No filme, quase um documentário, os alunos são convidados a escrever e a falar sobre as suas vidas. O resultado vai além do cotidiano dos alunos de uma escola do subúrbio de Paris, já que traça um retrato da atual sociedade francesa. O melhor deles, por exemplo, enfrenta dificuldades nos estudos porque sua mãe é imigrante chinesa ilegal e corre o risco de ser deportada. Lançado na França em Setembro do ano passado, Entre os Muros da Escola já fez 1,5 milhões de espectadores. Para a escolha do elenco o diretor Laurent Cantet selecionou alunos de uma escola no 20º distrito de Paris. Os pais dos estudantes são os mesmos da vida real.

Curiosidades:
O diretor Laurent Cantet veio ao Brasil para o lançamento do filme.
Foi o 1º filme francês a ganhar a Palma de Ouro no Festival de Cannes desde 1987.


quarta-feira, 15 de julho de 2009

Cine dicas: Lançamentos em DVD

A Harry Potter mania começou. Estava eu meio dia e meia passeando no chopping Total aqui de Porto Alegre e já tinha filas quilométricas já bem cedo. Mas para aqueles que ficarem em casa recomendo alguns titulos que acabaram de chegar nas locadoras, confiram:

Gran Torino
Em seu mais recente filme, Eastwwod faz um verdadeiro retrato da decadencia de um homem durão perante a um novo mundo.
Sinopse: Walt Kowalski (Clint Eastwood) é um inflexível veterano da Guerra da Coréia, que está agora aposentado. Para passar o tempo ele faz consertos em casa, bebe cerveja e vai mensalmente ao barbeiro (John Carroll Lynch). Sua vida é alterada quando passa a ter como vizinhos imigrantes hmong, vindos do Laos, os quais Walt despreza. Ressentido e desconfiando de todos, Walt apenas deseja passar o tempo que lhe resta de vida. Até que Thao (Bee Vang), seu tímido vizinho adolescente, é obrigado por uma gangue a roubar o carro de Walt, um Gran Torino retirado da linha de montagem pelo próprio. Walt consegue impedir o roubo, o que faz com que se torne uma espécie de herói local. Especialmente para Sue (Ahney Her), mãe de Thao, que insiste que deve trabalhar para Walt como forma de recompensá-lo.
Com serteza se Clint Eastwood morresse hoje, Gran Torino seria uma espécie de testamento em resumo de toda a sua otima carreira como ator e diretor. Todos os elementos estão lá, da justiça com as propias mãos (Sobre Meninos e Lobos) ao lado paternal (Menina de Ouro). Clint Eastwood retrata o seu tipo de personagem durão que interpretou durante os anos mas que não consegue aceitar os novos rumos da cidade aonde vive, mantendo a todo custo suas raizes do passado mas que com o tempo terá que aprender a ser tolerante perante ao mundo.
Curiosidades:
Gran Torino (segundo as palavras do ator/diretor) será o ultimo filme que Clint Eastwood irá atuar, dedicando somente a direção daqui em diante.
A canção "Gran Torino" é apresentada nos créditos finais, sendo cantada por Clint Eastwood e Jamie Cullum. Esta versão consta apenas no filme, já que na trilha sonora Eastwood foi substituído por Don Runner.
Frost/Nixon

Sinopse: Richard Nixon (Frank Langella) permaneceu em silêncio por três anos após renunciar à presidência dos Estados Unidos. Em 1977 ele concordou em dar uma entrevista, visando esclarecer pontos obscuros do período em que esteve no governo e usá-la para uma possível volta à política. O entrevistador do programa foi o jovem David Frost (Michael Sheen), o que fazia com que Nixon acreditasse que seria fácil dobrá-lo. Entretanto o que ocorreu foi uma grande batalha entre os dois, que resultou em um confronto assistido por 45 milhões de pessoas ao longo de quatro noites.



Filme faz um excelente retrato de um dos maiores furos jornalísticos da historia. Depois do deslize da adaptação de o Código Da Vinci, Ron Howard faz uma espécie de filme semi-documentário, em que retrata a entrevista que o entrevistador David Frost fez com Nixon, onde o ex presidente acabou falando coisas que não devia, como entre outras coisas o famoso caso Watergate. O primeiro busca sucesso para melhorar a vida, já o segundo busca redenção, sendo que em comum ambos são ambiciosos. Michael Sheen (A Rainha) se sai bem como o ambicioso entrevistador, mas é Frank Angella (Superman: O retorno) que da um show de interpretação, fazendo da cena da entrevista um duelo de combate de arena entre dois homens.


Curiosidades:Tanto Frank Langella quanto Michael Sheen interpretaram os mesmos personagens na montagem teatral de Frost/Nixon. Ron Howard exigiu que ambos fossem escalados no filme, caso contrário não aceitaria dirigi-lo.
Mesmo fora das filmagens os atores Frank Langella e Michael Sheen mantiveram a rivalidade existente entre seus personagens em Frost/Nixon, realizando provocações e piadas entre eles.
O Casamento de Rachel
Anne Hathaway finalmente ganha luz propia em drama
Sinopse: Kym (Anne Hathaway) está visitando sua família devido ao casamento de sua irmã, Rachel (Rosemarie DeWitt), do qual será madrinha. Ela carrega consigo um histórico de conflitos pessoais e familiares, que aos poucos se manifestam no período em que está no local.
Quando teve seu primeiro grande sucesso em O Diabo veste Prada, Anne Hathaway meio que foi ofuscada pelo talento da atriz Meryl Streep naquele filme. Contudo neste filme de Jonathan Demme (Filadélfia) Anne finalmente mostra o seu verdadeiro talento ao retratar uma jovem com verdadeiros conflitos internos que acabam por explodir justo em meio a todos os seus parentes em um casamento. Demme abilidoso com a mão, filma em muitos momentos o casamento (que por si só já é interessante) e por vezes se esqueçe da personagem de Anne, isso serve como um mero truque, fazendo que quando a camera finalmente é focada na protagonista apreciamos seus melhores momentos ao retratar uma garota que se sente cada vez mais reclusa desse mundo familiar.
Curiosidades:
Jenny Lumet levou sete semanas para concluir o roteiro de O Casamento de Rachel. Apesar deste ser seu 5º roteiro, este é o primeiro a ser rodado.
Recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz (Anne Hathaway).
O Equilibrista
Documentário vecendor do Oscar retrata o desejo de um homem em desafiar os seus limites.
Sinopse: 7 de agosto de 1974. Philippe Petit se equilibra, de forma ilegal, em uma corda bamba estendida entre as torres gêmeas, em Nova York. Na época estes eram os prédios mais altos do mundo, sendo que após uma hora no local ele foi levado para um exame psicológico e, posteriormente, preso. Para realizar o feito Petit levou 8 meses planejando-o com amigos, buscando um meio de enganar a segurança do World Trade Center para que pudesse entrar no prédio com a corda de aço e equipamentos.
Dirigido por James Marsh, o documentário em si é a historia de um homem em busca de desafios para si, contudo, mesmo o filme não mencionando nada sobre o 11/09 é inevitavel que quando o assunto é as duas torres do World Trade Center sempre vem em mente os atentados, principalmente em cenas de arquivo quando as torres começam a ser construidas em 1968 ou numa foto durante o ato do francês se equilibrando em meio as torres com o cabo de aço , apareçe um avião. Com isso o filme ganha pontos pelo assombro daquele fatídico dia, mesmo não sendo citado em momento algum na pelicula.
Curiosidades:
As filmagens de o Equilibrista ocorreram em Nova York e em Paris.- Após o ocorrido Philippe Petit e seus amigos foram processados pela polícia. "Man on Wire", título original do filme, é um dos meios pelos quais o incidente ficou famoso nos Estados Unidos.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Cine Curiosidades: O que ja rolou de Harry Potter?

Me lembro vagamente da primeira vez que eu ouvi falar sobre Harry Potter, parece que foi numa edição da revista heroi do ano 2000, falaram do sucesso que o lvro estava fazendo, tanto que a Warner decidiu adaptar o primeiro capitulo para o cinema, e o resto é historia.
De lá pra cá a Warner encheu o seu cofre com bilhões de dolares em relação a bilheterias, DVDs, livros e etc. Portanto com a chegada do mais novo capitulo no cinema, vamos recapitular o que rolou até aqui.

Rarry Potter e a Pedra Filosofal

Sinopse: Harry Potter (Daniel Radcliff) é um garoto órfão de 10 anos que vive infeliz com seus tios, os Dursley. Até que, repentinamente, ele recebe uma carta contendo um convite para ingressar em Hogwarts, uma famosa escola especializada em formar jovens bruxos. Inicialmente Harry é impedido de ler a carta por seu tio Válter (Richard Griffiths), mas logo ele recebe a visita de Hagrid (Robbie Coltrane), o guarda-caça de Hogwarts, que chega em sua casa para levá-lo até a escola. A partir de então Harry passa a conhecer um mundo mágico que jamais imaginara, vivendo as mais diversas aventuras com seus mais novos amigos, Rony Weasley (Rupert Grint) e Hermione Granger (Emma Watson).

Chris Columbus (Nove Meses) foi o grande responsável por levar o primeiro cápitulo da série ao cinema. Sabendo do que estava mechendo, o diretor decidiu mudar pouca coisa do livro para as telas, por um lado foi bom para não desagradar os fãs, por outro lado ficaram meio que presos em trazer certas liberdades artisticas a pelicula. Daniel Radeliffe está surpreedentemente bem para o papel de protagonista fazendo parecer que o personagem nasceu para ele, o mesmo pode se dizer dos seus colegas em cena, Rupert Grint(Ronald "Rony" Weasley) e Emma Watson(Hermione Granger).

Curiosidades:
A escolha do ator que interpretaria Harry Potter nos cinemas foi uma tarefa árdua para os produtores do filme. Mais de 60 mil crianças chegaram a ser entrevistadas para o papel antes da escolha de Daniel Radcliff como intérprete do personagem.
Nos Estados Unidos, Harry Potter e a Pedra Filosofal bateu o recorde de melhor estréia em um final de semana da história, faturando nos cinemas a quantia de US$ 93,5 milhões em apenas 3 dias de exibição.
Harry Potter e a Câmara Secreta

Sinopse: De férias na casa de seus tios Dursley, Harry Potter (Daniel Radcliffe) recebe a inesperada visita de Dobby, um elfo doméstico, que veio avisá-lo para não retornar à Escola de Magia de Hogwarts, pois lá correrá um grande perigo. Harry não lhe dá ouvidos e decide retornar aos estudos, enfrentando um 2º ano recheado de novidades. Uma delas é a contratação do novo Professor de Defesa Contra as Artes das Trevas, Gilderoy Lockhart (Kenneth Branagh), que é considerado um grande galã e não perde uma oportunidade de fazer marketing pessoal. Porém, o aviso de Dobby se confirma e logo toda Hogwarts está envolvida em um mistério que resulta no aparecimento de alunos petrificados.
Nesta segunda parte Chris Columbus retorna novamente a direção mas ouvindo algumas criticas ao filme anterior, conseguiu fazer um filme mais redondo, porém, na trama mais contida de toda a série. O elenco mirim central consegue ainda mais melhorar os seus desempenhos. Destaque para a participação do ator e diretor Kenneth Branagh (Hamlet) onde interpreta um professor que se faz de esperto.

Curiosidades:
É o último filme do ator Richard Harris, que faleceu um mês antes do lançamento do filme nos cinemas.
Apesar de aparecer no livro, no filme Harry Potter e a Câmara Secreta a personagem Madame Hooch não está presente.

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Sinopse: O 3º ano de ensino na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts se aproxima. Porém um grande perigo ronda a escola: o assassino Sirius Black (Gary Oldman) fugiu da prisão de Azkaban, considerada até então como à prova de fugas. Para proteger a escola são enviados os Dementadores, estranhos seres que sugam a energia vital de quem se aproxima deles, que tanto podem defender a escola como piorar ainda mais a situação.
A Warner sabendo que a cine série precisaria mudar um pouco de foco do meio infantil para um lado um pouco mais sério, convocaram Alfonso Cuarón (Filhos da Esperança) para dar um novo tom a trama, O resultado é um dos melhores filmes da série que não só é fiel ao livro mas também está mais leve e solto para tomar certas liberdades artisticas. A parte da trama que brinca com viagens no tempo é sem duvida sensacional. O trio central já começa a sentir as mudanças da idade enclusive Harry que não exita no inicio do filme em usar magia fora da escola. Destaque pela otima presença de Gary Oldman que interpreta uma peça importante com relação ao passado do personagem.

Curiosidades:
Michael Gambon substitui Richard Harris como o personagem Alvo Dumbledore, devido à morte de Harris no final de 2002.
O ilusionista Paul Kieve trabalhou como consultor no filme, tendo ensinado a vários integrantes do elenco pequenos truques mágicos.
Harry Potter e o Caliçe de Fogo

Sinopse: Em seu 4º ano na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwards, Harry Potter (Daniel Radcliffe) é misteriosamente selecionado para participar do Torneio Tribruxo, uma competição internacional em que precisará enfrentar alunos mais velhos e experientes de Hogwards e também de outras escolas de magia. Além disso a aparição da marca negra de Voldemort (Ralph Fiennes) ao término da Copa do Mundo de Quadribol põe a comunidade de bruxos em pânico, já que sinaliza que o temido bruxo está prestes a retornar.
Gostando das mudanças da troca de diretores, Warner decidiu que cada filme seria um diretor diferente, portanto neste novo capitulo entra o diretor inglês Mike Newell (Quatro casamentos e um funeral). O interessante é a mais nova mudança dos personagens, Harry e os outros se tornaram adolecentes e com isso o lado criança começa mais e mais a desapareçer. Neste novo capitulo finalmente o grande vilão Lorde Voldemort surge na pele de ninguêm menos que Ralph Fiennes (Paciente Inglês) e Harry enfrenta pela primeira vez a cara da morte.

Curiosidades:
Inicialmente era intenção da Warner dividir o 4º livro da série Harry Potter em dois filmes, que seriam lançados nos cinemas com uma diferença de poucos meses entre eles. A proposta da divisão era para que as várias tramas do 4º livro pudessem ter espaço para ser trabalhadas em sua adaptação para o cinema.
Devido aos cortes propostos por Mike Newell, os Dursley e a personagem Molly Weasley ficaram fora de Harry Potter e o Cálice de Fogo.

Harry Potter e a Ordem da Fênix

Sinopse: Harry Potter (Daniel Radcliffe) retorna à Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, para cursar o 5º ano letivo. Logo ele descobre que boa parte da comunidade bruxa foi levada a acreditar que o retorno de Voldemort (Ralph Fiennes) foi uma mentira inventada por Harry, o que põe sua credibilidade em dúvida. Além disto, o Ministro da Magia Cornélio Fudge (Robert Hardy) impõe à escola a presença de Dolores Umbridge (Imelda Staunton), que torna-se a nova professora de Defesa Contra as Artes das Trevas. Acontece que as aulas de Umbridge, apesar de aprovadas pelo ministério, abrangem apenas temas amenos, deixando os alunos despreparados para os perigos dos dias atuais. Incentivado por seus amigos Rony (Rupert Grint) e Hermione (Emma Watson), Harry decide encontrar-se em segredo com um grupo de estudantes, visando a prática de magia. O grupo se autodenomina como a "Armada de Dumbledore", mas logo passa a ser vista como uma ameaça ao próprio Ministério da Magia.
A warner repetindo a formula de diretores diferentes em cada filme chamou o diretor inglês David Yates, mais conhecido pelos seus trabalhos na tv inglesa. Mostrou talento na direção injentando um clima realmente sombrio na trama e nos personagens fazendo o trio central e os demais enfrentarem novos desafios e novamente novas perdas, principalmente para Harry que começa a lutar para não cair no lado sombrio do mau. Apesar da boa receptividade e garantir as sequências seguintes A Ordem de Fenix é o unico dos cincos filmes que os efeitos especiais foram menos cuidados.

Curiosidades:
O último livro da série, "Harry Potter e as Relíquias da Morte", será lançado uma semana após o lançamento de Harry Potter e a Ordem da Fênix nos cinemas.
O tapete do escritório da professora Dolores Umbridge custou 50 mil libras esterlinas.



sábado, 11 de julho de 2009

Cine Dicas: Em Cartaz: A PROPOSTA

Em meio a super produções da temporada, Sandra Bullock faz as pazes com o sucesso em comédia romântica.

Sinopse: Em uma grande editora de Nova Iorque, a chefe Margaret Tate (Sandra Bullock) é uma unanimidade. Ninguém suporta a autoritária mulher, e um dos poucos a manter contato com ela no escritório é seu assistente Andrew Paxton (Ryan Reynolds), que sonha um dia ser um respeitado editor como ela. Depois de uma viagem a trabalho sem visto, a canadense Margaret terá de ser deportada dos EUA, cortando qualquer vínculo empregatício com o país. Desesperada para manter seu posto, a mulher tem uma grande idéia, casar-se com Andrew, mesmo que ele não queira.Ameaçado de perder seu emprego e a chance de realizar o seu sonho, Paxton se vê obrigado a aceitar A Proposta, para que Tate consiga cidadania americana. Com o agente da imigração na cola dos dois, o novo casal é obrigado a viajar para o Alasca, para o aniversário de 90 anos da avó do noivo, mantendo a farsa para a família dele. Ao contrário do que eles poderiam imaginar, a convivência dos dois longe dos escritórios e em um ambiente familiar acaba revelando muito sobre eles. A proximidade faz com que eles descubram quem são de verdade, mas os dois não podem esquecer que tudo não passa de um acordo profissional.

Dirigido por Anne Fletcher, de Vestida Para Casar, e com roteiro do estreante Pete Chiarelli, a comédia romântica A Proposta é o retorno de Sandra Bullock ao gênero que a consagrou, sete anos após Amor à Segunda Vista. A cena mais comentada do filme é a que a atriz de 45 anos aparece nua em cena, pela primeira vez na carreira. Sandra admite que apesar de nunca ter se descuidado do corpo, precisou fazer um treinamento com um preparador físico e deixou de comer chocolates. Sandra está convincente e a vontade no papel de protagonista do filme, cuja a trama pertencente ao um gênero cujo o qual a atriz não devia ter saído, para assim sempre manter a carreira nos trilhos. Ryan Reynolds (recentemente escolhido para ser o futuro Lanterna Verde no cinema) convence como vitima e futuro amor da protagonista e num ano que fez parte do sucesso Wolverine, esse novo filme está sendo considerado como o primeiro passo de sua consagração. Misturando ingredientes de outros filmes de sucesso (Como o Diabo veste Prada e Entrando em Uma Fria), A Proposta nada mais é do que uma boa comédia romântica para ser assistida sem compromisso, mas ao mesmo tempo um prato cheio para os fanáticos da atriz Sandra Bullock que esperavam um sucesso e um bom filme da atriz, resta só saber se ela não voltara a sair dos trilhos.

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Cine Clássicos: Faça a Coisa Certa

Vinte anos depois filme de Spike Lee ainda surpreende por escancarar o preconceito que existe em todas as raças.
Sinopse: Sal (Danny Aiello), um ítalo-americano, é dono de uma pizzaria em Bedford-Stuyvesant, Brooklyn, (lá também há um armazém cujos donos são coreanos). Com predominância de negros e latinos, é uma das áreas mais pobres de Nova York. Sal é um cara boa praça, que comanda a pizzaria juntamente com Vito (Richard Edson) e Pino (John Turturro), seus filhos, além de ser ajudado por Mookie (Spike Lee), um funcionário. Sal cultua decorar seu estabelecimento com fotografias de ídolos ítalo-americanos dos esportes e do cinema, o que desagrada sua freguesia. No dia mais quente do ano, Buggin' Out (Giancarlo Esposito), o ativista local, vai até lá para comer uma fatia de pizza e se desentende com Sal por não existirem negros na "Parede da Fama" dele. Sal retruca dizendo que esta parede é só para ítalo-americanos e se Buggin' Out quer ver fotos dos "irmãos" que abra sua própria pizzaria. Notando que não vê nenhum italiano para proteger Sal, Buggin passa o resto do dia tentando organizar um boicote contra a pizzaria. Este incidente trivial é o ponto de partida para um efeito dominó, que vai gerar vários problemas. Um desentendimento com Mookie o leva a enfrentar uma série de mal-entendidos, que resultam em pancadaria. A polícia chega ao local e acaba matando um dos fregueses, transformando a confusão em tragédia.
Baseado em fatos reais, tem narrativa tradicional, mas faz extraordinário uso da fotografia (com cenários com cores quentes) e da trilha sonora. Com uma metralhadora giratoria tambem critica o lado negro e não ofereçe conclusões, deixando por conta do espectador.
Curiosidades:
Recebeu 2 indicações ao Oscar, nas seguintes categorias: Melhor Ator Coadjuvante (Danny Aiello) e Melhor Roteiro Original.
De acordo com a atriz Rosie Perez, sua face não é mostrada em sua cena de nudez porque ela estava chorando, por se sentir explorada. Porém, após Faça a Coisa Certa, ela decidiu por não mais se importar com isso e fez cenas de nudez em vários outros filmes.



Cine Dicas: Lançamentos em DVD

Se a pessoa mais atenta que acompanha esse blog deve ter reparado que as vezes quando faço a sessão de lançamentos em DVD falo Cine Curiosidades, mas no principio falava Cine Dicas. Erro meu devo admitir, tentarei me lembrar para não cometer o mesmo erro de novo, apesar que é pouca coisa.
Bom no momento apareceram dois lançamentos em DVD nas locadoras que mereçem nota portanto vamos a eles:

The Spirit

Sinopse: Baseado na série de quadrinhos de Will Eisner, THE SPIRIT - O FILME é uma aventura clássica de ação e romance, adaptada para as telas e dirigida por FRANK MILLER (criador de 300 e SIN CITY dos quadrinhos levados para o cinema). É a história de um ex-investigador novato da polícia que retorna misteriosamente do mundo dos mortos como SPIRIT (Gabriel Macht) para combater o crime nas sombras de Central City. Seu arquiinimigo, o OCTOPUS (Samuel L. Jackson) tem uma missão diferente: aniquilar a amada cidade do Spirit enquanto busca a sua visão pessoal da imortalidade. O Spirit persegue esse assassino frio percorrendo os armazéns soturnos e esgueirando-se por catacumbas úmidas e pelas docas açoitadas pelo vento de Central City... enfrentando ao mesmo tempo um bando de beldades que querem seduzir, amar ou matar nosso cruzado mascarado. Ao seu redor a cada reviravolta estão ELLEN DOLAN (Sarah Paulson), uma garota comum, mas muito inteligente; SILKEN FLOSS (Scarlett Johansson), uma secretária misteriosa, fatal e frígida; PLASTER DE PARIS (Paz Vega), uma assassina dançarina francesa de cabaré; LORELEI (Jaime King), uma sedutora fantasma; e MORGENSTERN (Stana Katic), uma investigadora jovem e sexy.
E há ainda, obviamente, SAND SAREF (Eva Mendes), a ladra internacional de jóias com curvas perigosas. Ela é o amor frustrado da vida do Spirit. Ele a salvará ou ela o matará?

Fracasso de publico e critica esse filme foi um tanto que injustiçado e deveriam terem pego mais leve com ele. O caso que a intenção de Frank Miller era somente prestar homenagem aquele mundo fantasioso que Will Eisner (autor da obra prima Um Contrato Com Deus) empregou aos quadrinhos nos anos 40. O que vemos na tela é uma aventura inocente noir que presta homenagem numa época que o bem e o mau eram bem definidos e ainda consegue um tempinho para prestar homenagem ao expressionismo alemão. Divertido e com um visual impressionante de uma HQ viva, The Spirit talves consiga com o tempo o reconhecimento agora nas locadoras.
Curiosidades:
Assim como Sin City, The Spirit foi todo filmado em estúdio com o fundo verde, tendo os cenarios colocados ao fundo na pós produção.
No inicio do filme Frank Miller apareçe fazendo uma ponta como um policial que perde a cabeça (literalmente).


Rio Congelado

Sinopse: RIO CONGELADO (FROZEN RIVER) é a história de Ray Eddy, uma mãe que vive num trailer numa região do interior do estado de Nova York, e que ajuda imigrantes a passarem ilegalmente do Canadá para os Estados Unidos através de uma Reserva Indígena Mohawk. Normalmente, uma mulher tímida e reservada, Ray começa a facilitar a entrada de imigrantes ilegais como única forma de manter sua família unida depois de seu marido ter sumido com o dinheiro da entrada da casa de seus sonhos. Para conseguir o dinheiro a tempo, Ray se une a uma contrabandista Mohawk, Lila Littlewolf, e as duas começam a correr pelo congelado rio St. Lawrence transportando imigrantes ilegais, chineses e paquistaneses no porta malas do Dodge Spirit de Ray. Por um lado, a sociedade de Ray e Lila parece estar condenada ao fracasso já que Lila normalmente não "trabalha com brancos", mas a ansiedade de Lila para reaver seu bebê que foi "roubado" por sua sogra, faz com que ela e Ray formem uma difícil parceria.

No começo o dinheiro é bom e dá para segurar o gelo. Com a ajuda de Jimmy, um traficante Mohawk, elas fazem várias corridas e logo o dinheiro para a casa de Ray está ao seu alcance. Assim que as coisas começam a dar certo, todo o esquema é ameaçado pela vida familiar de cada mulher que ameaça arruinar seu plano. T.J., o filho de 15 anos de Ray, tenta cuidar da casa e do seu irmão caçula, Ricky, enquanto a mãe está "no trabalho". E Bernie, amigo de Lila tenta encontrar para ela um trabalho correto na Reserva para que ela possa sair do contrabando e reaver seu bebê. Entretanto, Lila, que vive num acampamento, acha que não há uma maneira realista de sustentar o filho sem o contrabando e rejeita a ajuda de Bernie. Finalmente, com o dinheiro que precisam quase todo separado, Ray e Lila embarcam numa corrida final através do rio que, se elas sobreviverem, acertará a vida delas. Mas quando as coisas não dão certo, a polícia de Quebec procura pelas mulheres no gelo e, com os patrulheiros do estado de Nova York do outro lado do rio, as mulheres precisam fazer uma fuga desesperada. Presas na Reserva, o destino de Lila e Ray é deixado nas mãos do Conselho Tribal. Com poucas opções, a parceria de Ray e Lila é testada; elas precisam encarar as conseqüências de seus atos para sobreviverem.

Curiosidades:

Recebeu 2 indicações ao Oscar, nas categorias de Melhor Atriz (Melissa Leo) e Melhor Roteiro Original. O orçamento de Rio Congelado foi de US$ 1 milhão.